🐪 » Viagem de grupo 7 dias em Marrocos por 430 Euros » Marrakech até Deserto do Saara » Mais info em MARROCOS.COM « 🐪

🌍 Visitar Nazaré, Guia de Viagem – Dicas, Roteiros, Mapas, Fotos

Actualizado em 30 Novembro, 2017

Quer visitar Nazaré?

VISITAR NAZARÉ

VISITAR NAZARÉ

Guia de Viagem a Nazaré

A Nazaré é uma pequena cidade com cerca de 15.000 habitantes, localizada no litoral Oeste, a cerca de 100 km a norte de Lisboa. É uma das comunidades mais emblemáticas da actividade piscatória em Portugal e apesar das técnicas tradicionais que se tornam a imagem de marca da Nazaré já não serem praticadas, mantém muito da antiga atmosfera, com o mar omnipresente e a ampla praia que encanta os visitantes. Visitar Portugal e não passar pela Nazaré, é deixar para trás um destino importante que vale a pena conhecer.

Nesta página você encontra:

  • Visitar Nazaré – o mais importante a saber
  • Dicas rápidas para a Nazaré
  • Vídeo com imagens aéreas da Nazaré
  • Os 16 Melhores Locais da Nazaré
  • O que visitar na Nazaré
  • Mapa dos Monumentos da Nazaré
  • Fotos da Nazaré
  • Alojamento na Nazaré
  • Alugar carro na Nazaré
  • Celebrações e Feriados na Nazaré
  • Roteiros na Nazaré: 1 dia, 2 dias, 3 dias

Visitar Nazaré – O importante a saber

NAZARÉ, PORTUGAL

NAZARÉ, PORTUGAL

Nazaré é uma localidade com um passado intenso, bem retratado no numero património arquitectónico, com imensas igrejas e casas tradicionais que trazem um ambiente bem pitoresco. Além disso é uma excelente base para a exploração da região, sendo fácil alcançar locais como Peniche, Tomar, São Martinho do Porto, Óbidos Caldas das Rainhas e muitos outros. Nos últimos anos o fenómeno do Canhão da Nazaré e as ondas fenomenais que provoca tornaram a Nazaré famosa a nível mundial, depois de em Janeiro de 2013 o surfista norte-americano McNamara ter ali batido o recorde do mundo ao surfar uma vaga com cerca de 30 metros de altura.

Dicas rápidas para a Nazaré:

  • Acorde cedo e seja o primeiro a entrar nos monumentos, museus ou outros locais de interesse
  • Suba ao Sítio da Nazaré – a melhor vista da cidade
  • Faça caminhadas tranquilas para explorar com tempo e apreciar devidamente
GUIA DE VIAGEM NAZARÉ

GUIA DE VIAGEM NAZARÉ

Para saber quando ir a Nazaré você precisa de se informar um pouco melhor acerca das suas estações e clima. A melhor altura para visitar Nazaré é entre os meses de Abril e Outubro, uma vez que apresentam temperaturas excelentes para fazer turismo em Portugal.

Vídeo com imagens aéreas da Nazaré

Vídeo muito bom para podermos ver as diferentes partes turísticas deste lugar.

Os 10 Melhores Locais da Nazaré
  1. Igreja de São Gião
  2. Capela de Nossa Senhora dos Anjos
  3. Forte de São Miguel Arcanjo
  4. Igreja de Nossa Senhora da Nazaré
  5. Igreja da Misericórdia da Pederneira
  6. Ermida da Memória
  7. Museu Dr. Joaquim Manso
  8. Museu Municipal de Peniche
  9. Casa-Museu do Pescador
  10. Cine-Teatro da Nazaré

O que visitar na Nazaré

NAZARÉ

NAZARÉ

Nazaré em Portugal tem imenso para ver, por isso é conveniente organizar um pouco a sua visita para conseguir ver o máximo possível, de forma mais organizada, contribuindo assim para usufruir de umas férias mais proveitosas.

1- Igreja de São Gião

Esta pequena igreja levou uma existência discreta enquanto património religioso, tendo sido descoberta por Eduino Borges Garcia em 1961. Localiza-se na Quinta de São Gião, a apenas 500 metros do mar. Tem apenas uma nave, com um comprimento de 6,6 metros e uma largura de 3,9 metros, não existindo qualquer janela no edifício. Historicamente pouco se sabe sobre a igreja, mas existem teorias que apontam para uma origem no século VII. Foram encontrados na área envolvente artefactos de origem romana, visigótica e medieval, expostos no Museu Dr. Joaquim Manso. Sabe-se que em 1702 era usada como curral de gado, uma função pouco prestigiante mas que provavelmente salvou o edifício que, tendo sido votado ao abandono, teria certamente derrocado. Classificada como Monumento Nacional em 1986.

2- Capela de Nossa Senhora dos Anjos

Esta capela foi construída no século XVI, segundo a tradição por no local terem desembarcado Frei Rodrigo e Frei Romano, transportando consigo a imagem de Nossa Senhora da Nazaré trazida de Mérida. Com o passar do tempo foi sujeito a diversas vagas de obras que alteraram a sua configuração inicial, de que resta o alpendre da entrada. Existia um adro e um pequeno cemitério que desapareceram. É actualmente utilizada por ocasião da Procissão do Senhor dos Passos, que tem lugar três semanas após o Carnaval. No seu interior destaca-se o retábulo em estilo Barroco, duas tábuas pintadas no século XVI e alguns azulejos do século XVII. Foi classificada como Imóvel de Interesse Público em 1978.

3- Forte de São Miguel Arcanjo

A construção original deste forte data do reinado de D. Sebastião, tendo ficado concluído em 1577, tendo então a missão de manter os piratas que atacavam frequentemente o litoral português. Em 1644 o rei D. João IV ordenou a sua renovação e ampliação, sendo dessa altura a designação que chegou até aos dias de hoje, já que São Miguel Arcanjo foi escolhido como “santo vigilante” do forte e uma representação sua foi colocada no local. O forte viu acção durante as invasões napoleónicas e, mais tarde, durante a guerra civil que opôs Absolutistas a Liberais. Foi nesta altura que e estátua de São Miguel Arcanjo foi vandalizada pelas tropas Liberais, sofrendo estragos que ainda hoje são visíveis. No início do século XX, já desprovido de qualquer missão militar, foi o forte convertido em farol, tendo ali sido instalada em 1903 o necessário equipamento.

4- Santuário de Nossa Senhora da Nazaré

As raízes históricos do santuário remontam ao século XIV, quando o rei D. Fernando veio em peregrinação até à Nazaré. Como costuma acontecer em edifícios deste género, ao longo dos séculos o templo foi sendo alterado e ampliado. D. João I, D. João II, D. Manuel. D. Filipe II e D. Afonso VI foram reis que ordenaram melhorias no santuário. Este último foi responsável pelas principais alterações, efectuadas em 1691. A planta do santuário ficou então em forma de cruz latina, como hoje. Em 1717 a parte frontal do edifício foi alterada e passou a ter as duas torres sineiras que se podem ver no local. No seu interior, de uma só nave, destaque para o painel de azulejos composto por quase 6.600 peças, da autoria do holandês Williem Van der Klöet, que retrata episódios da Biblia. De resto o seu interior merece uma visita atenta, porque o recheio é rico e variado.

5- Igreja da Misericórdia da Pederneira

Como o nome indica, esta igreja fica na Pederneira, tendo sido ali construída no início do século XVIII, sobre um anterior templo datado do século XVI. Durante séculos manteve-se nas mãos da Irmandade da Misericórdia da Pederneira, mas quando esta foi extinta, em 1877, a propriedade passou para Real Casa de Nossa Senhora da Nazaré. A igreja apresenta uma ampla fachada em Barroco Tardio e no seu interior encontramos uma nave com um púlpito enriquecido com um belo dossel de talha dourada. Junto ao altar-mor existe uma representação do Senhor dos Passos, usado anualmente numa popular procissão que tem lugar depois do Carnaval.

6- Ermida da Memória

De acordo com a lenda, esta pequena ermida foi mandada construir em 1182 por D. Fuas Roupinho após o milagre de Nossa Senhora da Nazaré. Encontra-se erigida sobre a Gruta da Nazaré. Em 1370 D. Fernando mandou melhorar a ermida. A sua abóbada está revista com azulejos decorativos que retratam episódios da vida do nobre que ordenou a sua construção. As paredes estão também cobertas de azulejos do século XVII, da autoria do Mestre António Oliveira Bernardes. Ali próximo encontram-se um padrão, e do recinto que envolve a ermida têm-se excelentes vistas da linha da costa e da Nazaré.

7- Museu Dr. Joaquim Manso

Este é um museu genérico, cobrindo toda a temática relativa à Nazaré, mas com especial incidência na sua História e etnografia. Abriu ao público em 1976 e desde então tem enriquecido o seu espólio. Localiza-se junto ao promontório, num dos pontos mais antigos da localidade, o Sitio. A sua colecção conta com objectos arqueológicos, ferramentas, peças de arte, fotografias e documentação variada. Para além do seu papel tradicional, o museu organiza actividades na área cultural, incluindo passeios pedestres acompanhados e exposições temporárias. O museu está instalado naquela que era a casa de férias (de início do século XX) de Joaquim Manso, escritor e fundador do extinto Diário de Lisboa.

8- Museu Municipal de Peniche

O Museu Municipal de Peniche encontra-se alojado no Forte de Peniche, um edifício ligado ao regime do Estado Novo, já que foi utilizado como cadeia para presos político pelos governos de Salazar e de Marcelo Caetano. Esse passado próximo está aliás representado na exposição, com uma ala dedicada ao movimento anti-Fascista, mas outras secções abordam temas mais clássicos, como a arqueologia, o artesanato local e as artes de construção naval tradicional. Com frequência são ali organizadas actividades culturais e exposições temporárias. O museu encerra às Segundas-feiras e nos outros dias fecha brevemente para almoço.

9- Teatro Chaby Pinheiro

Este teatro, construído no principio do século XX, inspirou-se nos modelos italianos, usando os mesmos princípios que o famoso La Scala de Milão. O autor do projecto foi o arquitecto Ernesto Korrodi. As obras iniciaram-se em 1908 mas detiveram-se pouco depois. Foi preciso esperar até 1923 para que os trabalhos fossem retomados, desta vez com sucesso. Para a decoração de interiores foi contratado Frederico Ayres, que veio de Lisboa para construir e pintar o palco e os cenários, tendo o meu artista criado os frescos que decoram a sala. A sala foi inaugurada a 5 de Fevereiro de 1926, e logo com duas peças: O Conde Barão e O Leão da Estrela. O teatro tomou o nome do famoso actor da época que actuou nessa noite de inauguração.

10- Antiga Casa dos Pescadores

Esta casa nasceu em 1941, inaugurada juntamente com o Bairro dos Pescadores. A sua missão era essencialmente social e educativo, ensinando-se ali os ofícios do mar aos rapazes, que ao se graduarem obtinham os níveis de arrais, contramestres e mestres de pesca. Quanto às raparigas, tinham acesso ao ensino básico e das lides domésticas. Existia um nível de ensino mais elevado, de pesca profissional, para que os homens que já exerciam a profissão pudessem melhorar os seus conhecimentos técnicos e aceder a postos de trabalho na frota da pesca de arrasto e do bacalhau. Desde 1983 que após obras de renovação o edifício passou a albergar serviços municipais.

Roteiros na Nazaré

ROTEIRO NAZARÉ

ROTEIRO NAZARÉ

Algumas ideias de roteiros para você preparar as suas férias na Nazaré de maneira independente. Itinerários de turismo na Nazaré em Portugal.

1 Dia na Nazaré: passo-a-passo
Manhã: Brevemente…
Tarde: Brevemente…
2 Dias na Nazaré: passo-a-passo
Dia 1 Manhã: Brevemente…
Dia 1 Tarde: Brevemente…

Dia 2 Manhã: Brevemente…
Dia 2 Tarde: Brevemente…

Procura um Hotel em Nazaré? Hotéis em Nazaré

Siga no Twitter, Facebook, Instagram e Pinterest. Partilhe esta página e deixe o seu comentário.


Deixe o seu comentário aqui:

João Leitão - O autor do blog:

VIVA! Sou o João - blogger de viagens. Com 20 anos de experiência como viajante independente, explorei mais de 128 países em África, Antártica, Ásia, Europa, América do Norte e Central, América do Sul e Oceânia. Bem-vindos ao meu blog de viagens, onde partilho informação prática de viagem para o motivar a sair de casa! Siga nas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram, Pinterest e YouTube.

Kit de Viagem:

  • Onde eu reservo alojamento? Encontre os melhores hotéis e promoções através do Booking.com
  • Eu reservo sempre o meu carro online através do Rentalcars.com
  • Quer estar prevenido? Faça o seu seguro de viagem através do Worldnomads.com
  • 7 dias em Marrocos 430 euros desde Marrakech até ao Deserto do Saara através do Marrocos.com
  • Quer viajar e ter sempre Internet? Faça como eu e compre o aparelho da SkyRoam.com
* Esta página tem links de afiliados. Quando você reserva algo através deste blog, eu retenho uma pequena comissão que não altera o preço final. Obrigado!

Blog de viagens mencionado em:

Blog de viagens nos Media

« Seguir @joaoleitaoviagens no Instagram »