🐪 Venha conhecer Marrocos « Viagem de grupo 7 dias por 430 Euros » Marrakech até Deserto do Saara 🐪

Visitar Sydney, Guia de Viagem – Dicas, Roteiros, Mapas, Fotos

João Leitão
Actualizado em 9 Julho, 2018

Quer visitar Sydney?

VISITAR SYDNEY

VISITAR SYDNEY

Guia de Viagem a Sydney

Sydney fica na costa do Mar da Tasmânia a sudeste do país e pertence à região de Nova Gales do Sul (New South Wales). É a cidade mais populosa da Austrália e mesmo não sendo a capital do país é a primeira cidade em que pensamos quando se fala da Austrália. Sydney é uma grande metrópole que desde a chegada dos primeiros colonos Britânicos, no final do século XVII, passou a ser destino de imigrantes de todo o mundo. É uma cidade vibrante, moderna, cosmopolita e multicultural. Visitar a Austrália e não passar por Sydney, é deixar para trás um destino importante que vale a pena conhecer.

Nesta página você encontra:

  • Visitar Sydney – o mais importante a saber
  • Dicas rápidas para Sydney
  • Vídeo com imagens aéreas de Sydney
  • Os 20 Melhores Locais de Sydney
  • O que visitar em Sydney
  • Mapa dos Monumentos de Sydney
  • Fotos de Sydney
  • Alojamento em Sydney
  • Alugar carro em Sydney
  • Celebrações e Feriados em Sydney
  • Roteiros em Sydney: 1 dia, 2 dias, 3 dias

Visitar Sydney – O importante a saber

SYDNEY, AUSTRÁLIA

SYDNEY, AUSTRÁLIA

Apesar de não ser a capital da Austrália, é a cidade mais populosa do país, com cerca de cinco milhões de habitantes. Foi fundada em 1788, como colónia penal, onde se estabeleceu um primeiro grupo de 850 condenados. Cerca de cem anos depois tinha 200 mil habitantes. Hoje em dia é considerada uma das cidades do mundo com melhor qualidade de vida, combinando História com modernidade, com um ambiente multicultural, grande dinâmica artística e um clima ameno. O seu elemento mais emblemático é a Ópera de Sydney mas a ponte Sydney Harbour faz também parte da paisagem característica da cidade. Apesar da sua extensão, os locais mais interessantes encontram-se numa área relativamente pequeno, podendo ser visitados a pé. A melhor época para visitar será entre Setembro e Novembro, quando há menos chuva e as temperaturas são mais agradáveis.

São muitos os locais de visita obrigatória na cidade, como a Baía de Sydney, a Ópera de Sydney (considerada Património Mundial na Austrália pela UNESCO), a Ponte da Baía de Sydney, o Queen Victoria Building, o Royal National Park, e as famosas praias: Bondi, Bronte, Coogee e Palm Beach. The Rocks é o bairro mais antigo da cidade, onde desembarcaram os primeiros colonos e, por isso, onde poderá ver alguns dos edifícios mais antigos da cidade e também desfrutar das melhores vistas sobre a Ponte do Porto de Sydney e da Casa da Ópera.

Quando quiser fugir ao ambiente urbano vá até às Blue Mountains (a cerca de 78km da cidade) e desfrute de um sem fim de belezas naturais a explorar: cascatas, grutas e paisagens de cortar a respiração.

GUIA DE VIAGEM SYDNEY

GUIA DE VIAGEM SYDNEY

Dicas rápidas para Sydney:

  • Acorde cedo e seja o primeiro a entrar nos monumentos, museus ou outros locais de interesse
  • Suba ao Sydney Tower Eye – a melhor vista da cidade
  • Faça uma free walking tour
  • Há vários pátios de comida chinesa com preços muito acessíveis em vários pontos da cidade
  • Faça uma excursão de barco para avistar baleias

Para saber quando ir a Sydney você precisa de se informar um pouco melhor acerca das suas estações e clima. A melhor altura para visitar Sydney é entre os meses de Setembro e Março.

Vídeo com imagens aéreas de Sydney

Vídeo muito bom para podermos ver as diferentes partes turísticas desta cidade.

Os 20 Melhores Locais de Sydney
  1. Ópera de Sydney
  2. Ponte Sydney Harbour Bridge
  3. Ponte da Baía de Sydney
  4. Praia de Bondi
  5. Porto de Darling
  6. Jardim Botânico
  7. Monumento ao Capitão Cook
  8. Torre de Sydney
  9. Baía de Sydney
  10. Hyde Park
  11. Queen Victoria Building
  12. The Rocks
  13. Museu de Arte Contemporânea
  14. Catedral de Santa Maria
  15. Ilha Cockatoo
  16. Forte Denison
  17. Government House
  18. Observatório de Sydney
  19. Fonte de Archibald
  20. Parlament

O que visitar em Sydney

SYDNEY

SYDNEY

Sydney na Austrália tem imenso para ver, por isso é conveniente organizar um pouco a sua visita para conseguir ver o máximo possível, de forma mais organizada, contribuindo assim para usufruir de umas férias mais proveitosas.

1- Opera de Sydney

A Casa da Ópera de Sydney foi desenhada com clara influência Expressionista pelo arquitecto dinamarquês Jørn Utzon foi construída numa localização rodeada de água onde existia um forte do século XIX . A inauguração deu-se em Outubro de 1973. É o grande ícone de Sydney e um dos edifícios mais famosos do mundo, tendo sido incluída na lista de Património Mundial da Humanidade da UNESCO em 2007. O complexo tem diversas salas de espectáculo, com duas de maiores dimensões: a Sala de Concertos, para 2.679 espectadores, e o Teatro Joan Sutherland, onde se podem sentar 1.507 pessoas. A soma de cadeiras nas diversas salas da Ópera é de 5.738. Trata-se de um dos mais activos centros de cultura a nível mundial, oferecendo mais de 1.500 espectáculos anuais.

2- Sydney Harbour Bridge

Existiam já planos para construir uma ponte neste local desde 1815, mas foi preciso esperar quase cem anos para que surgisse esta ligação entre o centro de negócios de Sydney e a chamada Costa Norte. A ponte foi concebida e construída pela empresa inglesa Dorman Long and Co Ltd, tendo sido concluída em 1932.Com 1,149m é ainda uma das pontes deste tipo mais longas do mundo, sendo a mais alta (134m) e até há pouco tempo, a mais larga (49m). Existem oito faixas de rodagem, duas faixas ferroviárias, uma faixa para peões e uma para bicicletas. Do tabuleiro da ponte obtém-se uma das melhores perspectivas da famosa Ópera de Sydney. É possível trepar a estrutura da ponte, até ao topo do seu imponente arco, desde que enquadrado num dos grupos organizados, mas a experiência custará quase 200 Euros.

3- Praia de Bondi

A Praia de Bondi é a mais icónica da Austrália, recebendo anualmente dezenas de milhares de pessoas, que procuram as suas areias finas. Tem cerca de um quilómetro de extensão e localiza-se a apenas 10 km do centro da cidade, existindo ligações simples por transportes públicos. Ao longo do ano são realizados no seu areal eventos culturais e desportivos, garantindo animação constante. Existe mesmo um programa de televisão que mostra a actividade dos salva-vidas de Bondi e as suas aventuras diárias. As suas águas estão protegidas por uma rede que mantém os tubarões afastados. Desde 2008 que faz parte da Lista Nacional de Património Australiano.

4- Jardim Botânico

O Jardim Botânico de Sydney localiza-se na área central da cidade, junto à famosa Ópera. O Jardim foi inaugurado em 1816, sendo a mais antiga instituição científica da Austrália. Ao longo dos seus 30 hectares encontram-se 8,900 espécies vegetais, com especial destaque para a flora do Pacífico Sul. Não só a entrada é gratuita como o são as visitas guiadas que ocorrem uma vez por dia. Destaca-se também a exposição dedicada ao universo de plantas utilizadas pelos aborígenes para diversos fins. Para além das plantas, os visitantes podem observar as esculturas dispersas pelos jardins, usar os restaurantes existentes e, por vezes, assistir a espectáculos culturais que são organizados nos terrenos do Jardim Botânico.

5- Torre de Sydney

A Torre de Sydney, formalmente chamada Sydney Tower Eye, é a estrutura mais alta da cidade e uma das mais elevadas do Hemisfério Sul, ascendendo a um total de 309 m. Foi concebida pelo arquitecto australiano Donald Crone e a sua construção iniciou-se em 1970, estando concluída cinco anos mais tarde. Na sua base existe desde 2010 um centro comercial, o Westfield Sydney, sendo o topo da torre ocupado por um restaurante rotativo, um outro estabelecimento de restauração, um cinema 4D e um miradouro. Em 2005 foi adicionado o Skywalk, um anel a céu aberto com chão de vidro que está acessível apenas em visitas de grupo organizadas. Já o miradouro pode ser acedido mediante a aquisição de um bilhete, disponível desde 13 Euros.

SYDNEY

SYDNEY

6- Porto de Darling

O Porto de Darling é uma área de lazer costeira, assim chamada em homenagem a Ralph Darling, Governador Geral da Nova Gales do Sul entre 1825 e 1831. Localiza-se numa área central de Sydney, podendo ser atingido a pé a partir dos principais pontos de interesse da cidade. Em meados dos anos 80 do século passado, toda a área hoje ocupada pelo Porto de Darling se encontrava ao abandono, sendo usada pelos caminhos-de-ferrro australianos. Nos finais dessa década iniciou-se um ambicioso programa de requalificação que resultou no que hoje podemos ali ver. Para além dos diversos passeios existentes, localizam-se no Porto de Darling o Aquário de Sydney, o Museu Marítimo da Austrália e um museu de tecnologia, o Powerhouse Museum. De resto é uma área recheada de atracções, com jardins infantis, geladarias, restaurantes e jardins. Do Porto de Darling partem cruzeiros recreativos que oferecem uma perspectiva diferente da cidade aos visitantes.

7- Queen Victoria Building

O Edifício Rainha Vitória encontra-se no centro de Sydney, tendo sido desenhado por George McRae e construído entre 1893 e 1898, em estilo Revivalismo de Românico. Foi concebido numa época de grande dinamismo económico, mas quando as obras se iniciaram estava instalada a recessão. Veio substituir uma série de pequenos mercados existentes ao longo da rua George, seguindo a tendência europeia de reunir num edifício monumental lojas modernas e o mercado tradicional. Esse conceito não vingou, e o Queen Victoria Building teve que se adaptar, sendo usado sucessivamente como centro comercial, sala de espectáculos e até biblioteca municipal. Ao longo da sua vida foi ameaçado de demolição e sujeito a três intervenções que adulteraram o seu design inicial.

8- Museu de Arte Contemporânea

O Museu de Arte Contemporânea está localizado no centro de Sydney, estando alojado num edifício construído em estilo Art Deco onde antes funcionava a Comissão de Serviços Marítimos. A sua génese pode ser encontrada na doação feita por John Power que, ao falecer em 1943, deixou à Universidade de Sydney a sua imensa fortuna, com o propósito de divulgar a arte moderna junto do público australiano. O Museu abriu em 1991 tendo encerrado entre 2009 e 2012 esteve encerrado para obras de ampliação e renovação sob a orientação do arquitecto Sam Marshall. A colecção do museu é composta por mais de 4.000 trabalhos de artistas australianos e estrangeiros, cobrindo todas as formas de arte.

9- The Rocks

The Rocks é uma área urbana no centro de Sydney. Estabelecida pelos primeiros colonos em finais do século XVIII, tendo sido durante muito tempo um bairro muito pouco recomendável, com prostituição, violência e gangs de rua. Mas esse passado ficou para trás e hoje é uma das zonas da cidade mais apetecíveis, combinando uma certa atmosférica histórica com uma localização ideal. Nesta área a festa é permanente, com os pubs mais antigas da Austrália, muita arte e cultura, mercados de rua e três museus de destaque: o Museu de Arte Contemporânea, o Museu Susannah Place, dedicado à vida quotidiana de finais do século XIX, e o Museu da Polícia, instalado em antigas celas de uma prisão. O bonito Observatório de Sydney também se encontra no bairro. The Rocks é portanto uma das melhores áreas para se ficar quando se visita Sydney.

10- Parlamento

A Casa do Parlamento foi construída em 1816 como hospital, com uma fachada em estilo Georgiano, sendo o edifício público mais antigo de Sydney. Era ali, nos aposentos do cirurgião chefe, que os conselheiros do Governador McQuarie se reuniam, dando origem ao Conselho Legislativo. Foi assim, de forma natural, que o local foi escolhido para alojar o Parlamento. Ao longo dos trinta anos seguintes foram adicionados edifícios mais apropriados para o efeito e até hoje o Parlamento de Nova Gales do Sul ocupa o complexo. Os edifícios estão abertos ao público, com mais opções nos dias em que não há trabalhos parlamentares.

Roteiros em Sydney

ROTEIRO SYDNEY

ROTEIRO SYDNEY

Algumas ideias de roteiros para você preparar as suas férias em Sydney de maneira independente. Itinerários de turismo em Sydney na Austrália.

1 Dia em Sydney: passo-a-passo
Manhã: Brevemente…
Tarde: Brevemente…
2 Dias em Sydney: passo-a-passo
Dia 1 Manhã: Brevemente…
Dia 1 Tarde: Brevemente…

Dia 2 Manhã: Brevemente…
Dia 2 Tarde: Brevemente…

Procura um Hotel em Sydney? Hotéis em Sydney

Kit de Viagem

« Onde reservo alojamento? Encontre os melhores hotéis e promoções através do Booking.com »
« Rent-a-car? Eu reservo sempre o meu carro online através do Rentalcars.com »
« Quer estar prevenido? Faça o seu seguro de viagem através do Worldnomads.com »
« Junte-se a um grupo! 7 dias em Marrocos 430 euros desde Marraquexe até ao Deserto do Saara através do Marrocos.com »
« Comprar bilhetes de monumentos e saltar as filas? Organize a sua viagem com antecedência através do Ticketbar.eu »
« Quer viajar e ter sempre Internet? Faça como eu e compre o aparelho da SkyRoam.com »

O autor do blog

VIVA! Sou o João Leitão. Viajante independente desde 1999, explorei mais de 130 países em África, Antártica, Ásia, Europa, América do Norte e Central, América do Sul e Oceânia. Bem-vindo ao meu blog de viagens, onde partilho dicas práticas de viagem para o motivar a sair de casa! Siga nas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram, Pinterest e YouTube.

« Seguir no Instagram »