🐪 » Viagem de grupo 7 dias em Marrocos por 430 Euros » Marrakech até Deserto do Saara » Mais info em MARROCOS.COM « 🐪

🌍 Visitar Santarém PA, Guia de Viagem – Dicas, Roteiros, Mapas, Fotos

Actualizado em 5 Agosto, 2017

Quer visitar Santarém?

VISITAR SANTARÉM

VISITAR SANTARÉM

Guia de Viagem a Santarém

Santarém no Estado do Pará, é uma simpática cidade da Amazónia com imenso movimento e onde há coisas para fazer durante dois ou três dias completos pelo menos. Eu fui várias vezes a Santarém, porque fiquei duas semanas em Alter do Chão, e fiz alguns dias de visita à cidade. Fui aqui que apanhei o barco direcção a Óbidos um pouco mais acima do rio. Visitar o Brasil e não passar por Santarém, é deixar para trás um destino importante que vale a pena conhecer.

Nesta página você encontra:

  • Visitar Santarém – o mais importante a saber
  • Dicas rápidas para Santarém
  • Vídeo Promocional do Turismo de Santarém
  • Os 13 Melhores Locais de Santarém
  • O que visitar em Santarém
  • Mapa dos Monumentos de Santarém
  • Fotos de Santarém
  • Alojamento em Santarém
  • Alugar carro em Santarém
  • Celebrações e Feriados em Santarém
  • Roteiros em Santarém: 1 dia, 2 dias, 3 dias

Visitar Santarém – O importante a saber

SANTARÉM, BRASIL

SANTARÉM, BRASIL

A pequena cidade de Santarém, no estado do Pará, foi fundada apenas em 1661 por missionários jesuítas distinguindo-se pelo encontro das águas dos rios Amazonas e Tapajós que ocorre mesmo à sua frente. É actualmente um dos principais entrepostos comerciais da área do Amazonas e é uma paragem muito interessante para os viajantes, que aqui encontram uma cidade sem excessos turísticos, mas com todas as condições necessárias.

Para além do interesse natural do encontro dos rios e da floresta envolvente, Santarém tem um carácter histórico que fascinará o visitante. Ainda mais se vier durante as festas do Sairé, que conjugam elementos religiosos e profanos e são muito apreciadas pela população local ou durante o Círio de Nossa Senhora da Conceição, uma procissão que realiza em Novembro. Para relaxar existem praias fluviais de fina areia e para os mais interessados nos aspectos culturais há uns quantos museus que valem a pena visitar, como o Museu Dica Frazão e o Centro Cultural João Fona, o Museu dos Nativos e o Museu de Arte Sacra.

Santarém do Pará, além dos edifícios históricos e de duas igrejas, tem ainda a zona dos barcos e docas, bem como o Centro de Acolhimento de animais selvagens feridos – Zoo Fit. Pode ainda fazer uma excursão de barco de uma hora para ir ver o unir dos Rios Tapajós e Amazonas.

Dicas rápidas para Santarém:

  • Acorde cedo e seja o primeiro a entrar nos monumentos, museus ou outros locais de interesse
  • Ao fim da tarde caminhe ao longo da beira rio
  • Tenha cuidado com os seus pertences
  • Maneira fácil e rápida de mover-se na cidade é de moto-táxi
  • Há barcos que saem de Santarém direcção Óbidos, Manaus, Macapá e Belém
  • Apesar de ser muito cliché e turístico, terá de ir alimentar os golfinho (botos) junto ao mercado do peixe

Para saber quando ir à Santarém você precisa de se informar um pouco melhor acerca das suas estações e clima. A melhor altura para visitar a Santarém é entre Abril e Setembro, momento em que as temperaturas se encontram amenas em toda a região e não chove.

Vídeo Santarém Pérola do Tapajós

Os 18 Melhores Locais de Santarém
  1. Encontro das Aguas
  2. Igreja de São Raimundo Nonato em Santarém
  3. Floresta Nacional dos Tapajós
  4. Praça da Matriz
  5. Praça do Centenário
  6. Orla de Santarém
  7. Alimentar os botos no mercado do peixe
  8. Catedral da Nossa Senhora da Conceição
  9. ZooFIT
  10. Praia Pajuçara
  11. Ponta de Pedras
  12. Museu Dica Frazão
  13. Centro Cultural João Fona
  14. Cachoeira do Aruã
  15. Lago do Maicá
  16. Museu dos Nativos
  17. Museu de Arte Sacra
  18. Alter do Chão

O que visitar em Santarém

SANTARÉM DO PARÁ

SANTARÉM DO PARÁ

1- Igreja de São Raimundo Nonato em Santarém

A Igreja de São Raimundo Nonato foi construída em 1941, localizando-se junto à Praça do Centenário, num ponto onde já existia um antigo templo. Mas já desde 1894 que a ideia de ali erigir um templo vinha a ser desenvolvida pelos habitantes ilustres do bairro de Aldeia. Contudo, a falta de financiamento foi retardando o projecto. Apenas em 1926 a ideia ganhou novo fôlego e a 31 de Agosto o Frei Inácio Bungten lança a primeira pedra da obra. De novo a falta de verbas atrasou a conclusão de obra, que precisou de quase mais duas décadas para terminar. Finalmente a 13 de Outubro de 1941 a igreja foi inaugurada.

2- Praça do Centenário

A Praça do Centenário foi inaugurada em 1948, no mesmo ano em que se comemorava a elevação de Santarém ao estatuto de cidade, e daí o seu nome. O seu projecto foi desenhado pelo santareno Manoel Maria de Macedo Gentil, mais conhecido entre os locais por Xisito. Os trabalhos avançaram a grande velocidade e a 24 de Outubro o “perfeito” da cidade, Adherbal Tapajós Caetano Corrêa inaugurou a nova praça. Destaca-se o bonito coreto, cujo palco não se encontra elevado, como é costume, situando-se antes quase à altura do solo. No seu centro, uma representação de um índio, criada por João Fona, junto à qual se encontra uma estrofe de um poema de Castro Alves e dois canhões que deveriam fazer parte da defesa da Fortaleza do Tapajós.

3- Catedral da Nossa Senhora da Conceição

A construção da Catedral da Nossa Senhora da Conceição, também conhecida como Igreja Matriz de Santarém, iniciou-se em 1761, próximo do local onde tinha surgido o primeiro templo da cidade, erigido pelo padre João Felipe Bettendorff. A sua construção segundo um plano de António Landi, foi prolongada e apenas em 1819 foi inaugurada. Diz-se agora que foi construída sobre um antigo cemitério dos índios Tupaiu. Em meados do século XIX uma das torres sineiras colapsou e a outra foi removida, sendo as obras finalizadas em 1881. Desde então recebeu diversas obras de melhoramento, com o título de “catedral” a ser atribuído em 1893. Como elementos decorativos destacam-se os vitrais com imagens de S.Mateus, S.Marcos, S.Lucas, S. João, S.Pedro e S.Paulo. Na igreja repousam os restos mortais de três bispos da cidade.

4- Museu de Arte Sacra

O Museu de Arte Sacra, inaugurado em 2003, encontra-se anexo à Catedral de Nossa Senhora da Conceição. Tem um acervo de cerca de mil peças, incluindo gravura, peças de mobiliário, terços, mantos, quadros e ex-votos. A secção que mais interessa os visitantes é a que é dedicada ao Círio de Nossa Senhora da Conceição, que inclui uma berlinda (anos 70 e 80) e uma imagem da santa que no passado foi usada nas festividades (anos 40). O Círio de Nossa Senhora da Conceição é uma festa religiosa que traz a Santarém inúmeros visitantes, tendo lugar no último Domingo de Novembro. O Museu encontra-se aberto de Terça-feira a Sábado, das 8:30 às 11:30.

5- Floresta Nacional dos Tapajós

A Floresta Nacional dos Tapajós é uma imensa área dedicada à conservação da natureza, estendendo-se por 549.066,87 hectares, incluindo mais de 160 km de praias. Foi criada em 1974 e é administrada pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade. A diversidade das paisagens incluídas na reserva – com lagos, terrenos alagados, morros, planaltos, florestas e açaizais – assim como o impressionante rio Tapajós, fazem deste parque natural um dos mais visitados do norte do Brasil. Para além das belezas naturais existe um interessante património humano, com a presença dos cerca de quinhentos índios Munduruku, que se dividem por três aldeias: Bragança, Marituba e Takuara. É nesta área que se realiza a mítica Jungle Marathon, uma exigente prova física que traz até aqui atletas de todo o mundo.

6- Praia do Pajuçara

A Praia Pajuçara é uma das mais procuradas das imediações de Santarém, localizando-se a cerca de 8 km da orla da cidade, não muito distante do aeroporto. A praia de água doce do Pajuçara tem umas belas dunas de areia branca, e o leito do rio é ali profundo e de águas tépidas. Não existe construção por perto, e mas há um restaurante que serve refeições tradicionais e bebidas frescas. A praia pode ser acedida por barco mas existe também um estradão para veículos terrestres. O pôr-do-sol pode ali ser um espectáculo inesquecível.

7- Ponta de Pedras

A praia de Ponta de Pedras, localizada a cerca de 23 km de Santarém, é famosa pelas enormes formações rochosas de bauxita que se erguem da sua areia branca, apesar de em algumas épocas do ano as pedras negras não serem visíveis. Existem alguns estabelecimentos hoteleiros de preço acessível no local, bares e restaurantes onde se podem experimentar as especialidades da região: Tucunaré de escabeche, caldeirada ou o famoso Charutinho, um peixe de água doce (existe até um “Festival do Charutinho). Os acessos desde Santarém são excelentes mas quem não tenha viatura própria pode viajar até Ponta de Pedras em transportes públicos.

8- Centro Cultural João Fona

O Centro Cultural João Fona, assim chamado em honra ao artista santareno João Fona (1901-1964), fica se na praça Barão de Santarém, bem no centro da cidade. O edifício foi construído segundo um plano criado pelo Major Engº Pereira Sales. Os trabalhos iniciaram-se em 1857 e foi terminado em 1867. O estilo colonial da casa manteve-se, apesar de ligeiras alterações efectuadas em 1926. Ali funcionaram sucessivamente o Fórum de Justiça de Santarém, o Presídio, a Intendência Municipal, a Prefeitura Municipal e, por fim, o Centro Cultural João Fona, nome pelo qual também é conhecido este museu. Pode o visitante ali ver uma colecção arqueológica e peças de significado histórico para a região.

9- Cachoeira do Aruã

A localidade de Cachoeira de Arua dista cerca de 100 km de Santarém e tem próximo de si duas bonitas quedas de água, formadas pelas águas do rio Arapiuns. A separar as duas quedas de água existe uma pequena ilha, coberta de vegetação luxuriante. Para além de nadar no rio, pode-se ali practicar canoagem ou caminhar nas margens do Arapiuns. Contudo, o acesso às cachoeiras pode apenas ser feito por via fluvial, um passeio que durará o dia inteiro. Existe na vila um pequeno complexo turístico composto por cinco chalés e restaurantes, e que inclui uma piscina natural.

10- Encontro das Águas

Mesmo em frente à cidade de Santarém dá-se o encontro das águas dos rios Amazonas e Tapajós. Visto do ar é um espectáculo impressionante, com as cores distintas das águas que se reúnem. Mas mesmo da margem é possível observar o fenómeno e se puder nadar por lá ainda melhor, porque as diferenças são efectivamente possíveis de sentir no corpo: a água que provém do Amazonas é mais densa e quente, enquanto a do Tapajós se sente logo mais fria e leve. Este paralelo de águas diferentes ocorre numa extensão de cerca de 6 km. O efeito resulta da diferença física das águas de dois rios, ocorrendo noutros pontos do Brasil.

Encontro das águas do Rio Amazonas e do Rio Tapajós em Santarém, Pará Brasil

Fotografia do Encontro das águas em Santarém, Pará Brasil

É o chamado encontro das águas, e que junta, as águas de dois rios: o Rio Amazonas e o Rio Tapajós.

Encontro das águas do Rio Amazonas e do Rio Tapajós em Santarém, Pará Brasil

Fotografia do Encontro das águas do Rio Amazonas e do Rio Tapajós em Santarém, Pará Brasil

No centro da cidade pode-se apanhar uma lancha turística, que nos leva à zona exacta do encontro das águas dos dois rios, e onde podemos então apreciar este fenómeno de perto.

Vídeo do encontro das águas em Santarém

Encontro das águas do Rio Amazonas e do Rio Tapajós em Santarém, Pará Brasil

Fotografia do Encontro das águas do Rio Amazonas e do Rio Tapajós em Santarém, Pará Brasil

Temos ainda a oportunidade de observar a cidade vista do rio, e também a ilhota em frente a Santarém, com imensa natureza e animais.

Encontro das águas do Rio Amazonas e do Rio Tapajós em Santarém, Pará Brasil

Fotografia do Encontro das águas do Rio Amazonas e do Rio Tapajós em Santarém, Pará Brasil

Alugar um barco tipo lancha para este percurso custa R$60, que pode ser dividido com outras pessoas. Ou seja, no meu barco eramos 4 pessoas, pagando então R$15 por pessoa.

Roteiros em Santarém

Algumas ideias de roteiros para você preparar as suas férias em Santarém de maneira independente. Itinerários de turismo em Santarém na Brasil.

1 Dia em Santarém: passo-a-passo
Manhã: Brevemente…
Tarde: Brevemente…
2 Dias em Santarém: passo-a-passo
Dia 1 Manhã: Brevemente…
Dia 1 Tarde: Brevemente…

Dia 2 Manhã: Brevemente…
Dia 2 Tarde: Brevemente…

Procura um Hotel em Santarém? Hotéis em Santarém


Deixe o seu comentário aqui:

João Leitão - O autor do blog:

VIVA! Sou o João - blogger de viagens. Com 20 anos de experiência como viajante independente, explorei mais de 128 países em África, Antártica, Ásia, Europa, América do Norte e Central, América do Sul e Oceânia. Bem-vindos ao meu blog de viagens, onde partilho informação prática de viagem para o motivar a sair de casa! Siga nas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram, Pinterest e YouTube.

Kit de Viagem:

  • Onde eu reservo alojamento? Encontre os melhores hotéis e promoções através do Booking.com
  • Eu reservo sempre o meu carro online através do Rentalcars.com
  • Quer estar prevenido? Faça o seu seguro de viagem através do Worldnomads.com
  • 7 dias em Marrocos 430 euros desde Marrakech até ao Deserto do Saara através do Marrocos.com
  • Quer viajar e ter sempre Internet? Faça como eu e compre o aparelho da SkyRoam.com
* Esta página tem links de afiliados. Quando você reserva algo através deste blog, eu retenho uma pequena comissão que não altera o preço final. Obrigado!

Blog de viagens mencionado em:

Blog de viagens nos Media

« Seguir @joaoleitaoviagens no Instagram »