Fotografia Arco Triunfal da Rua Augusta, Praça do Comércio Lisboa
Fotos da Baixa Pombalina

Arco Triunfal da Rua Augusta, Praça do Comércio Lisboa

O majestoso arco triunfal da Rua Augusta situado na baixa de Lisboa, entre duas esplêndidas praças – a Praça do Rossio e a Praça do Comércio, começou por ser construído em 1775 após o grande terramoto de 1755 pelo Marquês de Pombal. Dois anos mais tarde este projecto é desfeito por D. Maria I, chegando à demolição da obra, no entanto foi recomeçada 98 anos mais tarde através do projecto de Veríssimo José da Costa, o qual demorou 32 anos a construir.

Fotografia Arco Triunfal da Rua Augusta, Praça do Comércio Lisboa
Fotografia Arco Triunfal da Rua Augusta, Praça do Comércio Lisboa

Esta porta de entrada para uma rua interdita a carros e cheia de vida – vendedores de castanhas e flores, homens-estátua ou músicos de rua, é também um verdadeiro miradouro com uma panorâmica de 360º onde é possível avistar o Rio Tejo, a Sé de Lisboa, o Castelo, o Rossio e as ruínas do Convento do Carmo. No próprio miradouro é-nos possível contemplar também as esculturas de Célestin Anatole Calmels que representam a Glória e de Vitor Bastos que representam Marquês de Pombal, Nuno Álvares Pereira, Vasco da Gama e o Viriato.

A imponência deste arco complementa-se com a inscrição “À Virtude dos Maiores”, um elogio ao esplendor dos descobrimentos portugueses afirmando a coragem percorrida pelos mares a fora.