🐪 » Viagem de grupo 7 dias em Marrocos por 430 Euros » Marrakech até Deserto do Saara » Mais info em MARROCOS.COM « 🐪

🌍 Visitar Yazd, Guia de Viagem – Dicas, Roteiros, Mapas, Fotos

Actualizado em 10 Setembro, 2017

Quer visitar Yazd?

VISITAR YAZD

VISITAR YAZD

Guia de Viagem a Yazd

Yazd é uma das cidades mais antigas do mundo e essa é uma das razões pelas quais se encontra inscrita na Lista de Património Mundial da Humanidade da UNESCO. Visitar o Irão e não passar por Yazd, é deixar para trás um destino importante que vale a pena conhecer.

Nesta página você encontra:

  • Visitar Yazd – o mais importante a saber
  • Dicas rápidas para Yazd
  • Vídeo com imagens de Yazd
  • Os 15 Melhores Locais de Yazd
  • O que visitar em Yazd
  • Mapa dos Monumentos de Yazd
  • Fotos de Yazd
  • Alojamento em Yazd
  • Celebrações e Feriados em Yazd
  • Roteiros em Yazd: 1 dia, 2 dias, 3 dias

Visitar Yazd – O importante a saber

YAZD, IRÃO

YAZD, IRÃO

Felizmente para o visitante o fascinante centro histórico de Yazd é bastante compacto e pode ser explorado a pé. A cidadela está repleta de construções antigas, incluindo a famosa Prisão de Alexandre e um par de casas-museu que representam a arquitectura tradicional persa. Destaque para as torres de vento, que captam a circulação de ar no exterior, introduzindo-o nas habitações arrefecido… uma espécie de ar condicionado de outros tempos. A mesquita Jame é talvez a grande referência de Yazd, mas os traços da crença Zoroastriana, como o Templo do Fogo e as Torres do Silêncio, não podem deixar de ser visitados. Yazd é também um local para relaxar: durante o dia pode-se beber um chá num dos terraços de topo disponíveis na cidade antiga e ao serão é essencial dar-se um passeio pela praça junto ao complexo Amir Chakhmaq, onde os locais acorrem para sociabilizar.

Dicas rápidas para Yazd:

  • Acorde cedo e seja o primeiro a entrar nos monumentos, museus ou outros locais de interesse
  • Suba ao telhado do seu hotel para ter uma vista panorâmica da cidade
  • O deserto e as dunas não estão longe de Yazd, pode fazer uma excursão de um dia para visitar este local
  • Assista a uma sessão de Varzesh-e Pahlavani
  • Apesar de ser muito cliché e turístico, inscreva-se para “A Journey into Persian Life” no Kohan Hotel
GUIA DE VIAGEM YAZD

GUIA DE VIAGEM YAZD

Para saber quando ir a Yazd você precisa de se informar um pouco melhor acerca das suas estações e clima. A melhor altura para visitar Yazd é durante a Primavera e o Outono, pois durante estas estações, a humidade é quase nula e a temperatura é amena. Durante o Verão o país é um pouco quente e no Golfo Pérsico é extremamente húmido, mas se o calor não for um problema para si, então também é boa altura para visitar.

VIAJAR YAZD

VIAJAR YAZD

Vídeo com imagens de Yazd

Vídeo muito bom para podermos ver as diferentes partes turísticas desta cidade.

Os 15 Melhores Locais de Yazd
  1. Mesquita Masjid-e Jame
  2. Templo do Fogo Zaroastra de Atashkadeh
  3. Torres do Silêncio
  4. Museu da Água de Yazd
  5. Praça da Mercado da Torre do Relógio
  6. Cisterna Fatemeh-ye-Golstan
  7. Complexo Amir Chakhmakh
  8. Reservatório de Água
  9. Casa Museu Khan-e Lari
  10. Prisão de Alexandre
  11. Túmulo dos 12 Imams
  12. Madrasse-e Kamalieh
  13. Jardins Dowlat Abad
  14. Praça Markar
  15. Casa Museu Rafieian

O que visitar em Yazd

Yazd no Irão tem imenso para ver, por isso é conveniente organizar um pouco a sua visita para conseguir ver o máximo possível, de forma mais organizada, contribuindo assim para usufruir de umas férias mais proveitosas.

YAZD

YAZD

1- Mesquita Masjid-e Jame

Esta é a mesquita principal de Yazd, localizando-se junto ao seu centro histórico. Foi originalmente construída durante o século XII, mas o que hoje podemos visitar em Yazd é uma outra mesquita, erigida no mesmo local em 1324. Foi ampliada quarenta anos depois e no decorrer dos séculos XVIII e XIX voltou a ser aumentada. Todas estas alterações criaram um interessante complexo arquitectónico, dominado pelos traços do estilo Azari. Os seus dois minaretes são os mais altos do Irão, ladeando uma estreita fachada, decorada na íntegra a azulejo. À esquerda do seu pátio são visíveis os restos da anterior mesquita da época pré Saljuk.

2- Templo do Fogo Zaroastra de Atashkadeh

Este templo Zoroastriano localiza-se em Yazd, apesar de se encontrar um pouco longe do centro histórico. Contudo, dá para caminhar até lá. O templo em si foi construído em 1934, sob a orientação de Jamshid Amanat, com fundos reunidos pela Associação de Parsi Zoroastrianos da Índia, mas o fogo que no seu interior arde é uma chama mantida viva, sem interrupção, deste 470, apesar de ter mudado de lugar por diversas vezes. O edifício tem uma arquitectura semelhante à de templos Atash Behram da Índia e é envolvido por um jardim repleto de árvores de fruta. Note-se a representação da divindade alada Ahura Mazda gravada sobre a porta de entrada. A chama arde por detrás de um vidro que a separa do público. Apenas os Zoroastrianos estão autorizados a chegar-se junto do fogo. O templo pode ser visitado mediante o pagamento de um bilhete.

3- Torres do Silêncio

As Torres do Silêncio (dakhmeh) localizam-se nos arredores de Yazd e estão relacionadas com o culto Zoroastriano. Era ali que os seguidores desta fé deixavam os seus mortos, expostos às aves necrófagas, que se alimentavam deles. Para isso era usada a plataforma mais elevada. Esta prática foi proibida em 1970. Segundo a crença, no momento em que uma pessoa morre, o corpo fica exposto a demónios que o contaminam, e por isso urge purificá-lo, expondo-o aos elementos. Depois de completado o processo, os ossos sobrantes eram colocados em ossários, dos quais existem alguns na área. As duas torres foram construídas no século XIX, mas já antes os Zoroastrianos colocavam no local os cadáveres para serem consumidos pelas aves. Apesar das torres de Yazd serem as mais famosas, existem estruturas semelhantes noutras partes do Irão e da Índia.

4- Museu da Água de Yazd

O Museu da Água é uma das grandes atracções de Yazd e localiza-se mesmo no centro da cidade. A temática do museu está intimamente ligada à génese de Yazd, uma urbe que nasceu no meio do deserto, e que teve que fazer muito para obter a água necessária à sua sobrevivência e desenvolvimento. Neste museu o visitante descobre como um complexo sistema de túneis e comportas (qanats) era utilizado para transportar o precioso líquido. Na realidade existem dois qanats a correr sob o museu, que podem ser acedidos e espreitados. As pessoas que trabalharam na árdua tarefa de construir e manter o sistema são também lembrados na exposição, que se encontra na cave de um edifício que por si só valeria a visita. O museu foi inaugurado em 2000, numa casa de um rico mercador que terá sido construída em 1929.

5- Torre do Relógio de Marker

A Torre do Relógio de Markar ou Borj-e Sa’at Marker encontra-se no meio de uma rotunda, a Midaneh Sa’at Markar, na estrada que segue para Kerman, próximo da escola de Markerabad. O relógio e a praça são uma homenagem a Pestonji Dossabhai Marker (1871-1965), um indiano que se distinguiu pelas escolas e orfanatos que criou. O Xá do Irão, Reza Shah, reconheceu o trabalho deste indiano de Bombaim e concedeu-lhe as insígnias de Neshan-e Elmi e Neshan-e Sepas, ambas em 1949.

YAZD

YAZD

6- Complexo Amir Chakhmakh

O principal elemento deste complexo, que é uma das imagens de marca de Yazd, é a mesquita com o mesmo nome, mas estão incluídos no edifício uns banhos, uma roda de água, um caravanserai e um tekyeh. A fachada do complexo é interessante, composta de alvéolos abobadados e avarandados, em três níveis, com dois altos minaretes ao centro. A praça e a mesquita foram inicialmente construída no início século XV, pelo governador de Yazd, alal-al-Din Amir-Chakhmaq (daí o nome do local). No século XVIII, uma boa parte do complexo estava quase em ruínas. Foi restaurado, sendo de novo reparado no século XIX. Mas a maioria do que vemos hoje data da época de Rexa Shah, ou seja, primeira metade do século XX. Ao serão, a fachada é iluminada e acorrem à praça centenas de pessoas, que a usam como centro de convívio, criando uma atmosfera fabulosa. Em redor do complexo, existe intenso comércio tradicional e uma boa casa de câmbio.

7- Casa Museu Khan-e Lari

Esta é uma das casas museu que se encontram disponíveis para visita em Yazd. Trata-se de um edifício com cerca de 150 anos e é um dos mais bem preservados testemunhos da arquitectura da dinastia Qajar, encontrando-se no bairro histórico de Fahadan. Ocupa uma área de 1,700 m2, sendo na realidade constituída por seis casas independentes. A família que aqui residia rodava a sua residência por quatro alas do complexo, consoante a estação do ano: a norte, para o Inverno; a sul, onde se encontra a torre de vento, para o Verão; a leste, no Outono; a oeste, na Primavera. Como é característico nas casas do deserto, a cave foi desenhada para lidar com as temperaturas extremas, sendo usada como área de estar. Como todas as mansões da época Qajar também esta tem um salão de espelhos.

8- Prisão de Alexandre

Ao contrário do que o seu nome indica, este edifício nunca foi uma verdadeira prisão. Ficou assim conhecido devido a uma referência num poema de Hafez. A sua característica dominante é a magnifica cúpula que se encontra no topo de uma torre com nove metros de altura. Não se conhece a finalidade original da estrutura, construída no século XV, havendo que diga que era uma mesquita e uma escola religiosa, mas seja como for hoje em dia aloja um museu etnográfico que inclui um modelo da cidade e uma colecção de artefactos arqueológicos. Mas o mais interessante são as actividades de artesãos que ali trabalham para deleite dos visitantes.

9- Túmulo dos 12 Imams

Este edifício de tijolo, construído no início século XI (período Seljuk), encontra-se na praça Zayee, no centro de Yazd, bem próximo da “Prisão de Alexandre”. Tal como esta nunca foi uma prisão, o “túmulo” nunca foi um túmulo. O único vestígio dos doze imans xiitas é a antiga inscrição que cita os seus nomes. Destaque para a sua bonita cúpula. O edifício tem estado fechado ao público.

10- Jardins Dowlat Abad

Este parque histórico segue os preceitos da arte persa de construção de jardins, tendo sido construído inicialmente em 1747, durante o período da dinastia Zand, por Mohammad Taghi Khan, que ali viveu.. Tem 40 mil m2 de área e encontra-se aqui a mais alta torre de vento do Irão (39m), incluída na mansão existente no jardim. É um dos locais que fazem parte da inscrição colectiva de Jardins Persas como Património Mundial da Humanidade da UNESCO, aceite em 2011. O complexo é abastecido de água por um qanat (complexo sistema de água trazida desde a fonte por canais e túneis).

11- Casa Museu Rafieian

Esta casa museu encontra-se no centro histórico de Yazd, ficando a meio caminho entre a Mesquita Jame e Prisão de Alexandre e podendo ser visitada entre as 8:30 e as 20:00 horas. Tem cerca de 250 anos e do seu terraço superior usufrui-se de uma das melhores vistas da Yazd. É considerada um dos melhores exemplos da bonita arquitectura tradicional iraniana.

Alojamento em Yazd

Silk Road Hotel em Yazd

Pátio central do Silk Road Hotel em Yazd

Fotografia do pátio central do Silk Road Hotel em Yazd

Quarto twin do Silk Road Hotel em Yazd

Quarto twin do Silk Road Hotel em Yazd

O Silk Road Hotel fica situado perto da famosa Jameh Mosque no centro da cidade antiga de Yazd.

O Silk Road é um hotel normal mas é também uma opção que dá para os viajantes que procuram uma opção mais barata tipo hostel na cidade de Yadz. O Silk Road Hotel além de um quarto dormitório, tem também quartos twin e duplos com casa-de-banho privativa, ou seja, é um hotel que tem várias opções para vários budgets.

Quarto estilo dormitório do Silk Road Hotel em Yazd

Quarto estilo dormitório do Silk Road Hotel em Yazd

Todo o hotel é muito bonito, com um pátio central muito bem decorado, uma zona de bar e os empregados da recepção são muito simpáticos.

Eu não fiquei alojado neste hotel, mas como quis arranjar uma alternativa mais barata ao hotel onde fiquei, para por um artigo de hotel barato em Yazd, visitei o Silk Road Hotel e pedi para tirar fotografias e a lista de preços.

Preço 2012: 500.000 Rials um quarto duplo com casa-de-banho privativa, 400.000 Rials um quarto single com casa-de-banho privativa, 600.000 Rials um quarto triplo com casa-de-banho privativa, e 100.000 Rials (cerca de 4.5 Euros) por uma cama num quarto estilo dormitório com várias camas beliche.

Brochura do Silk Road Hotel em Yazd Irão

Brochura do Silk Road Hotel em Yazd Irão

Brochura do Silk Road Hotel em Yazd Irão

Mapa do Silk Road Hotel em Yazd

Mapa do Silk Road Hotel em Yazd

Mapa do Silk Road Hotel em Yazd

Contactos Silk Road Hotel em Yazd

Alojamento em Yazd

Hotel Kohan Kashaneh em Yazd

Pátio interior do Hotel Kohan Kashaneh em Yazd Irão

Fotografia do pátio interior do Hotel Kohan Kashaneh em Yazd Irão

Quarto com várias camas no Hotel Kohan em Yazd

Quarto com várias camas no Hotel Kohan em Yazd

Fiquei duas noites neste hotel no centro da cidade antiga de Yazd. Este foi o melhor hotel onde fiquei alojado durante os 15 dias de viagem no Irão.

O Hotel Kohan fica dentro de uma casa antiga, tradicional de Yazd. No seu pátio interior tem uma fonte e imensas flores. Muito interessante é que o hotel é um museu, ou seja, há uma zona do hotel que se desce pelas escadas e se pode visitar a antiga cisterna.

Escadas para a cisterna do edifício do Hotel Kohan

Escadas para a cisterna do edifício do Hotel Kohan

O pequeno-almoço / café da manhã é buffet com imensa variedade que inclui pão, queijos, manteiga, chá, fruta, ovos cozidos, etc.

Os quartos são bons, tudo limpinho e com ar condicionado e TV. Os quarto têm casa-de-banho privativa

Preços Hotel Kohan en Yazd

Preços 2012
Paguei 350.000 Rials / +-30 Euros por noite por um quarto duplo + pequeno-almoço. O preço era mais alto mas a senhora de recepção fez um desconto.

Factura do Hotel Kohan Kashaneh

Factura do Hotel Kohan Kashaneh

Factura do Hotel Kohan Kashaneh

Contactos do Hotel Kohan Kashaneh em Yazd

  • Endereço: Amin Darbar Alley, Teerão Irão
  • Telefone: +98.339.41630

Roteiros em Yazd

ROTEIRO YAZD

ROTEIRO YAZD

Algumas ideias de roteiros para você preparar as suas férias em Yazd de maneira independente. Itinerários de turismo em Yazd no Irão.

1 Dia em Yazd: passo-a-passo
Manhã: Brevemente…
Tarde: Brevemente…
2 Dias em Yazd: passo-a-passo
Dia 1 Manhã: Brevemente…
Dia 1 Tarde: Brevemente…

Dia 2 Manhã: Brevemente…
Dia 2 Tarde: Brevemente…

Siga no Twitter, Facebook, Instagram e Pinterest. Partilhe esta página e deixe o seu comentário.


Deixe o seu comentário aqui:

João Leitão - O autor do blog:

VIVA! Sou o João - blogger de viagens. Com 20 anos de experiência como viajante independente, explorei mais de 128 países em África, Antártica, Ásia, Europa, América do Norte e Central, América do Sul e Oceânia. Bem-vindos ao meu blog de viagens, onde partilho informação prática de viagem para o motivar a sair de casa! Siga nas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram, Pinterest e YouTube.

Kit de Viagem:

  • Onde eu reservo alojamento? Encontre os melhores hotéis e promoções através do Booking.com
  • Eu reservo sempre o meu carro online através do Rentalcars.com
  • Quer estar prevenido? Faça o seu seguro de viagem através do Worldnomads.com
  • 7 dias em Marrocos 430 euros desde Marrakech até ao Deserto do Saara através do Marrocos.com
  • Quer viajar e ter sempre Internet? Faça como eu e compre o aparelho da SkyRoam.com
* Esta página tem links de afiliados. Quando você reserva algo através deste blog, eu retenho uma pequena comissão que não altera o preço final. Obrigado!

Blog de viagens mencionado em:

Blog de viagens nos Media

« Seguir @joaoleitaoviagens no Instagram »