🐪 » Viagem de grupo 7 dias em Marrocos por 430 Euros » Marrakech até Deserto do Saara » Mais info em MARROCOS.COM « 🐪

🌍 Visitar Cidade do Kuwait, Guia de Viagem – Dicas, Roteiros, Mapas, Fotos

Actualizado em 8 Agosto, 2017

Quer visitar a Cidade do Kuwait?

VISITAR CIDADE DO KUWAIT

VISITAR CIDADE DO KUWAIT

Guia de Viagem da Cidade do Kuwait

A Cidade do Kuwait fica na costa do Golfo Pérsico e é a capital do país. Muitos pensam em guerra quando ouvem o nome Kuwait, mas a cidade do Kuwait é uma metrópole à semelhança de outras grandes cidades do Médio Oriente, com a sua silhueta delineada pelos modernos arranha-céus e edifícios que ostentam a riqueza do país. Visitar o Kuwait e não explorar a Cidade do Kuwait, é deixar para trás um destino importante que vale a pena conhecer.

Nesta página você encontra:

  • Visitar Cidade do Kuwait – o mais importante a saber
  • Dicas rápidas para Cidade do Kuwait
  • Vídeo com imagens aéreas da Cidade do Kuwait
  • Os 14 Melhores Locais da Cidade do Kuwait
  • O que visitar na Cidade do Kuwait
  • Mapa dos Monumentos da Cidade do Kuwait
  • Fotos da Cidade do Kuwait
  • Alojamento na Cidade do Kuwait
  • Alugar carro na Cidade do Kuwait
  • Celebrações e Feriados na Cidade do Kuwait
  • Roteiros em Kuwait: 1 dia, 2 dias, 3 dias

Visitar Cidade do Kuwait – O importante a saber

CIDADE DO KUWAIT, KUWAIT

CIDADE DO KUWAIT, KUWAIT

A cidade do Kuwait passou de aldeia piscatória para uma luxuosa cidade após a descoberta de petróleo a partir dos anos 30. As Torres do Kuwait (depósitos de água) são um marco na paisagem da cidade e funcionam como miradouro, podendo-se apreciar lá de cima uma excelente paisagem, a 360º, da cidade.

Mais recente é a Torre da Libertação (Liberation Tower) que estava já em construção aquando da invasão do Iraque em 1990, mas foi assim baptizada como símbolo da libertação do Kuwait face à invasão do Iraque. Esta Torre é um monumento nacional, apesar de ser a torre de telecomunicações tem um restaurante e observatório.

GUIA DE VIAGEM CIDADE DO KUWAIT

GUIA DE VIAGEM CIDADE DO KUWAIT

A lista de edifícios modernos de arquitectura arrojada é extensa, mas se quiser mergulhar no ambiente mais tradicional dê um passeio pelo Souk Al-Mubarakiya ou, porque não, pelo mercado e mergulhe no espírito do quotidiano dos locais. Se preferir o quotidiano dos grandes magnatas, então terá muitos “malls” (centros comerciais) à escolha.

Se quiser fugir um pouco da cidade, apanhe um ferry até às Ilhas Failaka, uma viagem de cerca de 1 hora no Golfo Pérsico. Esta ilha foi colonizada pelos gregos da antiguidade e podem-se encontrar vestígios arqueológicos da sua ocupação, como o Forte e dois Templos Helénicos.

Pessoalmente, eu gosto muito dos países do Golfo, e não podia perder a oportunidade de visitar esta cidade. Apesar de ser o país da região com menos para oferecer a nível turístico, consegui fazer uma viagem enriquecedora e bem interessante.

Dicas rápidas para Kuwait:

  • Acorde cedo e seja o primeiro a entrar nos monumentos, museus ou outros locais de interesse
  • Suba à Liberation Tower – a melhor vista da cidade
  • O museu Kuwait House for National Works Museum é muito interessante

O Kuwait é uma das unidades políticas do Golfo Pérsico que se transfigurou com a exploração do petróleo. Eram pequenos Estados sem grande significado, pouco mais do que aldeias poeirentas, tornadas símbolos de riqueza. Aconteceu aqui como nos Emirados Árabes Unidos, no Qatar, no Bahrein. As suas capitais transformaram-se em modernas cidades, com escassos traços do passado, onde os visitantes vêm para consumir e admirar o poder económico proporcionado pela extracção do petróleo.

O Dubai será a grande referência de entre estas cidades, mas Kuwait City oferece o mesmo género de experiência. Aqui há um elemento diferente, as marcas físicas e psicológicas deixadas pela invasão iraquiana de 1990 e a posterior restauração da soberania do emirado. Esse conflito danificou muito do património existente na cidade, que teve de ser reconstruído e, de certa forma, melhorado, após 1991. Os encantos de Kuwait City centram-se na modernidade da arquitectura, nas dimensões majestosas das mesquitas e na preciosidade do pouco que existe da era pré-petróleo. Como em toda a região, o clima aqui é quente e seco, sendo melhor planear uma visita fora da época de Verão.

Para saber quando ir à Cidade do Kuwait (Kuwait City) você precisa de se informar um pouco melhor acerca das suas estações e clima. A melhor altura para visitar a Cidade do Kuwait é durante os meses de Novembro a Março.

Vídeo com imagens aéreas de Kuwait

Vídeo muito bom para podermos ver as diferentes partes turísticas desta cidade.

Os 14 Melhores Locais de Cidade do Kuwait
  1. Kuwait Towers
  2. Grande Mesquita do Kuwait
  3. Torre da Libertação (Liberation Tower)
  4. Torre Al Hamra
  5. Palácio Seif
  6. Museu da Ciência e História Natural do Kuwait
  7. Mercado Souq Al Mubarakeya
  8. Museu Marítimo do Kuwait
  9. Zona histórica da Cidade do Kuwait
  10. Mesquita Nahedh
  11. Museu da Invasão do Iraque (Kuwait House for National Works Museum)
  12. Porto de pesca
  13. Praia Dasman Beach
  14. Museu de Arte Moderna

O que visitar na Cidade do Kuwait

CIDADE DO KUWAIT

CIDADE DO KUWAIT

1- Kuwait Towers

As Kuwait Towers, conhecidas localmente como Burjan Al Kuwait, são um grupo de três majestosas estruturas, e para surpresa de muitos são… torres de água. Fazem parte de um sistema que inclui um total de 34 torres, mas estas atingiram notoriedade pelo requinte do design. A ideia da sua construção nasceu em 1961, imediatamente após a independência do Kuwait, mas foram apenas terminadas em 1979, construídas segundo um plano da arquitecta dinamarquesa Malene Bjorn, simbolizando a prosperidade do país. O design combinam elementos visuais tradicionais do mundo árabe, como o efeito de minaretes, e conceitos contemporâneos. Quando o Iraque invadiu o Kuwait, em 1990, as estruturas foram seriamente danificadas, e após a recuperação da soberania foram submetidas a complexas obras de renovação, que terminaram em 1992. Hoje em dia as torres podem ser visitadas, tendo um restaurante e dois cafés, de onde se pode ver a paisagem a cerca de 80 m de altura.

2- Grande Mesquita do Kuwait

Localiza-se no centro da cidade e é a mesquita oficial do Reino, onde todas as celebrações oficiais têm lugar. A sua construção iniciou-se em 1979, tendo ficado concluída em 1986. Apresenta um estilo Islâmico tradicional com influências persas. As suas dimensões são majestosas: o edifício tem uma área de 20 mil metros quadrados, e inclui um salão de orações com espaço para cerca de 10 mil pessoas. A sua cúpula tem uma altura máxima de 43 metros e um diâmetro de 26 metros. A mesquita pode ser visitada, pela manhã, às 9 horas, e existe uma visita guiada gratuita com duração de cerca de duas horas durante a qual se podem tirar fotografias à vontade. O imenso parque de estacionamento tem 5 pisos, pode albergar 600 carros e em caso de necessidade ser usado como espaço extra de oração.

3- Torre da Libertação (Liberation Tower)

A Torre da Libertação é a estrutura mais alta de Kuwait City e a quinta mais alta torre de telecomunicações do mundo. Tem 372 metros. Originalmente o seu nome seria The Kuwait Telecommunications Tower, e os trabalhos de construção iniciaram-se antes da invasão iraquiana de 1990. Felizmente a guerra não danificou a estrutura, meio construída. Foi terminada em 1993, devendo o seu nome à reconquista da soberania do Kuwait depois da ocupação. Apesar de incluir um terraço de observação e um restaurante rotativo, o acesso a estas áreas parece ter sido desactivado há algum tempo. Para além do espaço ocupado com os equipamentos de telecomunicações existem seis andares de escritórios na torre.

4- Torre Al Hamra

A torre Al Hamra é um espectacular edifício moderno que foi concluído em 2011. Tem 80 andares e uma altura de 414 metros, com um design arrojado, preparado para optimizar as vistas de todos os andares e reduzir o impacto térmico da exposição solar. A maioria do edifício é ocupado por escritórios mas contém um centro comercial, um health club e muitas opções na área da restauração, com destaque natural para o restaurante de luxo existente no topo da torre. A Al Hamra é o segundo mais alto edifício do Médio Oriente, a segunda mais alta estrutura de concreto no mundo, o quinto mais alto edifício de escritórios do mundo e, em termos absolutos, o décimo segundo edifício mais alto do mundo.

5- Palácio Seif

Localizado em frente à Grande Mesquita, o Palácio Seif é um dos poucos vestígios do passado histórico de Kuweit City. Teoricamente seria a residência da família real do Kuweit, mas a verdade é que o Palácio de Bayan tem desempenhado este papel e o de Seif tem sido usado apenas para algumas cerimónias. Foi o Sheikh Mubarak que o mandou construir, decorria o ano de 1896. Foi terminado em 1910 e em 1913 tornou-se no primeiro edifício do Kuweit a ter electricidade. Foi inicialmente a sede do governo do Kuweit. A torre do relógio, construída em estilo Neo-Arábico, com belos mosaicos em azul e uma cúpula de ouro maciço, é a sua característica mais proeminente. O edifício foi severamente danificado durante a invasão iraquiana e durante a guerra que se lhe seguiu. Infelizmente não é possível visitar o palácio.

6- Mercado Souq Al Mubarakeya

Apesar de parecer artificial e moderno, o Souq Al Mubarakeya é um dos poucos sobreviventes do Kuwait tradicional, do que existia antes da descoberta e do início da exploração do petróleo. Como tantas outras coisas na cidade, foi danificado durante a invasão iraquiana, tendo sido renovado recentemente, o piso de cimento substituído por ladrilhos de tijolo e outros melhoramentos feitos. No mercado, que funciona há mais de duzentos anos, pode o visitante encontrar uma ampla variedade de produtos: bijutaria, ouro, perfumes artesanais, vegetais, carne, frutas, peixe, especiarias, doces… qualquer coisa de que consiga lembrar-se. Existem no mercado dois pequenos museus, o Quiosque do Sheikh Mubarak e a Primeira Farmácia do Kuwait, e a entrada em ambos é gratuita. Um pequeno segredo: perto da mesquita de Al-Bahar existe um pátio com cafés tradicionais onde se come e bebe pelos preços mais económicos do Kuwait.

7- Museu da Invasão do Iraque (Kuwait House for National Works Museum)

A invasão iraquiana de 1990 foi um momento traumática na História do Kuwait e uma experiência traumática para muitos dos habitantes do emirato, sendo portanto natural a existência de um grande museu dedicado ao tema. Localiza-se em Shuwaikh, um pouco afastado do centro, a uns 40 minutos de táxi. É um museu moderno, com uma exposição complementada com efeitos especiais, muitos sons captados durante os tempos difíceis da guerra, explosões. As dez secções do museu mostram o que seria esperado: mapas explicativos das operações, fotografias, documentos, artefactos utilizados no conflito, armamento. Tudo enquadrado por uma legendagem em tom extremamente patriótico, enaltecendo o heroísmo dos militares locais e dos estrangeiros envolvidos na libertação do Kuwait.

8- Porto de pesca

No Porto de Pesca é possível observar um elevado número de dhows, o tipo de embarcação tradicional do Golfo Pérsico, utilizada para comércio e pesca e que apesar da enorme riqueza dos países da região, continua a ser usada como há centenas de anos atrás. Destaque-se ali o navio Fateh El-kheir, baseado por detrás do Complexo Científico Al-Ard, e que é um dos maiores dhows originais ainda existentes. Este tipo de navio tinha uma tripulação composta por entre 12 a 30 marinheiros. No Kuwait eram muito utilizados para pesca, por mergulho, das ostras e das suas preciosas pérolas. Também aqui 1990 foi um ano negro: os iraquianos afundaram um número considerável destas insubstituíveis embarcações tradicionais.

9- Museu Marítimo do Kuwait

Como o nome indica, este museu é dedicado à actividade marítima no Kuwait e existe desde 2010. A exposição é pequena mas interessante, com todos os objectos legendados em árabe e inglês. O universo para que este museu nos transporta é o de um Kuwait que já não existe, o do emirato de antes da descoberta do petróleo, nos anos 30. Por essa altura o mar era o pilar económico do Kuwait, quer pelo comércio quer pela recolha de pérolas. O visitante é logo saudado por dois enormes dhows que se encontram junto à entrada, e poderá prosseguir sem pagar bilhete. Sim, o acesso é gratuito e o uso de câmaras no interior é permitido.

10- Museu de Arte Moderna

O Museu de Arte Moderna em Kuwait City é algo discreto. Numa localização pouco visível, sem um acesso evidente, pode contudo oferecer momentos muito agradáveis ao visitante que começará por se deliciar com o próprio edifício. Foi construído em 1939 para servir como madrasa (escola religiosa) e nele estudaram gerações de importantes kuwaitis, como o actual emir, Sabah Al Ahmad. Foi em 1997 que transitou para administração do Comité Nacional para a Cultura, Artes e Literatura, tendo sido cuidadosamente reparado – de novo, os danos causados pela invasão de 1990 – antes de abrir como Museu, em 2003. A colecção é dedicada à arte moderna na região do Golfo Pérsico, com natural destaque para os autores nacionais, com as exposição dispersa pelo que foram outrora as salas de aulas da madrasa.

Roteiros no Kuwait

ROTEIRO CIDADE DO KUWAIT

ROTEIRO CIDADE DO KUWAIT

Algumas ideias de roteiros para você preparar as suas férias na Cidade do Kuwait de maneira independente. Itinerários de turismo na Cidade do Kuwait.

1 Dia na Cidade do Kuwait: passo-a-passo
Manhã: Zona histórica da Cidade do Kuwait, Museu da Invasão do Iraque, Liberation Tower
Tarde: Museu da Ciência e História Natural do Kuwait, Museu de Arte Moderna, Museu Marítimo do Kuwait, Kuwait Towers e Praia Dasman
2 Dias na Cidade do Kuwait: passo-a-passo
Dia 1 Manhã: Zona histórica da Cidade do Kuwait, Museu da Invasão do Iraque (Kuwait House for National Works Museum)
Dia 1 Tarde: Museu da Ciência e História Natural do Kuwait, Mercado Souq Al Mubarakeya

Dia 2 Manhã: Grande Mesquita do Kuwait, Kuwait Towers, Porto de pesca
Dia 2 Tarde: Museu de Arte Moderna, Museu Marítimo do Kuwait, Kuwait Towers e Praia Dasman

Procura um Hotel na Cidade do Kuwait? Hotéis no Kuwait


Deixe o seu comentário aqui:

João Leitão - O autor do blog:

VIVA! Sou o João - blogger de viagens. Com 20 anos de experiência como viajante independente, explorei mais de 128 países em África, Antártica, Ásia, Europa, América do Norte e Central, América do Sul e Oceânia. Bem-vindos ao meu blog de viagens, onde partilho informação prática de viagem para o motivar a sair de casa! Siga nas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram, Pinterest e YouTube.

Kit de Viagem:

  • Onde eu reservo alojamento? Encontre os melhores hotéis e promoções através do Booking.com
  • Eu reservo sempre o meu carro online através do Rentalcars.com
  • Quer estar prevenido? Faça o seu seguro de viagem através do Worldnomads.com
  • 7 dias em Marrocos 430 euros desde Marrakech até ao Deserto do Saara através do Marrocos.com
  • Quer viajar e ter sempre Internet? Faça como eu e compre o aparelho da SkyRoam.com
* Esta página tem links de afiliados. Quando você reserva algo através deste blog, eu retenho uma pequena comissão que não altera o preço final. Obrigado!

Blog de viagens mencionado em:

Blog de viagens nos Media

« Seguir @joaoleitaoviagens no Instagram »