Joao Leitao VIAGENS - blogue de viagem

Jesus Cristo visto pelos olhos dos muçulmanos, Visão do Islão acerca de Jesus Cristo

É comum pensarmos nos dias de hoje que Jesus Cristo e a cristandade em geral é odiada pelos muçulmanos, erro imposto por questões políticas e má publicidade dos nossos media noticiosos.

Jesus ou Isa em árabe é para os muçulmanos um mensageiro de Deus que foi enviado aos filhos de Israel com uma nova escritura e ensinamentos.

O Corão, Livro Sagrado do Islão, escreve que Jesus nasceu de concepção virginal, um milagre que ocorrreu a comando de Deus ( Deus em árabe é Allah ).

Gruta dentro da Igreja da Natividade em Belém Palestina

Gruta onde Jesus Cristo Nasceu dentro da Igreja da Natividade em Belém Palestina

Para o ajudar na sua jornada na Terra, Jesus foi-lhe concedido o poder de praticar milagres, tudo com a permissão de Deus. De acordo com textos muçulmanos, Jesus não fora nem morto nem crucificado, diferindo um pouco da história ocidental de Cristo. Na verdade o Corão e todos os muçulmanos acreditam que Jesus Cristo em vez de ter sido crucificado e morto, foi antes subido aos céus, vivo para junto de Deus. As tradições muçulmanas narram que Jesus irá voltar à Terra perto do Dia do Julgamento para restaurar a paz, justiça e para derrotar um falso messias conhecido como anti-Cristo e todos os inimigos do Islão.

Na verdade, os muçulmanos vêm em Jesus um muçulmanos em que este pregou pela palavra de Deus, um só Deus para instalar a paz e compaixão entre as pessoas.

O Islão rejeita o facto de Jesus ser filho de Deus, ou ser Deus na Terra, em que este, Deus Todo Poderoso não tem forma e é em si uma unicidade impossível de ser representada na Terra. Jesus é visto tal como Mohammad (Profeta do Islão) como um profeta, anterior ao Islão. Mohammed precede a Jesus.

O Alcorão refere-se a Jesus em quinze capítulos e em noventa e três versos do Corão. Ele é designado nestas escrituras de várias maneiras: al-Masih (messias), nabi (profeta), rasul (mensageiro), Ibn Maryam (filho de Maria), min al-muiarraben (entre os que estão próximos de Deus), wadjih (digno de louvor neste mundo e no próximo), mubarak (abençoado) e Abd Allah (servo de Allah).

A questão da crucificação

(…) Os muçulmanos não acreditam que Isa tenha morrido na cruz, acontecimento sobre o qual assenta a teologia cristã. O Alcorão refere claramente que Isa foi levado para céu por Deus enquanto que outra pessoa foi crucificada (IV, 155-157). Para a tradição muçulmana o homem que morreu no seu lugar foi Judas ou Simão de Cirene, tendo as pessoas sido iludidas a acreditar na sua crucificação. Esta visão do corpo de Isa como uma ilusão já existia no docetismo, doutrina cristã do século II. De acordo com a visão islâmica Isa continua vivo no céu; a sua morte só acontecerá nos últimos dias do mundo, quando ele regressar à terra e viver uma vida comum. (…)

In WIKIPEDIA

Procura um Hotel em Belém? Hotéis em Belém

Partilhas

Página arquivada em:

Siga João Leitão VIAGENS no Google+

Deixe aqui o seu comentário ou opinião. Obrigado

Siga-me no Google+ e Facebook

E-book de Viajar no Iraque

Depois de uma aventura fantástica, escrevi um diário de viagem dos 13 dias saindo de Istambul até ao Norte do Iraque. Compre o meu eBook de viagens. ebook viagens

Pesquise Hotéis

Quer Viajar em Marrocos?

marrocos
Partilhas