🐪 Venha conhecer Marrocos « Viagem de grupo 7 dias por 430 Euros » Marrakech até Deserto do Saara 🐪

Guia de Viagem para Visitar o Tibete, Roteiro 8 dias

João Leitão
Actualizado em 6 Maio, 2017
Palácio Potala em Lhasa no Tibete

Palácio Potala em Lhasa no Tibete

Visitar o Tibete Roteiro 8 dias

Visitar o Tibete

O Tibete é um misterioso reino budista famoso pelo seu povo simpático e sorridente.

O Tibete tem ainda o mais alto planalto do mundo, magnificos mosteiros budistas e também lindas paisagens.

O Tibete é uma região situada no sudoeste da China e faz fronteira com a Índia, com o Nepal, com o Butão e com a Birmânia.

O Tibete é também conhecido pelo nome de “Topo do Mundo” já que a altitude média do seu território fica acima dos 3600 metros de altitude. Nesta página vou descrever o roteiro de 8 dias que eu fiz no Tibete em Agosto de 2011.

 Viagem para Tibete

Viagem para Tibete

Para visitar o Tibete você precisa de uma autorização especial do Governo Chinês e precisa também de comprar o “pacote de viagem” a uma agência de viagens que tratará do seu transporte, alojamento, guia e formalidades.

Eu comprei a minha viagem ao Tibete em Kathmandu, e fiz assim o espectacular roteiro no Tibete durante 8 dias, desde a capital do Nepal – Kathmandu até Lhasa.

Visitar o Tibete Roteiro 8 dias

Visitar o Tibete

O Tibete é um local misterioso, mágico, espiritual, e uma das zonas mais remotas do mundo. Quase todos os tibetanos seguem o Budismo Tibetano também chamado de Lamaísmo.

O Budismo Tibetano foi muito influenciado pelo budismo indiano no seu começo, mas, com o passar do tempo, o Budismo Tibetano desenvolveu-se com as suas próprias e distintas características e práticas.

Um dos exemplos desta diferença é a de os tibetanos acreditarem que há um Buda Vivo, ou seja, que ainda vive entre nós uma Reencarnação do próprio Buda.

Instruções básicas. Como viajar no Tibete

Como ir ao Tibete?
como ir ao tibete

Como ir ao Tibete?

Só se pode viajar ao Tibete com uma viagem organizada por uma agência de viagens.

Terá que andar sempre com um guia, de jipe ou minibus e ter os hotéis marcados pela agência.

Poderá escolher ir individualmente ou com um grupo de pessoas para uma viagem mais barata.

Quando ir ao Tibete?
quando ir ao tibete

Quando ir ao Tibete?

A melhor altura para ir ao Tibete é no Verão quando as temperaturas estão mais altas, permitindo assim viajar a grandes altitudes com Sol e vistas deslumbrantes das montanhas.

Os invernos são frios, a temperatura média em janeiro é de -2 ° C, mas não há muita neve.

O Verão tem dias quentes, com Sol forte mas noites frias.

A partir de onde ir ao Tibete?
a partir de onde tibete

A partir de onde ir ao Tibete?

Pode escolher visitar o Tibete a partir do Nepal, na cidade de Kathmandu, ou a partir da China.

Eu fiz a viagem da Autovia da Amizade, um roteiro de 8 dias desde Kathamandu até Lhasa de carro e de volta a Kathmandu de avião.

Este percurso da N318 é muito bonito e tem paisagens deslumbrantes.

Quanto custa ir ao Tibete?
Quanto custa tibete

Quanto custa ir ao Tibete?

Uma viagem destas de 8 dias, com alojamento e pequeno-almoço, transporte em minibus privado com motorista, guia que fala inglês, todas as entradas dos mosteiros custa cerca de 700 Euros (mais ou menos 87 Euros por dia).

Este preço inclui também o guia nepalês e o transporte em minibus privado desde Kathmandu até à fronteira com a China. Um tour de jipe é mais caro mas pode também dividir o preço se for com mais amigos.

A solução mais barata é como eu fiz, num minibus privado com outros 10 viajantes.

Como fazer o visto para o Tibete?
Como fazer o visto tibete

Como fazer o visto para o Tibete?

Para se visitar o Tibete vindo do Nepal não é preciso visto da China, ou seja, é só preciso um documento de autorização de viagem do Governo Chinês que nos deixa viajar nessa região por determinado tempo.

Se depois quisermos continuar para o resto da China precisamos de tratar também do visto chinês em Kathmandu.

A autorização para entrar no Tibete custa 30 dólares.

Você precisa de uma agência de viagens para organizar tudo por você.

Com quem ir ao Tibete?
Com quem ir ao tibete

Com quem ir ao Tibete?

Se você viajar com amigos então já tem companhia, mas senão, pode sempre ir com outros viajantes como eu fiz.

Eu tive sorte de ter um grupo de pessoas muito simpáticas: 1 alemão que viajava de bicicleta desde a Alemanha até ao Nepal; 2 polacas, 1 sueca; 1 austríaca; 2 chinesas; 1 casal de alemães; 1 alemã e 1 espanhola de Barcelona.

Você pode viajar sozinho tendo o transporte só para si.

Prece budista junto ao Mosteiro Tashilhunpo em Shigatse

Mapa de Roteiro no Tibete – Kathmandu até Lhasa

Mapa Roteiro no Tibete

Mapa de Roteiro no Tibete China

Roteiro 8 dias pelo Tibete a partir do Nepal – Viagem “Topo do Mundo”

Mosteiro Drepung no Tibete

Fotografia dentro do Mosteiro Drepung no Tibete, China

Guia de Viagem Dia 1: Kathmandu 1300m - Zangmu 2300m - Nyalam 3750mDia 1: Kathmandu 1300m – Zangmu 2300m – Nyalam 3750m
Esta viagem faz-se desde a capital do Nepal, a cidade de Kathmandu, indo até Kodari (123km). Atravessar a ponte da Amizade e apresentar documentos e bagagem às autoridades chinesas. Apresentação do guia tibetano.

Viagem pela montanha acima até Zhangmy onde se almoça e se continua até Nyalam (30km). Para se chegar à pequena vila de Nyalam vai-se seguindo o Rio Bhote Koshi, num vale fundo de vegetação profunda e muitas cascatas.

Guia de Viagem Dia 2: Nyalam 3750m - Lhatse 4050mDia 2: Nyalam 3750m – Lhatse 4050m
Saída matinal para cruzar a passagem de montanha de Nyalam com vista para o Jugal Himal.

Continuação pela passagem de montaha Lalung La a 5050 metros de altitude.

Deste ponto tem-se uma das melhores vistas sobre a Cordilheira dos Himalaias. Incluindo o Monte Xixapangma 8013m, Monte Makalu 8464m, Monte Lhotse 8516m, Monte Cho Oyo 8201m e o famoso Monte Evereste a 8848m, a montanha mais alta do mundo.

Guia de Viagem Dia 3: Lhatse 4050m - Shigatse 3850mDia 3: Lhatse 4050m – Shigatse 3850m
Depois de algumas horas a viajar à beira rio chegamos à linda cidade de Shigatse, local onde se encontra o famoso mosteiro Thasilhunpo.

A cidade de Shigatse é muito bonita, além do mosteiro pode-se visitar a fortaleza e a zona da cidade antiga. Dê ainda uma espreitadela no mercado.

Foi neste mosteiro que permaneceu o Panchen Lama até à sua morte em 1989. É assim um local de peregrinação muito importante para os budistas tibetanos.

Guia de Viagem Dia 4: Shigatse 3850m - Gyantse 3975mDia 4: Shigatse 3850m – Gyantse 3975m
Depois do pequeno-almoço / café da manhã visita ao Mosteiro Thasilhunpo.

O mosteiro é o mais importante lugar da tradição Gelukpa do budismo tibetano. A parede Tangka, numa das extremidades do mosteiro, é claramente visível e impressionante.

Depois de visitar a cidade viajamos durante 2 horas até Gyantse, o nosso próximo destino.

Guia de Viagem Dia 5: Gyantse 3975m - Lhasa 3490mDia 5: Gyantse 3975m – Lhasa 3490m
Este dia começa com um passeio pelo Mosteiro Palcho onde podemos visitar o incrível Khumbum, que é um edifício com vários andares que tem a forma de uma mandala de 108 lados.

Esta é a mais venerada das stupas tibetanas e tem lá dentro 112 capelas das quais 23 estão abertas ao público e podem ser visitadas.

Seguimos então pela estrada até Lhasa, a capital da região do Tibete. Nesta viagem de cerca de 6 horas cruzamos o Karola Pass a 4794m. Passamos também pelo Lago Yamdrok Tso, que quer dizer Lago Turquesa devido à cor azul turquesa das suas águas.

Depois de passarmos pelo Rio Brahmaputra chegamos finalmente à cidade de Lhasa.

Guia de Viagem Dia 6: Lhasa 3490m - Visita à cidade e mosteiros das redondezasDia 6: Lhasa 3490m – Visita à cidade e mosteiros das redondezas
Neste dia completo em Lhasa podemos visitar os lugares mais famosos da cidade incluindo o Palácio Potala, o Mosteiro Jokhang, o Mercado Barkhor.

Na parte da manhã há duas viagens fora da cidade para visitar o Mosteiro Drepung e o Mosteiro Sera, locais de onde se pode ver paisagens maravilhosas do Vale de Lhasa.

O Palácio Potala é espectacular com imensas salas decoradas com pinturas tibetanas, mandalas e muitas estátuas budistas.

Guia de Viagem Dia 8: Lhasa 3490m - Kathmandu 1300m - Viagem de aviãoDia 8: Lhasa 3490m – Kathmandu 1300m – Viagem de avião
Depois do pequeno-almoço vai-se para um ponto de partida, seja ele de avião se for de volta para Kathmandu, ou para a estação de comboio se seguir para outras regiões da China.

O aeroporto de Lhasa fica a 1h e 30m de viagem. A Estação dos Comboios de Lhasa fica a 30m de viagem.

Procura um Hotel em Lhasa? Hotéis em Lhasa

Kit de Viagem

« Onde reservo alojamento? Encontre os melhores hotéis e promoções através do Booking.com »
« Rent-a-car? Eu reservo sempre o meu carro online através do Rentalcars.com »
« Quer estar prevenido? Faça o seu seguro de viagem através do Worldnomads.com »
« Junte-se a um grupo! 7 dias em Marrocos 430 euros desde Marraquexe até ao Deserto do Saara através do Marrocos.com »
« Comprar bilhetes de monumentos e saltar as filas? Organize a sua viagem com antecedência através do Ticketbar.eu »
« Quer viajar e ter sempre Internet? Faça como eu e compre o aparelho da SkyRoam.com »

O autor do blog

VIVA! Sou o João Leitão. Viajante independente desde 1999, explorei mais de 130 países em África, Antártica, Ásia, Europa, América do Norte e Central, América do Sul e Oceânia. Bem-vindo ao meu blog de viagens, onde partilho dicas práticas de viagem para o motivar a sair de casa! Siga nas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram, Pinterest e YouTube.

« Seguir no Instagram »