🐪 » 7 dias em Marrocos 430 euros desde Marrakech até ao Deserto do Saara através do Marrocos.com « 🐪

🌍 Visitar Luxor, Guia de Viagem – Dicas, Roteiros, Mapas, Fotos

Actualizado em 6 Maio, 2017

Quer visitar Luxor?

Visitar Luxor, Guia de Viagem - Dicas, Roteiros, Mapas, Fotos

Visitar Luxor, Guia de Viagem – Dicas, Roteiros, Mapas, Fotos

Guia de Viagem de Luxor

Luxor é a capital egípcia do turismo. Anterior à desastrosa Primavera Árabe, esta cidade tinha dezenas de navios cruzeiro e hotéis cheios de turistas. Hoje em dia a cidade, e como a maioria do resto do Egipto, estão desertos, sem ninguém.

Nesta página você encontra:

  • Visitar Luxor – o mais importante a saber
  • Dicas rápidas para Luxor
  • Vídeo Luxor
  • Os 13 Melhores Locais de Luxor
  • O que visitar em Luxor
  • Mapa dos Monumentos de Luxor
  • Fotos de Luxor
  • Alojamento em Luxor
  • Celebrações e Feriados em Luxor
  • Roteiros em Luxor: 1 dia, 2 dias, 3 dias

Visitar Luxor – O importante a saber

Foto do nascer do Sol em Luxor com balão no horizonte

Foto do nascer do Sol em Luxor com balão no horizonte

Antiga cidade de Tebas, esta foi a sede do poder faraónico egípcio durante 1350 anos. Luxor é o mais importante destino de férias no Vale do Nilo, especialmente para aqueles interessados em arqueologia e na história do antigo Egito. Esta região é riquíssima em templos, túmulos, monumentos e relíquias da história ancestral do Egito.

Quando você chegar a Luxor vai-se deparar com uma questão importante:

Ficar na Margem Ocidental ou na Margem Oriental?

Vista aérea de uma aldeia perto de Luxor

Vista aérea de uma aldeia perto de Luxor

Dizem os guias, que do lado onde eu fiquei a dormir é o lado dos Mortos e o outro é o lado dos vivos. Mas eu queria ficar a dormir na margem Ocidental do Rio Nilo. Porquê? Bem, é aqui que se encontram grande parte dos monumentos como o Vale dos Reis, o Vale das Rainhas, o Templo mortuário da Rainha Hatshepshut, o Vale dos Nobres, o Templo de Medinet Habu, etc.

Barco felucca no Rio Nilo em Luxor

Barco felucca no Rio Nilo em Luxor

Na margem Oriental do Rio, na dita “Luxor Nova” estão dois grandes templos, os mais importantes de Luxor e do país: o Templo de Karnak – o maior dos templos do antigo Egipto – e o Templo de Luxor. Ora então porque não ficar do lado dos templos mais importantes?

Foto da fachada principal do Templo mortuário da Rainha Hatshepsut

Foto da fachada principal do Templo mortuário da Rainha Hatshepsut

Bem, há uma cidade grande (Margem Oriental) e um conjunto de pequenas aldeias e monumentos espalhados pelo deserto a dentro (Margem Ocidental). Daí o porquê desta escolha. Preferi ficar longe da confusão, dos carros e do barulho.

Dicas rápidas para Luxor:

  • Fique alojado na West Bank do rio
  • Faça uma viagem de balão de ar quente
  • Visite o Vale dos Reis e o Vale das Rainhas
  • Pode alugar uma bicicleta e percorrer tudo tranquilamente

Vídeo Luxor Tour of Ancient Egypt:

Vídeo muito bom para podermos ver as diferentes partes turísticas desta linda cidade.


Os 13 Melhores Locais de Luxor
  1. Templo de Karnak
  2. Templo de Luxor
  3. Vale dos Reis
  4. Vale das Rainhas
  5. Templo mortuário da Rainha Hatshepshut
  6. Vale dos Nobres
  7. Museu de Luxor
  8. Templo de Medinet Habu
  9. Museu da Mumificação
  10. Ramesseum
  11. Ruínas de Deir el-Medina
  12. Palácio de Malkatta
  13. Colossos de Mêmnon

O que visitar em Luxor

Luxor tem imenso para ver, por isso é conveniente organizar um pouco a sua visita para conseguir ver o máximo possível, de forma mais organizada, contribuindo assim para usufruir de umas férias mais proveitosas.

Templo de Luxor

Foto Templo de Luxor à noite

Foto Templo de Luxor à noite

Localizado quase no centro da cidade, o Templo de Luxor é mais pequeno do que o de Karnak. Este templo é dedicado à trilogia de Tebas: o Deus Amon, sua esposa Mut e o seu filho Khonsu. Este templo era usado apenas uma vez por ano, pela ocasião do festival de Opet, celebrado durante o segundo mês das inundações do Nilo.

Foto do impressionante Templo de Luxor

Foto do impressionante Templo de Luxor

Visitar o Templo de Luxor à noite é uma experiência única. Local fantástico, o Templo de Luxor foi começado a construir na época de Amenhotep III, que governou o Egipto entre 1389 a.C.- 1351 a.C. Foi posteriormente aumentado por Ramsés II.

O que visitar no Templo de Luxor:

  • Pátio de Amenófis III (Amenhotep)
  • Pátio de Amenófis II e Obelisco
  • Hall das colunatas de Amenófis III e Tutancámon
  • Santuário de Ámon
  • Sala do Rei e Santuário romano
  • Santuário romano
  • Igreja de St. Thecla
  • Mesquita Abu El Haggag
  • Museu ao Ar Livre

Templo de Karnak

Foto de vista geral do Templo de Karnak

Foto de vista geral do Templo de Karnak

Situado nas margens do Rio Nilo, Karnak é um enorme complexo com mais de 1.5 km de comprimento e 700 metros de largura. Este templo foi dedicado a Ámon, representado por um leão com cabeça de carneiro.

Karnak foi construído durante o Império Novo (1580-1085 aC.) e esteve em re-construção permanente durante 1500 anos até chegar ao seu estado actual.

Coluna no Templo de Karnak

Coluna no Templo de Karnak

Vista geral do Templo de Karnak

Vista geral do Templo de Karnak

O grande salão de pilares é composto por 134 colunas de pedra maciça. A parte Norte é dedicada a Sethi I enquanto que a parte Sul é dedicada a Ramsés II.

Foto do Lago Sagrado de Karnak

Foto do Lago Sagrado de Karnak

Obelisco do Templo de Karnak

Obelisco do Templo de Karnak

O tribunal de Amenófis III era composto de quatro obeliscos dos quais só resta um – construído pela rainha Hatshepsut – com 30 metros de altura e 350 toneladas de peso.

O que visitar no Templo de Karnak:

  • Recinto de Amon-Rá
  • Recinto de Mut
  • Recinto de Montu
  • Templo de Amenófis IV
  • Templo de Ramsés II
  • Lago Sagrado
  • Templo de Khonsu
  • Hall Hipostilo
  • Templo de Opet

Vale dos Reis

Foto da margem Ocidental de Luxor com o Vale dos Reis

Foto da margem Ocidental de Luxor com o Vale dos Reis

Foi na margem esquerda do Nilo, o lugar escolhido para Tebas enterrar os seus mortos. A aldeia de Qurna pouco mudou desde então. Os seus habitantes são gente simples como agricultores e artesãos há milhares de anos. Ao visitarmos a aldeia e seus habitantes, deparamo-nos com o toque da eternidade.

Antes de chegarmos ao vale propriamente dito, notamos duas estátuas gigantescas do faraó Amenófis III chamadas de “Os Colossos de Mêmnon”.

Foto de um dos Colossos de Mêmnon e do Templo de Hatshepsut à noite

Foto de um dos Colossos de Mêmnon e do Templo de Hatshepsut à noite

Todos os túmulos reais deste lugar pertencem aos governantes da 18ª Dinastia egípcia (ano 1550-1069 a.C.). Quem escolheu este vale remoto para cavar as suas sepulturas, estava na esperança que os saqueadores de tombas não os descobrissem. Mas a história relata que eles foram saqueados desde o momento da sua própria construção. É por isso que a descoberta do famoso túmulo de Tutancámon (Tutankhamon) em 1922 – totalmente intacto – foi um evento importantíssimo para a arqueologia mundial.

O que visitar no Vale dos Reis:

  • Túmulo de Tutmósis III (KV 34) ano 1479-1425 a.C.
  • Túmulo de Amenhotep II (KV 35) ano 1425-1400 a.C.
  • Túmulo de Tutmosis IV (KV 43) ano 1400-1390 a.C.
  • Túmulo de Tutancámon (KV 62) ano 1336-1327 a.C.
  • Túmulo de Ay (KV 23) ano 1327-1323 a.C.
  • Túmulo de Horemheb (KV 57) ano 1323-1295 a.C.
  • Túmulo de Ramsés I (KV 16) ano 1295-1294 a.C.
  • Túmulo de Seti I (KV 17) ano 1294-1279 a.C.
  • Túmulo de Ramsés II (KV 7) ano 1279-1213 a.C.
  • Túmulo de Merenptah (KV 8) ano 1213-1203 a.C.
  • Túmulo de Seti II (KV 15) ano 1200-1194 a.C.
  • Túmulo de Siptah (KV 47) ano 1194-1188 a.C.
  • Túmulo de Tawosret (KV 14) ano 1188-1186 a.C.
  • Túmulo de Ramsés III (KV 11) ano 1184-1153 a.C.
  • Túmulo de Ramsés IV (KV 2) ano 1153-1147 a.C.
  • Túmulo de Ramsés VI (KV 9) ano 1143-1136 a.C.
  • Túmulo de Ramsés VII (KV 1) ano 1136-1129 a.C.
  • Túmulo de Ramsés IX (KV 6) ano 1126-1108 a.C.
  • Túmulo de Montuhirkopshef (KV 19) ano 1000 a.C.

Vale das Rainhas

Foto da vista do Vale das Rainhas em Luxor

Foto da vista do Vale das Rainhas em Luxor

O Vale das Rainhas é um complexo de sepulturas que fica localizado no lado Ocidental do Rio Nilo. Neste cemitério foram sepultadas imensas rainhas, e restante família real pertencente ao Império Novo, essencialmente das XIX e XX dinastias. São na sua totalidade, cerca de oitenta túmulos. As sepulturas têm inscrições de identificação com as iniciais “QV” para – Queen Valley – e um número em frente, sendo que a mais visitada é a sepultura QV66, da Rainha Nefertari, a principal esposa do Faraó Ramsés II. Este lugar tem imensos nomes para além de Vale das Rainhas, pois é também conhecido e chamado de “O Lugar da Beleza”, “O Grande Vale” ou “O Vale do Sul”. Foi o arqueólogo italiano Ernesto Schiaparelli que, entre os anos 1903 e 1905, se dedicou às escavações destes túmulos.

Templo mortuário da Raínha Hatshepshut

Foto do Templo mortuário da Rainha Hatshepsut

Foto do Templo mortuário da Rainha Hatshepsut

Hatshepsut foi uma rainha-faraó do Antigo Egipto da XVIII Dinastia do Império Novo, no início do século XV a.C.. Reinou durante vinte anos pacíficos e prósperos, economicamente falando.

Figuras e hieróglifos na parede do Templo de Hatshepsut

Figuras e hieróglifos na parede do Templo de Hatshepsut

Hatshepsut nasceu em Tebas e era a filha mais velha do Rei Tutmés I e da Rainha Amósis. Chegou ao reinado quando o seu pai morreu, quando tinha cerca de 24 anos, momento em que casou com o seu meio-irmão Tutmés II, uma tradição que levava os membros da família real a casarem entre si.

Guia a explicar o significado das figuras e hieróglifos na parede do Templo de Hatshepsut

Guia a explicar o significado das figuras e hieróglifos na parede do Templo de Hatshepsut

Vista da lateral da avenida das esfinges do Templo de Hatshepsut

Vista da lateral da avenida das esfinges do Templo de Hatshepsut

Escultura da Rainha Hatshepsut

Escultura da Rainha Hatshepsut

Tutmés II morreu, sendo que o seu sucessor, enteado de Hatshepsut, ainda era uma criança, não conseguindo governar. Assim, Hatshepsut assumiu o poder como regente, representando todo o poder do Tutmés III, chegando a assumir, mais tarde, a qualidade de faraó e governar com todos os seus direitos. Morreu com 37 anos de idade e foi sepultada na sepultura KV20.

Templo de Medinet Habu

Medinet Habu é o templo da sepultura de Ramsés III, em Luxor. O segundo faraó da XX dinastia egípcia, considerado o último faraó do Império Novo com máxima autoridade sobre o território, escolheu este lugar para construir o seu templo funerário. Fica ao lado de Ramesseum, onde se encontra Ramsés II, ao lado de sua mãe. Ramsés III foi um faraó da dinastia XX, que governou cerca de 67 anos no século XIII a.C.. Esta altura foi representativa de muito poder e glória no Egipto. Ao construir o seu templo, queria que as pessoas nunca o esquecessem, que existisse “para sempre” um lugar para que fosse feito o culto ao faraó, a um Deus na terra, permanecendo a memória viva da sua passagem por este mundo. E na verdade conseguiu, é dos templos mais conhecidos de todos, pela sua imponência e importância arquitectónica, tal como artística, onde se encontram imensas inscrições que falam das aventuras, derrotas e vitórias contra os povos do mar durante o reinado deste faraó. O templo tem cerca de 150 metros de compriment e as suas paredes encontram-se bem conservadas. A entrada é caracterizada por um portão fortificado (migdol), sendo que no seu interior encontramos várias capelas de adoração, nomeadamente as capelas de Amenirdis I, Chepenuepet II e Nitiqret. O pátio aberto está ilustrado por imensas e impressionantes estátuas de Ramsés III.

Museu da Mumificação

O Museu da Mumificação dedica-se à arte da mumificação do Antigo Egipto, o qual está localizado na cidade de Luxor, mais propriamente erguido na montanha em frente ao Palace Hotel. Daqui temos uma vista lindíssima para o Rio Nilo. Este museu tem como função dar a entender aos visitantes como era feita a mumificação, assim como quais eram os seus processos e o porquê dela. É considerada uma verdadeira arte, uma vez que tem um procedimento bastante delicado, resumindo-se numa técnica de embalsamamento (aplicada também em outros seres animais). Neste museu poderá ver todas as ferramentas utilizadas para a prática desta técnica, assim como também imensos gatos, peixes e crocodilos embalsamados. Foi o presidente Hosni Mubarak que decidiu abrir este museu em 1997, o qual conta com uma área de cerca de 2000 m2, composto por: Salão de Artefactos; Auditório; Sala de Vídeo e Cafetaria.

O que visitar no Museu da Mumificação:

  • Os Deuses do Antigo Egipto
  • Materiais de Embalsamento
  • Materiais Orgânicos
  • Formol
  • Ferramentas de Mumificação
  • Amuletos
  • Caixão de Padiamun
  • Múmia de Masaherta
  • Animais Embalsamados

Ramesseum

Estátuas faraónicas na entrada de Ramesseum

Estátuas faraónicas na entrada de Ramesseum

Ramesseum é o templo funerário do faraó Ramsés II, na cidade de Luxor, encontrando-se situado na zona Ocidental de Tebas. Para além de ser dedicado a este regente, era dedicado também ao Deus Amon. Hoje em dia, é um monumento que se encontra bastante em ruínas, embora ainda assim atraia imensos turistas e curiosos para o conhecer de perto. A estátua imponente de Ramsés II em posição sentada, foi uma obra artística que sempre impressionou qualquer um, mas hoje em dia apenas restam alguns fragmentos. Nas paredes deste templo, foram ilustrados a Batalha de Kadesh e a celebração e culto ao Deus Min. É um dos templos mais impressionantes de todos, Ramsés queria ser adorado depois da sua morte, queria que a sua memória se mantivesse para sempre viva. Este templo demorou cerca de vinte anos a ser construído, e o complexo arqueológico é composto por vários pátios, estátuas gigantes e várias salas enormes. Todo o edifício é decorado com cenas militares e batalhas, as quais o faraó comandou, especialmente a de Kadesh. Foi encontrado aqui um papiro, o qual continha a obra literária “Conto do Camponês Eloquente”, tal como alguns textos com conteúdo medicinal.

Ruínas de Deir el-Medina

Oficinas de alabastro na aldeia de Deir el-Medina em Luxor

Oficinas de alabastro na aldeia de Deir el-Medina em Luxor

Deir el-Medina era uma aldeia de artesãos no Antigo Egipto, onde viviam os trabalhadores que construíam os templos e os túmulos dos faraós e de todos os membros pertencentes às famílias reais durante a era do Império Novo. Deir el-Medina tem como significado em português “O Convento da Aldeia”, proveniente do facto de quando os árabes aqui chegaram e conquistaram o Egipto, existia aqui uma pequena igreja cristã. No entanto, uma vez que a aldeia está localizada às margens ocidentais do Rio Nilo, já foi conhecida como “O Local de Maat, a Ocidente de Tebas”.

Casa com vaca na aldeia de Deir el-Medina em Luxor

Casa com vaca na aldeia de Deir el-Medina em Luxor

Esta aldeia teve vida durante cerca de 500 anos, embora tenha sido abandonada no ano de 1050 a.C. devido às tempestades de areia, cobrindo-a por completo. Foi redescoberta por arqueólogos, apenas no século XX. Quem a fundou foi Tutmés I, faraó da Dinastia XVIII, era um lugar conhecido por ter muita abundância e beleza nos objectos aqui trabalhados, uma vez que eram as pessoas que trabalhavam na arte e na decoração dos templos reais. Basicamente, as pessoas que aqui viviam, trabalhavam para o bem-estar da família real.

Colossos de Mêmnon

Colossos de Mêmnon à noite

Colossos de Mêmnon à noite

Os Colossos de Mêmnon são duas estátuas de tamanho imponente, nas quais estão esculpidas a figura física do faraó Amenófis III, da XVIII Dinastia. Situam-se na necrópole da cidade de Tebas, mais propriamente a Oeste da cidade de Luxor. A função destas duas obras de escultura impressionantes é a de guardar o templo funerário do faraó, fazendo de todos os templos da Antiguidade, um dos maiores. Hoje em dia, encontra-se bastante deteriorado devido às inundações do Rio Nilo, mas as estátuas encontram-se ainda representadas, com a figura de Amenófis sentado no trono, com as mãos pousadas nos seus joelhos, sendo que ao lado das suas pernas, está a sua mãe (Mutemuia) de um lado e a sua esposa principal (Rainha Tié), do outro. O material das estátuas é em quartzito, o qual pesa, por estátua e na sua totalidade, cerca de 1300 toneladas, e conta com 18 metros de altura.


Mapa dos Monumentos de Luxor

Mapa dos Monumentos de Luxor

Mapa dos Monumentos de Luxor


Fotos de Luxor

Nascer do Sol em Luxor

Foto do nascer do Sol em Luxor

Foto do Templo de Karnak

Foto do Templo de Karnak

Entrada do Templo de Karnak em Luxor

Entrada do Templo de Karnak em Luxor

Foto do Templo mortuário da Rainha Hatshepsut

Foto do Templo mortuário da Rainha Hatshepsut

Foto de hieróglifos na parede do Templo de Hatshepsut

Foto de hieróglifos na parede do Templo de Hatshepsut

Figuras e hieróglifos na parede do Templo de Hatshepsut

Figuras e hieróglifos na parede do Templo de Hatshepsut

Hieróglifos na parede do Templo de Hatshepsut

Hieróglifos na parede do Templo de Hatshepsut

Rampa de subida para o Templo de Hatshepsut

Rampa de subida para o Templo de Hatshepsut

Colunas no Templo de Hatshepsut

Colunas no Templo de Hatshepsut

Foto de barcos para passeios no Rio Nilo em Luxor

Foto de barcos para passeios no Rio Nilo em Luxor

Pôr do Sol na marina de Luxor

Pôr do Sol na marina de Luxor

Estação do Comboio de Luxor

Estação do Comboio de Luxor

Foto da aldeia de Deir el-Bahri em Luxor

Foto da aldeia de Deir el-Bahri em Luxor

Centro de Luxor com entrada para o mercado souk

Centro de Luxor com entrada para o mercado souk

Loja de especiarias e chá no centro de Luor

Loja de especiarias e chá no centro de Luor

Beira rio em Luxor

Beira rio em Luxor

Mesquita em Luxor

Mesquita em Luxor

Vista de praça com o Templo de Luxor ao longe

Vista de praça com o Templo de Luxor ao longe

Casas na cidade nova de Luxor perto do Templo de Karnak

Casas na cidade nova de Luxor perto do Templo de Karnak

Obelisco do Templo de Karnak

Obelisco do Templo de Karnak

Inscrições nas paredes do Templo de Karnak

Inscrições nas paredes do Templo de Karnak

Foto de colunas com hieróglifos no Templo de Karnak

Foto de colunas com hieróglifos no Templo de Karnak

Foto de colunas no Templo de Karnak

Foto de colunas no Templo de Karnak

Foto da entrada do Templo de Luxor à noite

Foto da entrada do Templo de Luxor à noite


Alojamento em Luxor

Cidade turística por excelência, Luxor tem todas as infra-estruturas necessárias para receber visitantes.

Hilton Luxor Resort & Spa
Hilton Luxor Resort & Spa

Hilton Luxor Resort & Spa

Hotel da famosa cadeia Hilton. Este é possivelmente o melhor hotel da cidade, situado mesmo na margem do Rio Nilo, a zona da piscina dá mesmo para a água – linda vista.

Como se é de esperar este hotel tem todas as características que podemos esperar de um hotel de 5 estrelas, serviço Spa, diferentes restaurantes, quartos luxuosos e equipados, etc. Se você procura o melhor, este é o melhor.

Preços: O preço de um quarto duplo ou suite varia de 89€ a 369€ com pequeno-almoço (café da manhã).

Contactos do Hilton Luxor Resort & Spa

Hotel Nour El Balad
Hotel Nour El Balad em Luxor

Hotel Nour El Balad em Luxor

Localizado junto ao templo de Medinet Habu, o hotel Nour El Balad está a 2 km do Vale das Rainhas e do Templo de Hatshepsut. Dispõe de acesso Internet Wi-Fi grátis.

Fiquei neste hotel durante 3 noites. Os quartos são muito confortáveis, com casa-de-banho privativa e uma decoração tradicional. A comida é muito boa e de grande variedade. O meu quarto tinha uma janela que dava para uma árvore onde pela manhã uma senhora vinha pôr uma vaca e um cavalo. Bela vista matinal.

O Hotel Nour El Balad fica dentro de um pequeno oásis com vista para o deserto e para as montanhas rochosas onde está o Vale das Rainhas.

Preços: O preço de um quarto duplo é de 30€ com pequeno-almoço (café da manhã).

Como chegar ao hotel: Apanhar um barco na margem oriental da cidade, depois apanhar um táxi até ao hotel. Este está a 500 metros do Templo de Medinat Habu.

Contactos do Hotel Nour El Balad

  • Endereço: West Bank, Habou Temple, Luxor, Egipto
  • Telefone: +20 952 060111
  • Reservas: Hotel Nour El Balad
Villa Diletta Luxor
Villa Diletta em Luxor

Villa Diletta em Luxor

Este hotel fica a 150 metros do templo de Luxor e a 3km do Templo de Karnak. Com vista para o Rio Nilo esta casa de hóspedes oferece Internet Wi-fi grátis, TV, A/C e terraço para tardes a descansar e aproveitar o anoitecer na cidade. Villa Diletta Luxor fica situado na West Bank – Margem Ocidental.

Preços: O preço de um quarto duplo é de 11€ com pequeno-almoço (café da manhã).

Contactos do Villa Diletta Luxor


Alugar Bicicleta em Luxor

Alugar Bicicleta em Luxor

Alugar Bicicleta em Luxor

Eu aluguei uma bicicleta durante 3 dias e explorei os vários monumentos e templos da cidade. Num dos dias fui até à Margem Oriental e levei a bicicleta no barco.

Na outra margem visitei o Templo de Luxor, o Templo de Karnak, fui almoçar, fui à estação de comboios ver os horários e bilhetes do comboio Luxor Cairo, fui ver a parte nova da cidad e comer um gelado com vista para o Rio Nilo, durante o pôr-do-Sol.

Como alugar uma bicicleta?

Praticamente todos os hotéis de Luxor alugam bicicletas. Os preços variam de 10 a 15 Libras Egípcias dependendo do número de dias. Eu aluguei no Hotel Nour El Balad.


Roteiros em Luxor

Algumas ideias de roteiros para você preparar as suas férias em Luxor de maneira independente. Itinerários de turismo em Luxor no Egito. Vai precisar de pelo menos 2 ou 3 dias para conseguir ver os monumentos mais importantes da cidade.

1 Dia em Luxor: passo-a-passo
Manhã: Vale dos Reis, Templo de Madenat Habu, Templo de Hatshepsut
Tarde: Templo de Karnak, Templo de Luxor, souk (mercado)
2 Dias em Luxor: passo-a-passo
Dia 1 Manhã: Vale dos Reis, Vale das Rainhas
Dia 1 Tarde: Ramesseum, Ruínas de Deir el-Medina, Templo de Hatshepsut
Dia 2 Manhã: Passeio de barco no Nilo para nascer do Sol, Museu de Luxor, Templo de Karnak
Dia 2 Tarde: Templo de Luxor, souk (mercado)
3 Dias em Luxor: passo-a-passo
Dia 1 Manhã: Vale dos Reis, Vale das Rainhas
Dia 1 Tarde: Ramesseum, Ruínas de Deir el-Medina, Templo de Hatshepsut
Dia 2 Manhã: Passeio de barco no Nilo para nascer do Sol, Museu de Luxor, Templo de Karnak
Dia 2 Tarde: Templo de Luxor, souk (mercado)
Dia 3 Manhã: Passeio de balão de ar quente para nascer do Sol, Palácio de Malkatta, Colossos de Mêmnon, Museu da Mumificação
Dia 3 Tarde: Vale dos Nobres, Beira rio beber chá sentar num café, Templo de Luxor à noite



Kit de Viagem:

  • Onde eu reservo alojamento? Encontre os melhores hotéis e promoções através do Booking.com
  • Eu reservo sempre o meu carro online através do Rentalcars.com
  • Quer estar prevenido? Faça o seu seguro de viagem através do Worldnomads.com
  • 7 dias em Marrocos 430 euros desde Marrakech até ao Deserto do Saara através do Marrocos.com
  • Quer viajar e ter sempre Internet? Faça como eu e compre o aparelho da SkyRoam.com

Deixe o seu comentário aqui:

Os comentários deste blog de viagens são via facebook.





Siga nas redes sociais:

Facebook Twitter Google+ Instagram Pinterest Stumbleupon Tumblr YouTube Blog Lovin

Blog de viagens mencionado em:

Blog de viagens nos Media

📷 Seguir @joaoleitaoviagens no Instagram