🐪 » Viagem de grupo 7 dias em Marrocos por 430 Euros » Marrakech até Deserto do Saara » Mais info em MARROCOS.COM « 🐪

🌍 Visitar Coreia do Norte – Roteiros e Dicas de Viagem

Actualizado em 28 Julho, 2017
Visitar Coreia do Norte - Roteiros e Dicas de Viagem

Visitar Coreia do Norte – Roteiros e Dicas de Viagem

Guia de Viagem da Coreia do Norte

Viajar na Coreia do Norte – informação de viagem.

Tudo sobre visitar os melhores locais e destinos da Coreia do Norte. Ideias de roteiros e itinerários com informação de alojamento, transporte, muitas galerias de fotografias, restaurantes, vídeos e mapas.

Organize as suas férias na Coreia do Norte. Alguma pergunta ou opinião deixe um comentário no fim da página.

Nesta página você encontra:

  1. República Popular Democrática da Coreia – Informação prática
  2. Turismo na Coreia do Norte – Apresentação
  3. História, Geografia e Cultura
  4. Clima e Quando ir
  5. Vídeo da Coreia do Norte
  6. Resumo de viagem à Coreia do Norte
  7. Guia de Viagem: artigos para consultar
  8. Roteiros na Coreia do Norte – 5, 6 e 7 dias
  9. Locais UNESCO na Coreia do Norte
  10. Kit de Viagem

Obrigado.

República Popular Democrática da Coreia

    Bandeira Coreia do Norte

    Bandeira da Coreia do Norte

  • Capital: Pyongyang
  • Língua oficial: Coreano
  • Líder supremo: Kim Jong-un
  • População 2013: 24.895.000 habitantes
  • Moeda: Won norte-coreano
  • Área Total: 120.540 km²
  • Fuso horário: UTC +9
  • Código telefónico internacional: +850
  • Clima: Clima subtropical
  • Visto: É preciso visto e só se pode viajar no país com guia através de uma agência de viagens. Pode-se viajar em grupo ou em viagem privada
  • Fronteiras: Coreia do Sul, República Popular da China, Rússia
  • Locais a não perder: Pyongyang, Kaesong, Zona Desmilitarizada da Coreia DMZ, Monte Kuwol, Templo Woljong, Complexo de Túmulos Koguryo, Monumentos de Kaesong
  • Quando visitei a Coreia do Norte: Outubro 2014
  • Mapa Coreia do Norte

    Mapa Coreia do Norte

Turismo na Coreia do Norte, Roteiros de Viagem

Casal recém casado em Kaesong – Viajar na Coreia do Norte

Casal recém casado em Kaesong – Viajar na Coreia do Norte

A Coreia do Norte é um país fascinante e interessante para viajar.

Mausoléu dos líderes Kim Il-Sung e Kim Jong-il em Pyongyang

Mausoléu dos líderes Kim Il-Sung e Kim Jong-il em Pyongyang

Estive durante uma semana na RDPC, país normalmente conhecido como Coreia do Norte.

A minha viagem foi fantástica e superou todas as expectativas possíveis a vários níveis.

Entrei no país de avião vindo de Pequim na China e saí numa viagem de 24 horas de comboio / trem desde Pyongyang até Pequim via Dandong na fronteira entre os dois países.

Foi fascinante o encontro de pessoas tão simpáticas e um país cheio de história. De toda a viagem o mais marcante foi sem dúvida visitar o Mausoléu dos líderes Kim Il-Sung e Kim Jong-il em Pyongyang, a Zona Desmilitarizada DMZ entre a Coreia do Norte e a Coreia do Sul, o Templo budista de Woljong na Montanha Kuwol, os Locais históricos de Kaesong no Museu Koryo e o incrível Túmulo de Anak No. 3 com pinturas murais com 1700 anos.

Comida na Coreia do Norte

Comida na Coreia do Norte

Muita gente tem curiosidade de saber como se parece a Coreia do Norte, como é o país?

Bem, o meu parecer é que o país apesar de ter sido totalmente destruído por bombardeamentos dos Estados Unidos da América há 30 anos atrás, foi totalmente reconstruído e as cidades são muito bonitas, limpas e organizadas. Fora das cidades é menos desenvolvido e há muitas aldeias com casas tradicionais. O país está todo cultivado e com muita gente sempre a trabalhar. Eu pessoalmente ponho a Coreia do Norte no mesmo nível de desenvolvimento de alguns países da Ásia Central como o Uzbequistão e Tajiquistão por exemplo.

Pyongyang, a capital da Coreia do Norte é uma cidade muito bonita, com impressionantes monumentos e linda propaganda política socialista (murais pintados, estátuas, museus). Tive a oportunidade de visitar imensos locais da cidade e conhecer um pouco mais da história do país, seus valores e costumes. Para viajantes que gostam de destinos como Rússia, Ásia Central e ex-Repúblicas da União Soviética, a Coreia do Norte é um país a não perder.

Poster pintado à mão representando a luta contra a agressão americana na Coreia

Poster pintado à mão representando a luta contra a agressão americana na Coreia

A nível político, não querendo escrever muito sobre o assunto, penso que o povo coreano sofreu muito durante a invasão japonesa e durante a agressão americana que bombardeou o seu país. Sob pressão e ameaças de um ataque nuclear americano (logo após às bombas dos EUA no Japão), o governo da RDPC fechou-se e tentou de todas as maneiras sobreviver. Devido a sanções do ocidente o país foi isolado e foi-se isolando.

Apresentação da História, Geografia e Cultura:

Estátuas dos líderes Kim Il-Sung e Kim Jong-il em Pyongyang

Estátuas dos líderes Kim Il-Sung e Kim Jong-il em Pyongyang

A história da Coreia do Norte tem início com o término da Segunda Guerra Mundial, aquando o Japão entregou este país aos Aliados. Foi feita uma divisão em duas regiões distintas, a qual destinguia a zona Norte sob os comandos da União Soviética e a zona Sul, administrada pelos EUA. No ano 1948 foi criada a República Popular Democrática da Coreia, levando o país a um Estado comunista, sob influência da Rússia. A Coreia do Norte tentou, de forma forçada, unir-se à Coreia do Sul, atitude que levou à sangrenta Guerra da Coreia, em 1950. Três anos mais tarde, a tentativa de comunicação entre as duas Coreias, leva a um acordo, o qual leva avante um cessar-fogo mais sentido. Existe pressão, durante mais de vinte anos por parte do governo do presidente Kim II-Sung, para retirar as tropas americanas, tal como para a reunificação da Coreia.

A geografia da Coreia do Norte conta com a área territorial de 120 540 Km2, situada na Ásia Oriental, mais propriamente no Norte da Península da Coreia. Faz fronteira a Nordeste com a Rússia, a Norte com a China e a Sul com a Coreia do Sul. É banhado a Leste pelo Mar do Japão, tal como é banhado a Oeste pelo Mar Amarelo. No que toca ao cenário paisagístico, este país apresenta-se bastante montanhoso na região Norte (grande parte cobertas de floresta), tal como por vales de grande profundidade e densos e, o ponto mais alto localiza-se na Montanha Paektu-San, com 2 744 metros de altitude. A costa (Oeste e Leste) é caracterizada por planícies vastas. Um dos rios mais importantes para os norte-coreanos é o Rio Amnok, pois tem a característica de ser o mais longo com 790 Km de extensão.

A cultura da Coreia do Norte mistura religiões, que influenciaram imenso esta sociedade – o Budismo, o Taoísmo e o Confucionismo, mas é, acima de tudo, uma sociedade comunista. A arquitectura aqui presente está bastante ligada ao comunismo e as cidades estão repletas de propaganda a Kim II-Sung. Os Túmulos de Koguryo estão contemplados na lista do Património Mundial da Unesco.

Vista de Pyongyang da janela do meu quarto de hotel no 29º andar

Vista de Pyongyang da janela do meu quarto de hotel no 29º andar

Clima e Quando ir:

Para saber quando ir à Coreia do Norte você precisa de se informar um pouco melhor acerca das suas estações e melhor clima. A melhor altura para visitar a Coreia do Norte é durante os meses de Abril a Junho e de Setembro a Outubro, até porque durante os meses de Inverno não existem autorizações para entrar no país, devido ao frio extremo.

O clima da Coreia do Norte é temperado continental, o qual conta com um Verão bastante húmido e o Inverno, para além de ser longo, é bastante rigoroso.

Vídeo da RT – 10 dias na Coreia do Norte

O que visitei / Resumo de viagem à Coreia do Norte

Por ordem de visita.

Pyongyang, Coreia do Norte
PyongyangPyongyang: Esta é a capital da Coreia do Norte. Muitos monumentos aos líderes e ao partido trabalhador espalhados por toda a cidade. Pyongyang tem uma série de museus de grande qualidade. Fiquei alojado no 29º andar do Hotel Yanggakdo com uma vista maravilhosa da cidade e do Rio Taedong. Visitei a Torre Juche com 170 metros, o Metro de Pyongyang, o Museu de Guerra, o Parque Mansudae, o Grande Monumento Mansudae, a Estátua Chollima, o Museu da Revolução Coreana, o Arco do Triunfo, o Monumento do Partido dos Trabalhadores da Coreia, o Arco da Reunificação e o incrível Palácio do Sol Kumsusan.
Kaesong, Coreia do Norte
KaesongKaesong: Esta cidade foi antiga capital do Império Goryeo (Koryo) do século X até ao século XIV. Aqui visitei o complexo da Escola de Arte de Kaesong local UNESCO Património Mundial da Humanidade. Arquitectura linda com edifícios e alguns museus para aprender mais sobre a história da Coreia.
Panmunjeom, Coreia do Norte
PanmunjeomPanmunjeom: Aldeia abandonada que fica mesmo na fronteira da Coreia do Norte e Coreia do Sul. Neste local foi assinado o armistício (cessar-fogo) entre as coreias no ano de 1953. Panmunjeom fica situada na actual Zona Desmilitarizada da Coreia ZDC (em inglês DMZ). Pode-se visitar um museu e a sala com as mesas onde se assinou o armistício.
Zona Desmilitarizada da Coreia DMZ
Zona Desmilitarizada da Coreia DMZZona Desmilitarizada da Coreia DMZ: Esta linha de separação das duas Coreias tem 4 km de largura e 238 km de comprimento. Esta é a zona com maior concentração de armas no mundo. Entrei na casa chamada de “Casa de Conferências” onde os líderes políticos das duas partes se encontram. Dentro desta casa há uma mesa metade na Coreia do Sul e a outra metade na Coreia do Norte.
Muro de Betão entre a Coreia do Norte e a Coreia do Sul
Muro de Betao entre a Coreia do Norte e a Coreia do SulMuro de Betão: Entre a Coreia do Norte e a Coreia do Sul há um muro de protecção. Do lado norte coreano pode-se ver a zona da Coreia do Sul com vários binóculos. Na altura que aqui estive a Coreia do Sul estava a fazer testes de armamento com bombas mesmo na fronteira, o que a meu ver são práticas muito provocatórias.
Monte Ryongak, Coreia do Norte
Monte RyongakMonte Ryongak: A chamada Montanha do Dragão, há aqui um parque de merendas com estátuas enormes de vários dragões. Almocei e passei um par de horas neste parque, a apreciar a Natureza e um grupo de militares coreanos a dançarem e tocarem instrumentos.
Nampho, Coreia do Norte
NamphoNampho: Visitei o incrível complexo industrial de Taen onde se construem turbinas e fundição de ferro. Visitei ainda uma cooperativa agrícola.
Mangyongdae, Coreia do Norte
MangyongdaeMangyongdae: Local onde está a casa do líder Kim Il Sung. Aqui numa casa museu pode-se ver como se vivia na Coreia há 100 anos atrás. A casa está muito bem conservada e tem vários artifícios históricos da vida de Kim Il Sung.
Barragem do Mar Amarelo, Coreia do Norte
Barragem do Mar AmareloBarragem do Mar Amarelo: Enorme barragem de 8 km de extensão com três câmaras de bloqueio e 36 comportas, permitindo a passagem de navios até 50.000 toneladas. A barragem de Nampho fecha o rio Taedong ao Mar amarelo. Foi construída entre 1981 e 1986. Na Ilha de P’i Do há um centro de visitantes que explica como se construiu a barragem e de onde se pode fazer vistas da totalidade da barragem e das comportas.
Montanha Kuwol, Coreia do Norte
Montanha KuwolMontanha Kuwol: Lindo Parque Natural da Montanha Kuwol. Literalmente chamado de Monte Setembro porque é especialmente bonito neste mês do ano. Além de uma natureza incrível, há ainda vários mosteiros budistas e muitos túmulos de reis da antiguidade coreana.
Templo Samsong, Coreia do Norte
Templo SamsongTemplo Samsong: Templo budista situado na Montanha Kuwol. Arquitectura de madeira com várias pinturas.
Templo Woljong, Coreia do Norte
Templo WoljongTemplo Woljong: Sem dúvida o mais impressionante templo budista da Coreia do Norte. Arquitectura de madeira e pinturas murais que datam do século IX. Tive a oportunidade de ter uma cerimónia budista privada dada pelo monge que cuida do local. Local fascinante.
Túmulo de Anak No. 3, Coreia do Norte
Tumulo de Anak No. 3Túmulo de Anak No. 3: Local UNESCO Património Mundial da Humanidade. Algumas destas pinturas com 1700 anos de idade estão muito bem preservadas e proporcionam uma ideia de como seria a vida nesta região no século IV. Como não havia luz, tive a oportunidade de entrar dentro do vidro de protecção e explorar o local com uma lanterna.
Sariwon, Coreia do Norte
SariwonSariwon: Esta simpática cidade norte coreana tem um centro construído ao estilo tradicional coreano. Como a cidade está longe do Mar, foram construídos vários lagos artificiais com jardins para animar e refrescar os seus habitantes. Visitei o Museu de Arte Popular onde vários murais ensinam sobre a histórica da Coreia.
Comboio Pyongyang até Pequim, Coreia do Norte
Comboio Pyongyang ate PequimComboio Pyongyang até Pequim: Viagem de 24 horas desde a capital da RDPC / DPRK até à capital da China. A paisagem da Coreia do Norte é muito bonita, menos industrializada que a da China. Parei durante 2 horas na cidade fronteiriça de Dandong para mudar de comboio / trem que me levou finalmente até Pequim.

Roteiros na Coreia do Norte

Algumas ideias de roteiros para você preparar as suas férias na Coreia do Norte. Itinerários de turismo na Coreia do Norte de 5, 6 ou 7 dias.

5 Dias: DPRK Pyongyang e Kaesong
Dia 1 Pyongyang
Dia 2 Kaesong
Dia 3 DMZ
Dia 4 Namp’o
Dia 5 Pyongyang
6 Dias: DMZ e Pyongyang
Dia 1 Dandong
Dia 2 Pyongyang – Kaesong
Dia 3 Kaesong
Dia 4 Kaesong – Panmunjom/DMZ
Dia 5 Panmunjom/DMZ – Pyongyang
Dia 6 Pyongyang
7 Dias: DPRK 1 semana
Dia 1 Pyongyang
Dia 2 Namp’o
Dia 3 Namp’o
Dia 4 Haeju
Dia 5 Haeju
Dia 6 Pyongyang
Dia 7 Pyongyang
Locais UNESCO na Coreia do Norte
Estes são alguns dos melhores destinos para visitar na Coreia do Norte. Os locais UNESCO Património Mundial na Coreia do Norte são locais protegidos pela sua importância cultural ou natural.

Locais inscritos na Lista do Património Mundial na Coreia do Norte:

  • Complexo de Túmulos Koguryo
  • Monumentos e Sítios Históricos de Kaesong

Deixe o seu comentário aqui:

João Leitão - O autor do blog:

VIVA! Sou o João - blogger de viagens. Com 20 anos de experiência como viajante independente, explorei mais de 128 países em África, Antártica, Ásia, Europa, América do Norte e Central, América do Sul e Oceânia. Bem-vindos ao meu blog de viagens, onde partilho informação prática de viagem para o motivar a sair de casa! Siga nas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram, Pinterest e YouTube.

Kit de Viagem:

  • Onde eu reservo alojamento? Encontre os melhores hotéis e promoções através do Booking.com
  • Eu reservo sempre o meu carro online através do Rentalcars.com
  • Quer estar prevenido? Faça o seu seguro de viagem através do Worldnomads.com
  • 7 dias em Marrocos 430 euros desde Marrakech até ao Deserto do Saara através do Marrocos.com
  • Quer viajar e ter sempre Internet? Faça como eu e compre o aparelho da SkyRoam.com
* Esta página tem links de afiliados. Quando você reserva algo através deste blog, eu retenho uma pequena comissão que não altera o preço final. Obrigado!

Blog de viagens mencionado em:

Blog de viagens nos Media

« Seguir @joaoleitaoviagens no Instagram »