Via Dolorosa – Via Sacra de Jesus Cristo em Jerusalém

Via Dolorosa - Via Sacra de Jesus Cristo em Jerusalém

Via Dolorosa – Via Sacra de Jesus Cristo em Jerusalém

Via DolorosaA Via Dolorosa é uma rua na cidade antiga de Jerusalém.

Esta rua começa na Porta de Santo Estêvão e percorre toda a parte ocidental da cidade de Jerusalém, acabando na Igreja do Santo Sepulcro.

Na tradição cristã, foi por este caminho que Jesus Cristo carregou a cruz até ao lugar onde foi crucificado.

A rua da Via Dolorosa possui nove das catorze Estações da cruz, ou seja, nove das etapas do percurso feito por Jesus. As cinco últimas Estações estão no interior da Igreja do Santo Sepulcro onde Jesus Cristo foi crucificado, sepultado e de onde ressuscitou no Domingo de Páscoa.

Comentários nesta página são bem-vindos.

O que significa um lugar santo?

Um lugar santo não é necessariamente o lugar onde fisicamente Jesus passou mas é um lugar onde a Igreja venera um mistério da vida de Cristo ou um lugar santificado pela oração dos que acreditam.

Via Dolorosa, Via Sacra de Jerusalém

Rua Via Dolorosa na 7ª Estação onde Jesus cai pela segunda vez. Foto por semaone.

A Via Dolorosa ou Caminho da Dor percorre entre as sinuosas ruelas da Cidade Velha de Jerusalém; tem seu inicio a partir do Convento “Ecce Homo” e estende-se até à Basílica do Santo Sepulcro. É o caminho tradicional que Jesus Percorrer carregando a Cruz. Inicia no Pretório que é a sala de audiência do tribunal de Pôncio Pilatos na fortaleza Antonia e vai até à colina do “Crâneo” ou “Golgota”, lugar da Crucificação.

Ao longo desta Via Crucis estão distribuídas 14 Estações ou etapas que comemoram e relembram um acontecimento que ocorreu durante o percurso de Jesus quando por aqui passou. Capelas, conventos e mosteiros permitem ao peregrino parar e meditar. É, para ele, a via sacra por excelência.

Mapa da Via Dolorosa em Jerusalém

Desculpe o mapa estar em inglês mas tirei doutro site pois está muito bem feito. Pode ir seguindo os números romanos a azul e reparar no itinerário pelas ruas, começando do lado direito acabando no lado esquerdo do mapa.

Mapa da Via Dolorosa em Jerusalém

Mapa Copyright de planetware.

Oração Inicial

« Ó meu Jesus, preparo-me neste instante pa­ra acom­panhar-Vos na Vossa Via Sacra. Nela eu Vos encontra­rei chagado, sem forças e ensanguentado. Forte expres­são usa a Escritura ao referir-se à Vossa Paixão: “Eu po­rém, sou um verme, não sou homem, o opróbrio de to­dos e a abjecção da plebe” (Sl 21, 7). Muito diferente está Vossa Divina figura n’Aquela que os Apóstolos con­templaram no Tabor, ou caminhando sobre as águas, ou curando os enfermos. Nessa divina tragédia verei estampada a feiúra e a maldade de meus pecados. Aos Vossos pés deposito minhas misérias e peço-Vos per­dão pela enorme culpa que tenho em Vossos tormentos! Recorro, para isso, à intercessão da Virgem Dolo­rosa. Que Ela me cubra com seu maternal manto, au­xiliando-me a unir-me a Vós e também a abraçar a minha cruz. Amém. » in Oração Inicial.

Galeria de fotografias nocturnas da Via Dolorosa em Jerusalém

1ª Estação da Via Dolorosa - Jesus é condenado à morte
« Então de Caifás conduziram Jesus ao Pretório. » Jo. 18, 28.

O pátio interno do Colégio de Omar faz-se pleno no momento em que os Franciscanos iniciam a “Via Crucis”. O minarete à esquerda e tradicionalmente chamado de “a Torre António”. Faz lembrar o lugar da fortaleza romana Antonia, onde Jesus foi condenado. Caifás era o sumo sacerdote judeu que presidiu dois dos julgamentos de Jesus.

« No primeiro julgamento, Caifás cinicamente presidiu uma demonstração pública de perjúrios. Quando Jesus permaneceu calado sem se rebaixar ao nível de seus acusadores, Caifás impacientemente demandou uma resposta direita à pergunta de ser ele ou não o Filho de Deus. Ouvindo uma resposta afirmativa, de modo hipócrita rasgou suas vestes, fingindo estar chocado, e declarou: “Blasfemou! Que necessidade mais temos de testemunhas? Eis que ouvistes agora a blasfémia!” (Mateus 26:65). Ele então assistiu, sem interferir, a uma multidão profana que cuspia em Jesus e o ridicularizava.

O açoitamento de Jesus

Uma das cenas mais infelizes dos último dia de Cristo é o seu açoite e humilhação durante o julgamento. Um pequeno vídeo do filme a Paixão de Jesus na altura em que este estava a ser castigado.

O ódio de Caifás pelo caminho de Deus não terminou com a morte de Jesus. Ele continuou activo, perseguindo a Pedro e a João (Atos 4:6) e provavelmente era o sumo sacerdote mencionado em Atos 5:17-21, 27; 7:1 e em 9:1, o qual perseguia os cristãos com todo o vigor. » in Caifás.

Pilatos tornou a entrar no pretório, chamou Jesus e disse-Lhe: “Tu és o rei dos judeus?” (…) Respondeu Jesus:” O Meu Reino não é deste mundo; se o Meu Rei­no fosse deste mundo, pelejariam os Meus servos, para que Eu não fosse entregue aos judeus; mas o Meu Reino não é daqui” (Jo 18,33 e 36).

2ª Estação da Via Dolorosa - Jesus carrega a sua Cruz
« Pilatos, então tomou Jesus e mando-o flagelar. » Jo. 19, 1, em seguida « entregou-o para ser condenado. » Jo. 19, 16.

Capelas franciscanas, lugares da Condenação e da Flagelação. Estas duas capelas foram construídas em parte, sobre o Litostrato onde Jesus segundo a Tradição, foi condenado à morte.

O Litostrato (pavimento):

« E os soldados conduziram-No ao interior do Palácio…e Pilatos fê-Lo sentar-se no Tribunal no lugar chamado de “Pavimento”. Jo 19,13

Sob o Convento de Ecce Homo, pode-se ver um pavimento, construído por Adriano no século II d.C. Neste lugar os cristãos recordam o início da Paixão de Jesus; A coroa de espinhos (jogo do Rei); sua condenação à morte (Litostrato); o início da Via Crucis na estrada romana feita de pedras estriadas.

O Arco de Ecce Homo na Via Dolorosa Jerusalém

« E Pilatos disse-lhes: Eis o Homem! (em latim Ecce Homo) » Jo. 19, 5

Uma parte originária do Arco de Adriano (século II d.C), e que deveria servir de arco-este à Aelia Capitolina, é conservada na Basílica de “Ecce Homo”. Segundo a Tradição, seria o lugar onde Pilatos apresentou Jesus ao povo dizendo: “Eis o homem!”

Via Dolorosa, Via Sacra de Jerusalém

Foto do Arco de Ecce Homo em Jerusalém por Vampire Black Cat

Ele próprio carregava a sua cruz para fora da cidade, em direcção ao lugar chamado Calvário, em hebraico Gólgota (Jo 19, 17).

Via Dolorosa, Via Sacra de Jerusalém

Foto por exothermic

3ª Estação da Via Dolorosa - Jesus cai pela primeira vez
« Não tenho perto quem me console, quem me reanime. » Lam. 1, 16

Na esquina da rua el Wadi encontra-se a capela polaca. Na entrada, um relevo esculpido por Thadeus Zkieilinsky, representa Jesus caído sob o peso da cruz.

Via Dolorosa, Via Sacra de Jerusalém

Foto por exothermic

Mas Ele foi castigado por nossos crimes, e esmagado por nossas iniquidades. O castigo que nos salva pesou so­bre Ele, e fomos curados graças às suas chagas (Is 53, 5).

4ª Estação da Via Dolorosa - Jesus encontra a sua Mãe
« Vós todos que passais pelo caminho, olhai e vede: Há dor como a minha? » Lam. 1, 12

Via Dolorosa, Via Sacra de Jerusalém

Foto por James Emery

A Tradição diz que Maria, Mãe de Jesus estava o caminho do Calvário para ver passar o Filho. Aqui, neste oratório arménio católico, os cristãos recordam a dor de Maria ao ver passar o Jesus.

Via Dolorosa, Via Sacra de Jerusalém

Foto por Exothermic

Simeão abençoou-os e disse a Maria, sua mãe: “Eis que este Menino está destinado a ser uma causa de queda para muitos homens em Israel, e a ser um sinal que provocará contradições, a fim de serem revelados os pensamentos de muitos corações. E uma espada trespassará a tua alma (Lc 2, 34-35).

Jesus encontra a sua Mãe

Numa das partes da sua Via Dolorosa, Jesus encontra sua Mãe Maria. Um pequeno vídeo do filme a Paixão de Jesus na altura em que este se cruza com a sua Mãe.


5ª Estação da Via Dolorosa - Simão Cirineu ajuda Jesus a levar a Cruz
« Passava por ali certo homem de Cirene, chamado Si­mão, que vinha do campo, pai de Alexandre e de Rufo, e obrigaram-no que Lhe levasse a cruz. » Mc. 15, 20-21

Simão Cirineu foi escolhido pelos romanos para que ajudasse Jesus na sua Via Dolorosa já que Jesus se encontrava já muito debilitado. Os soldados romanos receiam que o Divino condenado venha a morrer, antes mesmo de chegar ao Gólgota. É urgente encontrar alguém que O auxilie a terminar o percurso.

Via Dolorosa, Via Sacra de Jerusalém

Foto da placa da 5ª Estação da Via Dolorosa por nucleon

A 5ª Estação da Via Crucis é indicada por um oratório franciscano. Deste local, a Via Dolorosa segue gradualmente em direcção da “Golgota”.

Via Dolorosa, Via Sacra de Jerusalém

Foto por kinshane227

Simão Cirineu ajuda Jesus a levar a Cruz

Acerto momento da Caminhada da Dor de Jesus, um tal Simão de Cirene revoltou-se contra os presentes argumentando que ele defenderia jesus sem olhar a consequências. Um bonito momento de compaixão e ajuda de Simão a Jesus. Um pequeno vídeo do filme a Paixão de Jesus na altura em que este estava é ajudado por Simão Cireneu.

6ª Estação da Via Dolorosa - Verónica enxagua o rosto de Jesus
« O Senhor faça resplandecer seu rosto sobre ti e te seja benigno. » Nm. 6, 25

Altar com um candelabro de sete braços, no oratório do convento das Pequenas Irmãs de Jesus. Este convento foi restaurado em 1953 no lugar onde a Tradição situa a cada de Verónica. As ruínas no sub-solo, pertencem provavelmente a um mosteiro dedicado aos Santos Cosme e Damião construído entre 546 e 563.

Via Dolorosa, Via Sacra de Jerusalém

Foto da 6ª Estação da Via Dolorosa por avarl

7ª Estação da Via Dolorosa - Jesus cai pela segunda vez
« No seu amor e na sua misericórdia, Ele mesmo, resgatou-os ergueu-os e carregou-os. » Is. 63, 9

Uma grande coluna romana levanta-se na capela franciscana. Este lugar faz lembrar a segunda queda de Jesus na saída da cidade. A Tradição diz que aqui havia uma placa escrita e que continha o motivo da condenação. O lugar, portanto é chamado: “a Porta da Sentença”.

Não abriu a boca, como um cordeiro que se conduz ao matadouro, e uma ovelha muda nas mãos do tosquiador. O Senhor torna firmes os passos do homem e aprova os seus caminhos. Ainda que caia, não ficará prostrado, porque o Senhor o sustenta pela mão (Sl 36, 23-24).

8ª Estação da Via Dolorosa - Jesus consola as mulheres de Jerusalém
« Filhas de Jerusalém, não choreis por mim; chorai antes por vós mesmas e por vossos filhos!… porque se assim com o lenho verde, o que acontecerá com o seco? Lc. 23, 28, 31

A 8ª Estação da Via Crucis é indicada por uma Cruz latina, incisa sobre um dos muros do mosteiro grego. Próximos elevam-se a abside e o tecto da Basílica do Santo Sepulcro marcando o lugar da morte de Jesus.

Via Dolorosa, Via Sacra de Jerusalém

Foto da Cruz latina na parede de um dos muros do mosteiro grego na Via Dolorosa

Seguia-O uma grande multidão de povo e de mulheres, que batiam no peito e O lamentavam. Voltando-se para elas, Jesus disse: Filhas de Jerusalém, não choreis sobre mim, mas chorai sobre vós mesmas e sobre vossos filhos (Lc 23, 28).

9ª Estação da Via Dolorosa - Jesus cai pela terceira vez
« Eis que eu venho, meu Deus! Para realizar a tua vontade. » Sl. 40, 8.9

Uma coluna romana sinaliza a 9ª Estação da Via Crucis. Ao lado da abside e do tecto da Basílica do Santo Sepulcro. Aqui recorda-se a terceira queda de Jesus, face ao lugar da sua Crucificação.

Via Dolorosa, Via Sacra de Jerusalém

Foto por nucleon

Também Cristo padeceu por vós, deixando-vos exemplo para que sigais os Seus passos. Carregou os nossos pecados em Seu corpo sobre o madeiro para que, mortos aos nossos pecados, vivamos para a justiça (I Pe 2, 21, 24).

Via Dolorosa, Via Sacra de Jerusalém

Foto da placa da 9ª Estação da Via Dolorosa por avarl

10ª Estação da Via Dolorosa - Jesus é despojado de suas vestes

« Desde as planta dos pés até à cabeça, não há lugar são. Tudo é contusões, lesões e chagas vivas. » Is. 1, 6

As últimas cinco Estações estão todas no interior da Basílica da Ressurreição. Uma escada conduz à capela do despojamento de Jesus. Uma escada conduz à capela do despojamento de Jesus dentro da Basílica do Santo Sepulcro.

Via Dolorosa, Via Sacra de Jerusalém

Foto onde pode ver a porta gradeada por onde se entra na capela do despojamento de Jesus

Tomaram as Suas vestes e fizeram delas quatro partes, uma para cada soldado. A túnica, porém, toda tecida de alto a baixo, não tinha costura. Disseram, pois, uns aos outros: “Não a rasguemos, mas deitemos sorte sobre ela para ver de quem será”. Assim se cumpria a Escritura: Repartiram entre si as minhas vestes e deitaram sorte sobre a minha túnica (Jo 19, 23-24) .

Fotografias da Basílica do Santo Sepulcro em Jerusalém


11ª Estação da Via Dolorosa - Jesus é pregado na cruz
« Eles feriram as minhas mãos e os meus pés. Posso contar todos os meus ossos. » Sl. 22, 17.18

Chegados que foram ao lugar chamado Calvário, ali O crucificaram, como também os ladrões, um à direita e outro à esquerda. Pilatos redigiu uma inscrição e a fixou por cima da cruz. Nela estava escrito: “Jesus de Nazaré, rei dos judeus” (Lc 23, 33; Jo 19, 19).

Via Dolorosa, Via Sacra de Jerusalém

Via Sacra de Jerusalém

Jesus chegou ao lugar chamado “Lugar da Caveira”, em hebraico chamado de “Golgota”, onde o crucificaram. Este é um lugar santo venerado pela Igreja Latina. Foi novamente decorado com mosaicos em 1938; indica o lugar onde Jesus foi pregado na Cruz, sob os olhos de sua Mãe.

A crucificação de Jesus

A crucificação de Jesus é um marco na sua vida, um símbolo da sua entrega a Deus, e da sua responsabilização por todos os pecadores. É uma entrega de alma suprema.

12ª Estação da Via Dolorosa - Jesus morre na Cruz
« Jesus deu um grande grito: “Eli, Eli lama sabachtani?”, isto é, “Deus meu, Deus meu, por que me abandonaste?” Mt. 27, 46

« Jesus porém, tornando a dar um grande grito, entregou o espírito”. Mt. 27, 50

O altar grego é erigido sobre a rocha do Calvário, lugar onde fora levantada a Cruz de Jesus e as dos dois ladrões. De estilo oriental, é ricamente decorada. Ao lado na rocha, vê-se uma larga fenda provocada por um terremoto.

Via Dolorosa, Via Sacra de Jerusalém

Via Sacra de Jerusalém

Ente os dois grandes altares do Calvário, existe um altar com uma estátua de madeira. É obra do século XVI, veio de Lisboa em 1778. Lembra a dor de Nossa Senhora e simboliza o sofrimento de todas as mães que perdem um filho.

Via Dolorosa, Via Sacra de Jerusalém

Via Sacra de Jerusalém

Havendo Jesus tomado do vinagre, disse: “Tudo está consumado”. Inclinou a cabeça e rendeu o espírito. Vieram os soldados e quebraram as pernas do primeiro e do outro que com Ele foram crucificados.Chegando porém, a Jesus, como O vissem já morto, não Lhe quebraram as pernas, mas um dos soldados abriu-Lhe o lado com uma lança e imediatamente saiu sangue e água (Jo 19, 30; 32-34).

As sete palavras de Jesus na cruz

As sete palavras de Jesus na cruz são as sete breves frases pronunciadas por Jesus durante sua crucificação.

  1. “Pai, perdoai-os porque eles não sabem o que fazem.” (Lucas, 23:34)
  2. “Em verdade eu te digo que hoje estarás comigo no Paraíso.” (Lucas 23:43)
  3. “Mulher, eis aí teu filho; olha aí a tua mãe.” (João 19:26-27)
  4. “Eli, Eli, lama sabachthani? (Deus, meu Deus, por que me abandonaste?)” (Mateus 27:46 e Marcos 15:34)
  5. “Tenho sede”. (João 19:28)
  6. Está consumado” (João 19:30)
  7. “Pai, em tuas mãos entrego meu espírito”. (Lucas 23 46)

Depois das frases, mais um pequeno vídeo do filme a Paixão de Jesus na altura em que este estava a ser castigado.


13ª Estação da Via Dolorosa - O corpo de Jesus é tirado da Cruz
« José de Arimatéia, membro do Conselho, homem bom e justo, indo procurar Pilatos, pediu o corpo de Jesus. E descendo-o, envolveu-o num lençol…» Lc. 23, 50.52-53

No momento que Jesus foi tirado da Cruz, sua Mãe estava lá. Neste local dentro da Basílica do Santo Sepulcro, há a pedra da unção de Jesus onde foi colocado o seu corpo. Depois disso, José de Arimatéia, que era discípulo de Jesus, mas ocultamente, por medo dos judeus, rogou a Pilatos a autorização para tirar o corpo de Jesus. Pilatos permitiu. Foi, pois, e tirou o corpo de Jesus. Acompanhou-o Nicodemos, levando umas cem libras de uma mistura de mirra e aloés. Tomaram o corpo de Jesus e O envolveram em panos com os aromas, como os judeus costumam sepultar (Jo 19, 38-40).

Pedra da unção de Jesus onde foi colocado o seu corpo

Pedra da unção de Jesus onde foi colocado o seu corpo

Pedra da unção de Jesus onde foi colocado o seu corpo. Como pode reparar os peregrinos vêm beijar a pedra e esfregá-la com lenços e tecidos para mais tarde poderem ter um tecido tocado na pedra sagrada onde foi colocado o corpo de Jesus.

Via Dolorosa, Via Sacra de Jerusalém

Foto de vista superior da Pedra da unção de Jesus por Samuel Santos do Dobrar Fronteiras

14ª Estação da Via Dolorosa - O corpo de Jesus é posto no Sepulcro
« José, tomando o corpo, envolveu-o num lençol limpo e po-lo no seu túmulo novo, que talhara na rocha. em seguida rolou uma grande pedra para a entrada do túmulo.» Mt 27, 59

Este é o lugar mais santo da cristandade, o lugar da sepultura e da Ressurreição de Cristo. O túmulo, fechado numa capela própria é o ponto central de toda a Basílica do Santo Sepulcro.

A construção que engloba o túmulo de Jesus na Basílica do Santo Sepulcro

A construção que engloba o túmulo de Jesus na Basílica do Santo Sepulcro

A construção que engloba o túmulo foi erigida pelos Cruzados sobre a base bizantina da época do Imperador Constantino. Aqui dentro há 2 câmaras, uma que se chama a sala do Anjo onde está a Pedra do Anjo – a pedra na qual foi fechada a porta da tumba de Jesus, e a outra onde esteve o corpo de Jesus. Aqui na sala do Anjo podemos acender uma vela na chama do anjo. Depois podemos apagar a vela e mais tarde acender em casa.

Capela do Anjo com a pedra Santa no Santo Sepulcro Jerusalém Israel

Capela do Anjo com a pedra Santa no Santo Sepulcro Jerusalém Israel

Jesus está vivo.

« O anjo disse às mulheres: “Não vos espanteis! Estais procurando Jesus da Nazaré, o Crucificado. Ressuscitou, não está aqui» Mc. 16,6

Aleluia – Aleluia – Aleluia

Dentro da Capela do Anjo com a pedra Santa no Santo Sepulcro Jerusalém Israel

Dentro da Capela do Anjo com a pedra Santa no Santo Sepulcro Jerusalém Israel

Oração Final

« Em Vós, ó Virgem Dolorosa, recordo a síntese de todos os episódios por mim meditados. Que graças místicas não Vos devem ter sido concedidas em meio àquelas angústias! Graças de sentir em Si mesma as próprias dores do Redentor. Não é sem razão que, debaixo de certo ângulo, Vós podeis ser chamada de Co-Redentora. É a Vós que “recorro e de Vós me valho, gemendo sob o peso de meus pecados”, na inabalável convicção de que “nunca se ouviu dizer que algum daqueles que têm recorrido à Vossa protecção, implorado a vossa assistência e reclamado o vosso socorro, fosse por Vós desamparado”. Mãe Dolorosa, é a Vós que recorro, imploro e reclamo pelo perdão de meus pecados, pela minha salvação eterna e pela total santificação de minha alma. E muito Vos peço ainda pela sociedade em geral, e pela própria Santa Igreja Católica Apostólica e Romana, para que cheguem à plenitude de seu esplendor e graça, e possa assim ser realizada a proclamação universal do triunfo do vosso Imaculado Coração: “Por fim Meu Imaculado Coração triunfará!” Amém. » in Oração Final.

Procura um Hotel em Jerusalem? Hotéis em Jerusalem

Partilhe esta página com os seus amigos:

■ Artigo arquivado em Israel e .
Joao Leitao in Sahara Desert Acerca do João Leitão - o autor deste blogue
Sou uma espécie de viciado em viagens, maníaco pela fotografia e cidadão do mundo. Habituado a viajar desde pequeno, morei em muitos lugares e viajei por mais de 115 países e territórios em todos os continentes. Este site é um arquivo das minhas dicas de viagem e crónicas de aventuras para o inspirar a explorar o mundo por conta própria. Artista plástico de formação, rendi-me ao mundo e a partilhar experiências de viagem CONSIGO.
★ Siga-me no Google+, Facebook e no Twitter. Espreite as minhas melhores experiências de viagem.

Deixe o seu comentário aqui:

Os comentários do blogue são via facebook. Para comentar você tem que estar logado lá!