🐪 » Viagem de grupo 7 dias em Marrocos por 430 Euros » Marrakech até Deserto do Saara » Mais info em MARROCOS.COM « 🐪

🌍 Visitar Caiena (Cayenne), Guia de Viagem – Dicas, Roteiros, Mapas, Fotos

Actualizado em 22 Agosto, 2017

Quer visitar Caiena (Cayenne)?

VISITAR CAIENA

VISITAR CAIENA

Guia de Viagem a Caiena

Caiena (Cayenne), é uma cidade com cerca de 100.000 habitantes, capital deste pedaço de Europa na América do Sul que é a Guiana Francesa – França. Caiena foi fundada por colonos franceses em 1643, em terras adquiridas aos índios Galibi. Segundo a lenda, o nome da localidade advém precisamente dessa comunidade, sendo o nome do filho do rei Cépérou, que pelos seus actos impressionou o pai que permitiu que fosse dado o seu nome à aldeia. O centro histórico de Caiena tem muitos edifícios estilo colonial. Visitar a Guiana Francesa e não passar por Caiena, é deixar para trás um destino importante que vale a pena conhecer.

Nesta página você encontra:

  • Visitar Caiena – o mais importante a saber
  • Dicas rápidas para Caiena
  • Vídeo Música e Dança nas ruas de Caiena
  • Os 8 Melhores Locais de Caiena
  • O que visitar em Caiena
  • Mapa dos Monumentos de Caiena
  • Fotos de Caiena
  • Alojamento em Caiena
  • Alugar carro em Caiena
  • Celebrações e Feriados em Caiena
  • Roteiros em Caiena: 1 dia, 2 dias, 3 dias

Visitar Caiena – O importante a saber

CAIENA, GUIANA FRANCESA

CAIENA, GUIANA FRANCESA

Caiena não tem uma longa lista de locais a visitar, mas vale pelo seu conjunto, que transpira o ambiente clássico dos tempos coloniais, com um centro histórico pequeno mas cheio de antigas casas pintadas de cores garridas. Existem uns quantos museus, um par de fortes antigos e nas suas imediações encontram-se praias com alguma qualidade e condições excelentes para a prática de surf. O mercado dos legumes e o mercado do peixe são pitorescos e o Carnaval da Cayenne é algo que vale a pena ver.

Durante a minha visita a Caiena, fiquei uma semana em casa de uns franceses muito simpáticos que conheci e que me receberam a a partir do site Couchsurfing.org. Tive a sorte de um dos rapazes fazer parte de uma associação de preservação e cuidado das tartarugas e fui com ele à praia para ver as tartarugas chegarem do mar e também, as pequenas saírem dos ovos e correrem em direcção das águas.

CAIENA

CAIENA

Dicas rápidas para Caiena:

  • Acorde cedo e seja o primeiro a entrar nos monumentos, museus ou outros locais de interesse
  • Suba ao Fort Cépérou – a melhor vista da cidade
  • Tenha cuidado com os seus pertences
  • Apesar de ser muito cliché e turístico, beba um sumo / suco na Place des Palmistes
TARTARUGAS EM CAIENA

TARTARUGAS EM CAIENA

Para saber quando ir a Caiena, você precisa de se informar um pouco melhor acerca das suas estações e do clima. A melhor altura para visitar Caiena é durante a estação seca, entre os meses de Agosto e Novembro.

Vídeo Música e Dança nas ruas de Caiena

Os 8 Melhores Locais de Caiena
  1. Fort Cépérou
  2. Place des Palmistes
  3. Salines de Montjoly
  4. Fort Diamant
  5. Cathédrale Saint-Sauveur de Cayenne
  6. Musée des Cultures Guyanaises
  7. Jardim Botânico de Caiena
  8. Tartarugas na Praia do Hotel Novotel

O que visitar em Caiena

CAIENA (CAYENNE)

CAIENA (CAYENNE)

Caiena na Guiana Francesa tem imenso para ver, por isso é conveniente organizar um pouco a sua visita para conseguir ver o máximo possível, de forma mais organizada, contribuindo assim para usufruir de umas férias mais proveitosas.

1- Fort Cépérou

O Fort Cépérou localiza-se no Monte Cépérou, no centro de Cayenne. Na realidade, é o núcleo histórico em redor do qual a cidade se desenvolveu, tendo sido construído em terrenos adquiridos por colonos franceses aos índios Galibi segundo um plano. De lá têm-se excelentes vistas sobre a cidade e sobre o estuário Fleuve de Cayenne, mas o acesso apesar de possível é limitado pela proximidade de instalações militares. Há pouco tempo atrás toda a estrutura se encontrava bastante negligenciada e a torre sineira, construída no século XIX, ameaçava derrocada, pelo que se encontrava isolada para prevenir acidentes. Contudo, em 2016 foi levada a cabo uma requalificação do local.

2- Place des Palmistes

A Place des Palmistes é a praça principal da cidade de Cayenne, destacando-se pelas características palmeiras que lhe deram o nome. No seu centro destaca-se a Coluna da República, um monumento erigido em 1890 para comemorar a queda da Bastilha durante a Revolução Francesa. No seu topo encontra-se um busto de Marianne, criado por Paul Lecreux. Noutro ponto da praça foi inaugurada em 1957 a estátua de Félix Éboué, um afamado político local. Ambos os monumentos assim como a própria praça estão classificados como Monumento Nacional de França. É o local de eleição pelos habitantes da cidade para o serão, sendo bastante animada por essa altura.

3- Salines de Montjoly

As salinas de Montjoly, junto à localidade com o mesmo nome e a cerca de 10 km de Cayenne, não são na realidade salinas. Nunca ali existiu qualquer tipo de extracção de sal e o seu nome deve resultar dos depósitos de sal resultantes da evaporação natural da água do mar que formam ali uma lagoa. Existe no local um trilho de caminhada não circular com cerca de 1,5 km de extensão enriquecido com numerosos painéis explicativos. É um excelente passeio, que proporciona um contacto próximo com a vegetação característica da Guiana, especialmente com o mangal, sendo também muito apreciado pelos observadores de aves. O regresso pode ser feito pela praia.

4- Fort Diamant

Este forte localiza-se junto à foz do rio Mahury, tendo sido construído entre 1840 e 1849. No mesmo local tinha já existido uma fortificação que esteve envolvida nos combates aquando da invasão portuguesa da Guiana Francesa, em 1809. Contudo a fortificação que hoje podemos visitar perdeu rapidamente significado estratégico, tendo sido abandonada, com excepção da época da Segunda Guerra Mundial (1939-1945), quando foi temporariamente guarnecido. Foi classificado como Monumento Histórico de França em 1980 e desde então foi alvo de duas acções de requalificação. A área de edificação tem 150 m2, sendo composto por uma bateria onde se encontravam as peças de artilharia, em forma de meia-lua, virada para a água, um baluarte que defenderia o forte de ataques por terra e uma fortificação entre estes espaços. Hoje em dia são ali organizadas exposições temporárias.

5- Cathédrale Saint-Sauveur de Cayenne

Os trabalhos de construção da Cathédrale Saint-Sauveur iniciaram-se em 1823, tendo-se prolongado até 1833, mas apenas em 1874 a igreja foi oficialmente inaugurada, quando o altar principal, o púlpito e o confessionário da capela que existia na colónia penal de Ilet de la Mère foram para ali mudados. Em 1933 o primeiro bispo da Guiana, Monseigneur Courtay , anunciou a elevação do estatuto da igreja a catedral e em 1952 foi ampliada. Desde 1992 está classificada como Monumento Histórico. Já nos primeiros anos do século XXI o interior, a torre sineira e as paredes exteriores foram restauradas. A igreja mantém o estilo colonial e é o principal edifício religioso da Guiana Francesa.

6- Musée des Cultures Guyanaises

Este museu está alojado numa bonita casa crioula no centro da Cayenne. A propriedade pertenceu a Herménégilde Tell, sogro do famoso político local Félix Éboué. Foi fundado em 1995, tendo a categoria de “Museu de França”. A sua colecção incide sobre aspectos etnográficos, cobrindo artefactos provenientes dos vários grupos étnicos que constituem a população da Guiana, incluindo as vagas mais recentes, como os brasileiros e os haitianos. Existem também objectos arqueológicos e um fundo documental considerável. Num edifício anexo são apresentadas regularmente exposições temporárias. O museu pode ser visitado de Segunda a Sexta-feira de manhã e de tarde e aos Sábados só de manhã.

7- Jardim Botânico de Caiena

Este jardim botânico ocupa uma área de 3 hectares, localizando-se ao fundo da Avenida Charles de Gaulle, junto à Universidade. O jardim foi oficialmente fundado em 1879, nessa altura com o nome de Jardin du Roi, mas existem referências anteriores à existência de um jardim botânico na cidade. O arboretum contém uma série de espécies de árvores comuns na Guiana, endémicas ou não, com legendas informativas bastante completas. O jardim botânico é o maior espaço verde da cidade e sendo bastante central é muito procurado pelos locais para um momento de descanso e frescura. É comum o espaço ser utilizado para a realização de eventos, oficiais e privados.

Roteiros em Caiena

ROTEIRO CAIENA

ROTEIRO CAIENA

Algumas ideias de roteiros para você preparar as suas férias em Caiena de maneira independente. Itinerários de turismo em Caiena na Guiana Francesa.

1 Dia em Caiena: passo-a-passo
Manhã: Brevemente…
Tarde: Brevemente…
2 Dias em Caiena: passo-a-passo
Dia 1 Manhã: Brevemente…
Dia 1 Tarde: Brevemente…

Dia 2 Manhã: Brevemente…
Dia 2 Tarde: Brevemente…

Procura um Hotel em Caiena? Hotéis em Caiena

Siga no Twitter, Facebook, Instagram e Pinterest. Partilhe esta página e deixe o seu comentário.


Deixe o seu comentário aqui:

João Leitão - O autor do blog:

VIVA! Sou o João - blogger de viagens. Com 20 anos de experiência como viajante independente, explorei mais de 128 países em África, Antártica, Ásia, Europa, América do Norte e Central, América do Sul e Oceânia. Bem-vindos ao meu blog de viagens, onde partilho informação prática de viagem para o motivar a sair de casa! Siga nas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram, Pinterest e YouTube.

Kit de Viagem:

  • Onde eu reservo alojamento? Encontre os melhores hotéis e promoções através do Booking.com
  • Eu reservo sempre o meu carro online através do Rentalcars.com
  • Quer estar prevenido? Faça o seu seguro de viagem através do Worldnomads.com
  • 7 dias em Marrocos 430 euros desde Marrakech até ao Deserto do Saara através do Marrocos.com
  • Quer viajar e ter sempre Internet? Faça como eu e compre o aparelho da SkyRoam.com
* Esta página tem links de afiliados. Quando você reserva algo através deste blog, eu retenho uma pequena comissão que não altera o preço final. Obrigado!

Blog de viagens mencionado em:

Blog de viagens nos Media

« Seguir @joaoleitaoviagens no Instagram »