🐪 Venha conhecer Marrocos « Viagem de grupo 7 dias por 430 Euros » Marrakech até Deserto do Saara 🐪

Visitar Pridnestróvia – Roteiros e Dicas de Viagem

João Leitão
Actualizado em 26 Junho, 2018
Visitar Pridnestróvia – Roteiros e Dicas de Viagem

Visitar Pridnestróvia – Roteiros e Dicas de Viagem

Guia de Viagem da Pridnestróvia

Viajar na Pridnestróvia – informação de viagem.

Tudo sobre visitar os melhores locais e destinos da Pridnestróvia (Transnístria). Ideias de roteiros e itinerários com informação de alojamento, transporte, muitas galerias de fotografias, restaurantes, vídeos e mapas.

Organize as suas férias na Pridnestróvia. Alguma pergunta ou opinião deixe um comentário no fim da página.

Nesta página você encontra:

  1. República Moldava da Pridnestróvia – Informação prática
  2. Turismo na Pridnestróvia – Apresentação
  3. Vídeo da Pridnestróvia
  4. Resumo de viagem à Pridnestróvia
  5. Guia de Viagem: artigos para consultar
  6. Roteiros na Pridnestróvia
  7. Locais UNESCO na Pridnestróvia
  8. Kit de Viagem

Obrigado.

República Moldava da Pridnestróvia

Bandeira Pridnestrovia

Bandeira da Pridnestróvia

  • Capital: Tiraspol.
  • Língua oficial: Russo, moldavo e ucraniano.
  • Presidente: Yevgeny Shevchuk.
  • População 2010: 518.700 habitantes.
  • Moeda: Rublo transnístrio.
  • Área Total: 4163 km².
  • Fuso horário: UTC+2 – Verão UTC +3.
  • Código telefónico internacional: +373.
  • Clima: Continental.
  • Visto: É necessário fazer o visto num espaço de 24 horas depois de se entrar no país.
  • Fronteiras: Moldávia, Ucrânia.
  • Locais a não perder: Bendery, Tiraspol.
  • Quando visitei a Pridnestróvia: Agosto 2008.

Turismo no Pridnestróvia, Roteiros de Viagem

Catedral de Tiraspol, Visitar a Pridnestróvia

Catedral de Tiraspol, Visitar a Pridnestróvia

Tiraspol
A Pridnestróvia (Transnístria) é um país fascinante para passar férias.

A Pridnestróvia é uma República constitucional de facto independente que fica entre a Ucrânia e a Moldávia.

A sua capital Tiraspol é uma cidade fascinante onde imensa propaganda soviética e pós-russa invadem as ruas e fazem parte do dia-a-dia do povo, maioritariamente de etnia russa e ucraniana (a etnia moldava é só 15% da população).

A Transnítria tem uma fama muito grande de ser um país difícil de conhecer já que há uma enorme corrupção e fortes indícios de ser um paraíso para tráfico de armas e tráfico de pessoas.

A Transnítria é um país normal, é preciso passar a fronteira, fazer registo de permanência, tem o seu próprio dinheiro, parlamento, polícia e exército (russo).

A minha visita à Pridnestróvia (também conhecida por Transdniestre, Transdniester ou Transdniéstria), fez-se de forma muito normal, os polícias de fronteira foram muito simpáticos e no registo de turista na cidade foi-me dado um visto de 11 dias de permanência.

O que visitei / Resumo de viagem à Pridnestróvia

Por ordem de visita.

Tiraspol, Pridnestróvia
Tiraspol, PridnestroviaTiraspol: é a capital da Transnístria. Habitada deste o ano 600 a.C., foi fundada pelo general russo Aleksandr Suvorov, no século XVIII, onde anteriormente se situava “Sucleia Veche”. O nome antigo para o Rio Dniester era Tyras e Pol, que tem como significado cidade, formou o nome Tiraspol. Tem poucos vestígios arqueológicos de tempos de outrora, mas hoje em dia é uma cidade bastante moderna. A estátua de Vladimir Lenin está em grande destaque em frente ao edifício parlamentar de Tiraspol. Outra estátua a visitar é a de Alexander Suvorov na Praça Central. Foi instalada em 1979 aquando as comemorações dos seus 250 anos. Do outro lado da Praça Central, encontramos um tanque soviético, marcando a vitória soviética na Segunda Guerra Mundial. É uma cidade bastante dedicada às artes, principalmente ao Teatro, tendo outra grande paixão, o desporto.
Bender, Pridnestróvia
Bender, PridnestroviaBender: é uma cidade que se situa nas margens do Rio Dnister, na Pridnestróvia. O primeiro registo documental sobre Bender, remonta ao século XV, conhecida na altura como Tighina – no Principiado Moldavo, tendo o nome sido alterado durante o Império Otomano. Quando os otomanos conquistaram e renomearam a cidade de Bender, construíram uma fortaleza sob os comandos do arquitecto Sinan Koji Mimar. Esta construção permitiu defender este território contra os moldavos, que tanto investiram para a sua conquista que acabaram por conseguir o seu objectivo. A Fortaleza de Bender foi restruturada, no século XVIII, pelo Príncipe da Moldávia, Antioh Cantemir. A Fortaleza tem oito torres e já teve mesquitas e banhos turcos. Actualmente, é um pequeno museu com loja de souveniers, onde poderá também ver uma câmara de tortura utilizada durante os tempos de guerra. Visite o impressionante cemitério, onde descansam os soldados dos mais variados países que morreram na Segunda Guerra Mundial, tal como a impressionante estátua do General Potemkin, quem capturou a Fortaleza Bender aos Otomanos. No centro da cidade, visite a magnífica Catedral Transfiguração, de grande valor histórico e cultural.
Vistos para a Pridnestróvia - Visto Transnístria
Vistos para a Pridnestróvia, Visto Transnístria
Foto do edifício onde se faz o registo de turismo na Transnístria, Tiraspol Pridestróvia

Todos os turistas precisam de um visto temporário que só pode ser feito quando se chega a Tiraspol, ou seja, pode entrar no território da Pridnestróvia mas tem que no espaço de 24 horas se registar no Gabinete de emigração da capital. O registo para o vista é normal e tudo se passa com regularidade mas tem que ser feito. Para saber mais sobre o visto para a Pridnestróvia leia a minha página aqui: Visto para a Transnistria.

Localização da Pridnestróvia
Monumento de guerra em Tiraspol na Pridnestróvia
Monumento de guerra em Tiraspol na Pridnestróvia

A Pridnestróvia declarou independência da União Soviética a 27 de agosto de 1991 logo a seguir à Moldávia ter feito o mesmo. O problema maior na região é entre a Moldávia que anexou este território que nunca quis ser moldavo mas pertencer sempre à “asa” russa. O problema também é que em 1940, Stalin invadiu a Moldávia e anexou, à força, a Pridnestróvia. Ou seja, é um caso complicado.

O que acontece presentemente pois mesmo durante a guerra, quando a Moldávia e a Transnístria lutavam, a Moldávia perdeu já que o exército da Transnístria era nem mais nem menos o exército russo. 🙂 Hoje em dia a Moldávia é aceite como território independente pela comunidade internacional, enquanto que a Transnístria não, a meu ver porque está sob a alçada russa.

Tenho aqui umas páginas com uns filmes muito interessantes sobre a Transnístria que vale a pena ver. Espero que gostem.

Alguma história em datas sobre a Pridnestróvia
Tiraspol na Pridnestróvia

1792: O império russo incorpora a área, com o rio de Dniester de Pridnestróvia que representa a fronteira do sudoeste de Rússia. No outro lado do rio, a Moldávia nunca colocou a reivindicação a algum território de Pridnestróvia.

1924: Sob a nova União Soviética, Pridnestróvia é alocada na República Soviética Moldava, que incorpora também partes de Ucrânia mas nenhuma parte da Moldávia. O rio de Dniester é respeitado ainda como a fronteira natural entre os dois países. A Moldávia, em 1924, é parte da Roménia.

1940: Sob o pacto de Molotov-Ribbentrop com a Alemanha nazi, Stalin invade a Roménia e por consequência a Moldávia, que é anexada a Pridnestróvia. A área resultante torna-se conhecida como a República Socialista Soviética Moldava. Pela força, e como um acto de guerra, as duas terras distintas de Pridnestróvia e Moldávia são unidas apesar de sua vontade e apesar da fronteira natural do rio de Dniester.

1990: Em Chisinau, o parlamento da Moldávia anula o pacto de 1940, de Molotov-Ribbentrop, que anexou a Moldávia à União Soviética. Entretanto, é este mesmo pacto que juntou Pridnestróvia e Moldávia, demasiado. Assim declarando o pacto sem validade, efeito ou valor, Moldávia também renuncia implicitamente sua reivindicação sob a lei internacional à soberania sobre os distritos de Tiraspol, de Bender, de Grigoriopol, de Dubossary, de Rybnitsa, de Slobozya e de Kamenka da República Soviética Moldava dissolvoda. Um ano mais tarde, em 1991, a República de Moldávia repete esta sua Declaração de Independência.

1990: Em 2 Setembro 1990 Pridnestróvia proclama sua independência. A república é criada democrática, por uma declaração de independência explícita de acordo com a vontade do povo em um referendo popular.

Locais UNESCO na Pridnestróvia
Estes são todos locais que valem a pena visitar na Pridnestróvia. Os locais UNESCO Património Mundial são locais protegidos pela sua importância cultural ou natural de determinado país.

Locais inscritos na Lista do Património Mundial na Pridnestróvia:

  • A Pridnestróvia não tem sítios UNESCO Património Mundial da Humanidade.

Kit de Viagem

« Onde reservo alojamento? Encontre os melhores hotéis e promoções através do Booking.com »
« Rent-a-car? Eu reservo sempre o meu carro online através do Rentalcars.com »
« Quer estar prevenido? Faça o seu seguro de viagem através do Worldnomads.com »
« Junte-se a um grupo! 7 dias em Marrocos 430 euros desde Marraquexe até ao Deserto do Saara através do Marrocos.com »
« Comprar bilhetes de monumentos e saltar as filas? Organize a sua viagem com antecedência através do Ticketbar.eu »
« Quer viajar e ter sempre Internet? Faça como eu e compre o aparelho da SkyRoam.com »

O autor do blog

VIVA! Sou o João Leitão. Viajante independente desde 1999, explorei mais de 130 países em África, Antártica, Ásia, Europa, América do Norte e Central, América do Sul e Oceânia. Bem-vindo ao meu blog de viagens, onde partilho dicas práticas de viagem para o motivar a sair de casa! Siga nas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram, Pinterest e YouTube.

« Seguir no Instagram »