🐪 » Viagem de grupo 7 dias em Marrocos por 430 Euros » Marrakech até Deserto do Saara » Mais info em MARROCOS.COM « 🐪

🌍 Visitar Sérvia – Roteiros e Dicas de Viagem

Actualizado em 28 Julho, 2017

Paisagem no Parque Nacional Tara
Paisagem no Parque Nacional Tara (foto por nacionalniparktara).

Guia de Viagem da Sérvia

Viajar na Sérvia – informação de viagem.

Tudo sobre visitar os melhores locais e destinos da Sérvia. Ideias de roteiros e itinerários com informação de alojamento, transporte, muitas galerias de fotografias, restaurantes, vídeos e mapas.

Organize as suas férias na Sérvia. Alguma pergunta ou opinião deixe um comentário no fim da página.

Nesta página você encontra:

  1. República da Sérvia – Informação prática
  2. Turismo na Sérvia – Apresentação
  3. História, Geografia e Cultura
  4. Clima e Quando ir
  5. Vídeo da Sérvia
  6. Resumo de viagem à Sérvia
  7. Guia de Viagem: artigos para consultar
  8. Roteiros na Sérvia
  9. Locais UNESCO na Sérvia
  10. Kit de Viagem

Obrigado.

República da Sérvia

Bandeira Servia

Bandeira da Sérvia

  • Capital: Belgrado
  • Língua oficial: Sérvio
  • Presidente: Boris Tadic
  • População 2008: 10.159.046 habitantes
  • Moeda: Dinar sérvio
  • Área Total: 88.361 km²
  • Fuso horário: UTC-1 / Verão UTC-2
  • Código telefónico internacional: +381
  • Clima: Temperado Continental, Mediterrâneo
  • Visto: Não é preciso visto para cidadãos portugueses. É necessário passaporte.
  • Fronteiras: Sudoeste com Montenegro, Oeste com a Bósnia e Herzegovina, Noroeste com a Croácia, Sul com a Macedónia e Kosovo, leste com a Roménia e Bulgária e Norte com a Hungria.
  • Locais a não perder: Belgrado, Parque Nacional Tara, Novi Sad, Sokobanje, Festival de Música Guca.
  • Quando visitei a Sérvia: Dezembro 2001, Setembro 2003.
Mapa Servia

Mapa da localização geográfica da Sérvia no Mundo

Turismo na Sérvia, Roteiros de Viagem

Ethno village de Kaludjerske Bare Parque Nacional

Sérvia é um país fascinante para passar férias.

A Sérvia é um país na zona europeia chamada de Balcãs, no leste do continente.

Este foi sempre um país do qual tive muita curiosidade de visitar e tive então oportunidade de visitá-lo 2 vezes em alturas diferentes e, uma vez no Inverno e outra no Verão.

A Sérvia é um país fascinante, por um lado (pelo menos na altura que o visitei pela primeira vez) era um país acabado de sair da guerra por isso sentia-se uma grande tensão no ar, por outro lado a simpatia do povo sérvio é algo incrível e mais, as paisagens das florestas do sudoeste ficaram para sempre gravadas na minha memória.

vista nocturna de BelgradoA Sérvia é neste momento um país em modernização, tal como acontece a muitos outros países da Europa do Leste.

Belgrado ganha fama cada ano que passa devido às suas fantásticas noites cheias de energia e movimento para os amantes de saírem à noite e se divertirem.

Aconselho visitarem este país um pouco esquecido pela maior parte dos viajantes que quando se deslocam a esta zona da Europa acabam por ir aos países à volta como a Croácia, Hungria, Bulgária e Roménia, deixando sempre para trás a República da Sérvia.

O que visitei / Resumo de viagem à Sérvia

Por ordem de visita.

Belgrado, Sérvia
BelgradoBelgrado: encontra-se posicionada entre o Rio Danúbio e o Rio Sava. Com cerca de 7000 anos de existência, é uma das cidades mais antigas da Europa. Por aqui passaram os gregos, na Antiguidade, tendo sido fundada pelos celtas – século III a.C., sendo chamada de “Singiduno” pelos romanos. Somente no ano 878 d.C., o nome foi alterado para “Belgrado”. Esteve nas mãos do Império Otomano e Austro-Húngaro, tendo sido disputada inúmeras vezes, acabou por ser a capital da ex-Jugoslávia, sendo hoje em dia a capital da Sérvia. Tem uma história pouco tranquila, pois aqui sempre se desenharam caminhos sinuosos. Afinal a Sérvia faz fronteira com a Roménia, Bulgária, Macedónia, Albânia, Montenegro, Bósnia, Croácia e Hungria e estamos no corredor dos balcãs que liga a Europa à Àsia, o que inevitavelmente já presenciou muitas guerras a passarem por ali. Hoje vivem-se momentos de paz, apesar de um passado cheio de marcas, que ainda são visíveis no centro da cidade. É uma cidade bastante ligada às artes e à cultura, a qual conta com uma centena de museus e de galerias, e existe um grande hábito por parte dos sérvios de ir ao cinema e ao teatro, tal como existem muitas associações culturais a contribuírem para uma cultura mais dinâmica. Visite o Parque Kalemegdan e o Forte de Belgrado, de frente para os rios, hoje com museus, esplanadas e um jardim zoológico, outrora um local importante para a defesa deste território. Caminhe nas ruas pedestres de Belgrado, a mais movimentada é a Kneza Mihaila, perfeita para conhecer o artesanato sérvio. As igrejas ortodoxas são lindíssimas, super trabalhadas minuciosamente. Visite a Igreja St. Mark’s (Parque Tasmajdan), a Capela St. Petka (Parque Kalemegdan), a Catedral Ortodoxa (em frente à Casa da Princesa Ljubica, na zona antiga da cidade, bastante bem conservada).
Mali Idos, Sérvia
Mali IdosMali Idos: é uma pequena vila, localizada no Norte de Vojvodina, na Sérvia. O nome Mali, o qual tem como significado “pequeno”, refere que este lugar é mais pequeno que outro lugar com o nome Idos localizado mais a Norte. É um lugar bastante interessante, uma vez que se sente muita história passada aqui e que facilmente conversamos sobre ela com as pessoas deste lugar. Se tiver oportunidade de visitar Mali Idos, não deixe de conhecer a Igreja Católica Romana de St Anne, de estilo barroco, do século XVIII. Conheça também o Obelisco da Batalha de Kishegyes, tal como as Ruínas do Pecze. Não deixe de visitar o Rio Krivaja, um dos pontos de interesse natural mais interessantes em Mali Idos. Passei aqui o Natal de 2001 juntamente com uma família sérvia, convidado por uma rapariga que conheci no comboio.

Subotica, Sérvia
SuboticaSubotica: situa-se no Distrito de Vojvodina, no Norte da Sérvia. É uma cidade bastante multicultural, onde húngaros, sérvios e croatas dividem este espaço territorial. O nome da cidade significa “Sábado”, tendo variado consoante o idioma dos governadores que iam por aqui passando. Esta cidade tem um belíssimo património arquitectónico, debruçando-se principalmente na arquitectura húngara, mas misturando-se também na cultura sérvia e/ou croata. Com esta vasta multiculturalidade, é possível viver uma identidade, cultura e tradições muito especiais em Subotica. A maior parte dos edifícios/monumentos foram construídos no século XX, num período em que se vivia um bom momento económico. É maravilhoso andar pelas ruas de Subotica, onde existem imensos cafés e restaurantes, galerias e pequenos parques. Estamos na cidade da Art Nouveau, conhecida também com a arte da juventude (Jugendstill). Visite a Gradska Kuca e a Sinagoga, exemplos exímios deste estilo, os dois construídos pelos arquitectos húngaros Marcell Komor and Dezso Jakab. As igrejas mais notáveis são a Catedral de S. Teresa de Ávila e o Mosteiro Franciscano (ambos do século XVIII). As pessoas adoram passear e sair à rua, e como resposta a isso, Subotica é uma cidade bastante cultural que promove muitos e diversos eventos das mais variadas áreas (música, cinema, comida, artesanato, etc). Não se esqueça de provar “rakija”, um sumo de frutas delicioso feito com frutas de caroço.
Uzice, Sérvia
UziceUzice: é uma cidade localizada na Sérvia Ocidental, mais propriamente nas margens do Rio Detinja. É considerada uma cidade importante do distrito de Zlatibor, uma vez que o centro administrativo do mesmo encontra-se aqui. Esta cidade está rodeada pelos Alpes Dináricos, interligados entre si, sendo que a cerca de 15 minutos de carro, podemos desfrutar de um Turismo de qualidade na Montanha Zlatibor. Ao pé de Uzice temos também o Parque Nacional onde poderá ver ao vivo um exemplo da natureza no seu estado mais virgem e intocado pela mão do Homem. Começou por ser colonizada pelos Illyrians (tribos Parthini e Autariatae), onde poderá encontrar os seus túmulos por todo o território. Visite a Biblioteca e o Teatro Municipal na praça central da cidade, tal como o Museu Nacional onde poderá conhecer a história da cidade, com imensas exposições bastante interessantes. Visite também o Mosteiro Uvac, a Fortaleza construída no século XIV, a Catedral de São Jorge e o Ginásio Uzicka. O traje tradicional é lindíssimo, o qual muita gente ainda usa no dia-a-dia.

Bajina Basta, Sérvia
Bajina BastaBajina Basta: localiza-se nas montanhas do Oeste da Sérvia, no Vale do Rio Drina, que cruza o Parque Nacional de Tara. Esta cidade está construída sobre as ruínas de uma comunidade turca que vivia do lado esquerdo do Rio Pilica. O nome Bajina Basta é proveniente da imensa actividade agrícola, o que significa “Jardim de Baja”, de um grande proprietário de terras turco. Ao redor de Bajina Basta encontramos bastante património histórico-arqueológico da época pré-histórica, da era romana, bizantina, medieval, ou seja, esta terra foi um ponto importante e estratégico pois sempre foi um grande centro mercantil e transfronteiriço com a Bósnia. Visite o maravilhoso Mosteiro Raca, construído pelo Rei Dragutin no século XIII; foi o centro de formação e de cópia, tal como de proliferação dos manuscritos religiosos medievais. As pinturas neste mosteiro são incríveis e remontam ao século XIX, data da sua reconstrução. Visite também e não deixe de conhecer o bonito e selvagem Parque Nacional Tara. Com a possibilidade de passar a noite ou uma temporada no parque, é assim possível de aproveitar a sua estadia aqui de uma forma mais intensa. Aqui pode fazer algumas actividades e desfrutar desta natureza maravilhosa, nomeadamente, caminhadas ou andar de bicicleta. É aconselhável saber algumas palavras em sérvio, pois a maior parte da população, não sabe Inglês.
Parque Nacional Tara, Sérvia
Parque Nacional TaraParque Nacional Tara: situa-se na zona montanhosa da Sérvia, conta com cerca de 20 mil ha e é considerado parque nacional desde 1981. O imenso Rio Drina é o que mais se destaca, no meio de florestas cerradas e de grutas inacreditáveis. Aqui pode andar de barco ou fazer rafting, deslumbrar-se com lindíssimas cascatas e avistar animais selvagens (ursos, águias) e plantas únicas pelo caminho. Cerca de oitenta por cento do parque é coberto por diferentes árvores, como o cipestre ou o abeto. Os desportos de Inverno e a caça atraem muitos visitantes para este lugar magnífico, tal como passeios a cavalo nas suas encostas e outras actividades ao livre. É possível ver também alguns elementos arqueológicos presentes, desde a pré-história à era medieval, tal como podemos ver as ruínas da fortaleza Solotnik e do Mosteiro Raca, mandados construir pelo Rei Dragutin Nemanjic. O Lago Perucac é bastante convidativo para fazer praia no Verão, pesca e/ou andar de canoa. Este parque tem o rótulo de ser o parque mais bonito da Sérvia, cheio de miradouros com uma vista privilegiada, lagos, cascatas e grutas inacreditáveis.
Kaludjerske Bare, Sérvia
Kaludjerske BareKaludjerske Bare: é uma pequena vila, situada no Distrito de Zlatibor, no município de Bajina Basta, a 16 quilómetros desta cidade. O nome tem como significado “as lagoas dos monges”, tendo este nome divino por o Mosteiro de Raca localizar-se nas maravilhosas Montanhas Tara. Este mosteiro foi o destino de muitos peregrinos, e como a afluência era imensa, existiu a necessidade de construir centros de acolhimento, que hoje foram reutilizados como hóteis. Os visitantes que aqui ficam é, por norma, para praticar desportos de Inverno, nomeadamente nas pistas de Ski existentes nas Montanhas de Tara, no entanto, as férias no Verão aqui podem ser igualmente incríveis, fazendo praia, pesca ou passeios de barco.
Viagem à Sérvia em Dezembro de 2001 - muita neve e -30 graus
Neve em Mali Idos na SérviaA primeira vez foi em 2001 onde resolvi apanhar o comboio de Budapeste até Belgrado numa altura que havia muita neve e na véspera do Natal.

Acabei por conhecer uma rapariga no comboio que me convenceu a não ir até Belgrado e a passar o Natal em casa dela.

Algo interessante é que ainda levei um carimbo no passaporte que dizia Jugoslávia – algo histórico pois já não existe.

Parece que ela dizia que Belgrado naquela altura era muito perigoso e era melhor eu ficar por ali com ela, numa pequena vila no norte da Sérvia chamada de Idos Mali Idos.

Neve em Mali Idos na SérviaNaquela altura pareceu-me uma coisa do outro mundo, com uma população de cerca de 5000 habitantes, uma pequena igreja no centro e toda coberta de neve.

Realmente tirando Nova Iorque em Janeiro de 2001, nunca tinha estado em contacto com tanta neve.

Foi muito interessante passar o Natal e fazer a missa do Galo nesta vila perdida no campo da Sérvia.

Apanhei imenso frio com os 30 graus negativos em Mali Idos na Sérvia, em Dezembro de 2001.

Viagem à Sérvia em Setembro 2003 - Belgrado e as Florestas no Parque Tara

Ethno village de Kaludjerske Bare Parque Nacional Tara na SérviaAlguns anos mais tarde voltei à Sérvia desta vez vindo da Macedónia, local onde tive alguns contratempos por causa de guerrilhas em Tetovo.

Fiquei uma semana no Parque Nacional Tara, na casa de uma senhora muito simpática chamada Lila (infelizmente esta senhora já morreu), a avó de uma colega minha da universidade, a Marija Toskovic.

Depois de conviver com esta rapariga da qual ganhei muito respeito e amizade, acartei a tarefa e a ideia de tentar chegar a casa da sua avó, que morava no meio das montanhas num lugar longe de tudo no sudoeste do país.

Esta senhora recebeu-me muito bem na zona casa de madeira num lugar lindo no meio da floresta, a muito poucos kms da fronteira com a Bósnia.

Ethno village de Kaludjerske Bare Parque Nacional Tara na SérviaPara chegar até Kaludjerske Bare apanhei boleia em Bajina Basta, um senhor que ia parando em todos os bares possíveis para beber uns copos e continuar viagem – ele era o guarda florestal da zona e levou-me ao meu destino com imensa simpatia.

Kaludjerske Bare é uma pequena aldeia metida dentro da floresta do Parque Nacional Tara na fronteira com a Bósnia e Herzegovina.

Explorei e fiz grandes caminhadas na região de modo a conhecer várias coisas interessantes nomeadamente a Ethno village de Kaludjerske Bare que é uma aldeia museu, preservando o rústico e as casas antigas desta zona.

Um terreno lindo, com um dia lindo, cheio de montes de palha, animais de quinta e casas de madeira. Muito bonito mesmo.

E e a Sra Lila no quintal da sua casa na floresta de Kaludjerske Bare Parque Nacional Tara na Sérvia em 2003

Eu e a Sra Lila no quintal da sua casa na floresta de Kaludjerske Bare Parque Nacional Tara na Sérvia em 2003


Belgrado a capital da Sérvia - Festival Guca
Tive ainda a oportunidade de conhecer Belgrado com uns amigos que fiz em Istambul, de maneira que conheci os locais menos turísticos mas sim os locais preferidos dos habitantes desta cidade.

Assisti ainda ao grande Festival Guca que neste ano tinha subido até Belgrado para 3 dias de concertos numa ilha na confluência dos rios Danúbio e Sava.

Em cima, vídeo do músico Dejan Lazarevic no Festival de Música Guca Festival em Belgrado 2003.

Belgrado - Bombardeamentos do centro da cidade
Edifícios bombardeados no centro de Belgrado na SérviaUma das coisas que mais me impressionou em Belgrado foram os edifícios bombardeados na guerra da Jugoslávia, em que mesmo no centro da cidade, edifícios enormes estavam ainda rebentados por causa das bombas lançadas dos aviões.

Um espectáculo que nos faz sentir um pouco a realidade do que é a guerra, mas nem de perto nem de longe do que sentiram as pessoas na altura dos bombardeamentos.

Também me impressionou o que o meu amigo me disseacerca de quando ele esteve na tropa, o seu trabalho era medir os metais pesados no centro da cidade e, revelou-me que as bombas americanas continham grandes quantidades perigosas de metais pesados, proibido pela lei internacional de serem usadas em zonas urbanas como cidades.

Isso não impediu os americanos de despejarem bombas com metais pesados mesmo no centro da cidade.

Locais UNESCO na Sérvia
Estes são alguns dos melhores destinos para visitar na Sérvia. Os locais UNESCO Património Mundial na Sérvia são locais protegidos pela sua importância cultural e natural.

Locais inscritos na Lista do Património Mundial na Sérvia:

  • Antiga Ras e Sopocani
  • Mosteiro de Studenica
  • Monumentos Medievais do Kosovo
  • Gamzigrad-Romuliana, Palácio de Galério

Siga no Twitter, Facebook, Instagram e Pinterest. Partilhe esta página e deixe o seu comentário.


Deixe o seu comentário aqui:

João Leitão - O autor do blog:

VIVA! Sou o João - blogger de viagens. Com 20 anos de experiência como viajante independente, explorei mais de 128 países em África, Antártica, Ásia, Europa, América do Norte e Central, América do Sul e Oceânia. Bem-vindos ao meu blog de viagens, onde partilho informação prática de viagem para o motivar a sair de casa! Siga nas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram, Pinterest e YouTube.

Kit de Viagem:

  • Onde eu reservo alojamento? Encontre os melhores hotéis e promoções através do Booking.com
  • Eu reservo sempre o meu carro online através do Rentalcars.com
  • Quer estar prevenido? Faça o seu seguro de viagem através do Worldnomads.com
  • 7 dias em Marrocos 430 euros desde Marrakech até ao Deserto do Saara através do Marrocos.com
  • Quer viajar e ter sempre Internet? Faça como eu e compre o aparelho da SkyRoam.com
* Esta página tem links de afiliados. Quando você reserva algo através deste blog, eu retenho uma pequena comissão que não altera o preço final. Obrigado!

Blog de viagens mencionado em:

Blog de viagens nos Media

« Seguir @joaoleitaoviagens no Instagram »