🐪 » Viagem de grupo 7 dias em Marrocos por 430 Euros » Marrakech até Deserto do Saara » Mais info em MARROCOS.COM « 🐪

🌍 Visitar Sudão do Sul – Roteiros e Dicas de Viagem

Actualizado em 28 Julho, 2017
Visitar Sudão do Sul – Roteiros e Dicas de Viagem

Visitar Sudão do Sul – Roteiros e Dicas de Viagem

Guia de Viagem do Sudão do Sul

Viajar no Sudão do Sul – informação de viagem.

Tudo sobre visitar os melhores locais e destinos do Sudão do Sul. Ideias de roteiros e itinerários com informação de alojamento, transporte, muitas galerias de fotografias, restaurantes, vídeos e mapas.

Organize as suas férias no Sudão do Sul. Alguma pergunta ou opinião deixe um comentário no fim da página.

Nesta página você encontra:

  1. República do Sudão do Sul – Informação prática
  2. Turismo no Sudão do Sul – Apresentação
  3. História, Geografia e Cultura
  4. Clima e Quando ir
  5. Vídeo do Sudão do Sul
  6. Resumo de viagem ao Sudão do Sul
  7. Guia de Viagem: artigos para consultar
  8. Roteiros no Sudão do Sul – 6, 7 e 8 dias
  9. Locais UNESCO no Sudão do Sul
  10. Kit de Viagem

Obrigado.

República do Sudão do Sul

Bandeira Sudao do Sul

Bandeira do Sudão do Sul

  • Capital: Juba.
  • Língua oficial: Inglês.
  • Presidente: Salva Kiir Mayardit.
  • População 2008: 9 500 000 habitantes.
  • Moeda: Libra sul-sudanesa e libra sudanesa (pound.)
  • Área Total: 644 329 km².
  • Fuso horário: UTC+3.
  • Código telefónico internacional: +211.
  • Clima: Tropical, desértico.
  • Visto: É preciso visto para cidadãos portugueses e brasileiros. É necessário passaporte. Pode-se fazer o visto em todas as fronteiras e aeroportos. Visto custa $50 dólares + 10 pounds para registo de passaporte. Este travel permit também se pode fazer nas embaixadas do Sudão do Sul em Nairóbi e Kampala. É preferível já ter o visto se for por terra, para não perder o seu transporte.
  • Fronteiras: Sudão ao norte, a leste com a Etiópia, ao sul com o Quénia, Uganda e República Democrática do Congo e a oeste com a República Centro-Africana.
  • Locais a não perder: Juba, Parque Natural de Nimule, Rio Nilo Branco.
  • Quando visitei o Sudão do Sul: Julho 2011.
Mapa Sudao do Sul

Mapa da localização geográfica do Sudão do Sul no Mundo

Turismo no Sudão do Sul, Roteiros de Viagem

Casa típicas em Ganji, Visitar o Sudão do Sul

Casa típicas em Ganji, Visitar o Sudão do Sul

 Fotografias de pessoas a celebrarem a independência do Sudao do Sul

O Sudão do Sul é um país fascinante para passar férias.

Tive a oportunidade de viajar no Sudão do Sul durante os primeiros dias da sua independência.

A razão pela qual fui à África Oriental nesta altura tinha sido expressamente para ir ver as comemorações.

As fronteiras fecharam por isso não estive lá no dia 9 de Julho. As fronteiras abriram no dia 11, tendo eu apanhado então o primeiro autocarro saindo de Kampala em direcção a Juba.

Fui assim o primeiro português a cruzar a fronteira do novo país do Sudão do Sul.

O guarda que carimba os passaportes na fronteira disse-me assim:

Congratulations, you are the first Portuguese to enter the new South Sudan!”.

Apresentação da História, Geografia e Cultura:

A história do Sudão do Sul ou conhecido actualmente como Novo Sudão, inicia-se no século X, com os povos Dinka, Nuer, Shiluk, mais conhecidos como os povos do Nilo. Existiu uma migração tribal constante até ao século XIX, evidenciando-se o povo Azande (estabelecidos na floresta tropical), um dos maiores grupos étnicos no Sudão do Sul, que foram rapidamente subjugados pelo povo Avungara, sendo, mais tarde, todos os povos nativos explorados pela Coroa Inglesa. Esta terra foi local de constantes conflitos com os franceses, belgas e mahdisas, atingindo a sua independência somente no ano de 2011, a qual ainda hoje luta pelos efectivos direitos do Estado e do seu povo. Passaram pela Primeira Guerra Civil Sudanesa (1955-72), tornando-se autónomos até à Segunda Guerra Sudanesa (1983-2005), lutando novamente pela sua autonomia, terminando na guerra aberta em Darfur (2003-2010), altura em que se tornou um Estado independente, sendo desde aí um país integrante da União Africana.

A geografia do Sudão do Sul conta com uma área territorial de 2 505 810 Km2, localizado na parte Oriental de África. Faz fronteira a Nordeste com a Eritréia, a Leste com a Etiópia, a Sudeste com o Quénia, a Sul com o Uganda e com a República Democrática do Congo, a Oeste com o Chade, a Noroeste com a Líbia, a Norte com o Egipto, sendo no seu litoral, banhado pelo o Mar Vermelho. O Deserto do Sahara, ocupa 30% da área total do país, localizado a Norte e a Oeste. É conhecido como um país “encravado”, uma vez que faz fronteira com imensos países. O cenário paisagístico é composto principalmente por pântanos, pradarias e floresta tropical. A capital é Juba, por onde o Nilo Azul atravessa a cidade e o país no sentido Sul – Norte, local onde é composto por pântanos, e uma flora e fauna bastante diversificada. O ponto mais alto do país é o Monte Kinyeti.

A cultura do Sudão do Sul é bastante eclética, e uma vez que recebe muitas influências étnicas dos países vizinhos, faz deste país um local bastante interessante neste sentido. Na parte Norte do país a população é principalmente árabe e muçulmana, enquanto que no Sul é evidente uma maior comunidade de africanos negros, onde se encontram alguns cristãos, mas que na sua grande maioria acredita nos seus deuses tribais, ou seja, considerados pagãos pela cultura ocidental. A língua falada é o árabe, embora sejam faladas outras línguas utilizadas pelos diversos grupos étnicos. Sendo um povo sofrido pelos imensos conflitos e guerras civis aqui passadas, a população vive em constante insegurança, não permitindo dar lugar à sua cultura e vivências do quotidiano normais. Neste momento, é um país que tenta recuperar o seu património material e imaterial perdido, tal como conseguir atingir as condições mínimas de sobrevivência.

Clima e Quando ir:

Para saber quando ir ao Sudão do Sul você precisa de se informar um pouco melhor acerca das suas estações e clima. A melhor altura para visitar o Sudão do Sul é durante o mês de Julho, uma vez que a temperatura se encontra agradável.

O clima do Sudão do Sul é tropical, ilustrado principalmente por grandes índices de humidade e bastante precipitação, que atinge quase todo o país por igual de Abril a Outubro. O mês de Março é o mais quente do ano. Como está bastante próximo à linha do Equador as horas não sofrem quaisquer alterações durante todo o ano, nascendo o dia às 6:00, anoitecendo por volta das 18:00.

Vídeo das celebrações da independência do Sudão do Sul

O que visitei / Resumo de viagem ao Sudão do Sul

Por ordem de visita.

Nimule, Sudão do Sul
Nimule, Sudao do SulNimule: Esta é a fronteira Uganda e Sudão do Sul. Fiquei aqui algumas horas na parte ugandesa e mais algum tempo na parte sudanesa. Como demorei mais tempo a tratar do visto na fronteira, o meu autocarro foi-se embora sem mim. Como viajo sempre com a minha mochila, não houve stresses e foi só apanhar um outro transporte que seguia para Juba.
Juba, Sudão do Sul
Juba, Sudao do SulJuba: A capital do mais recente país africano. Engraçado que, quando eu vinha dentro do autocarro, alguém me disse assim: olha pela janela, chegamos a Juba vês? … – não vi nada que não fosse arvoredo e uma montanha de pedra. Juba é uma cidade sem qualquer tipo de infra-estruturas. Visitei a igreja, o parlamento, o mausoléu de Dr. John Garang de Mabior.
Ganji, Sudão do Sul
Ganji, Sudao do SulGanji: A polícia desta povoação resolveu prender-nos porque diziam que éramos espiões. Fomos obrigados a mostrar computadores, máquinas fotográficas tudo isto sobre pressão e com pessoas nada simpáticas. No fim, lá correu tudo bem e seguimos viagem. Ganji é uma pequena povoação com algumas cabanas e tem um importante posto militar e policial.
Yei, Sudão do Sul
Yei, Sudao do SulYei: Yei é a última cidade “vibrante” que se pode arranjar antes da RDC. Vibrante para o que é, no meio da selva, perdida algures no Sudão do Sul. Dormi aqui, no banco da carrinha onde viajava à boleia. Ficámos dentro do recinto da polícia e ouvimos imensos gemidos e gritos de sofrimento pela parte dos presos, já que a nossa carrinha estava junto à prisão. Os prisioneiros tentavam falar connosco assim: “help us, they have us here with no permission, they took our papers. Please help us…”. Dei uma volta no centro da cidade com um polícia que nos acompanhou. Passei a noite sentado no banco do polícia que estava de guarda a falar com ele acerca da vida.
Lasu, Sudão do Sul
Lasu, Sudao do SulLasu: Esta povoação é a “the last frontier”. Última aldeia antes da fronteira com a República Democrática do Congo. Há algumas casas de madeira no centro da cidade, o posto de polícia para registar o passaporte e algumas lojas.

Roteiros no Sudão do Sul

Algumas ideias de roteiros para você preparar as suas férias no Sudão do Sul de maneira independente. Itinerários de turismo no Sudão do Sul seja de 6, 7 ou 8 dias.

6 dias no Sudão do Sul
Dia 1 Juba
Dia 2 Torit
Dia 3 Nimule
Dia 4 Bor
Dia 5 Bor – Juba
Dia 6 Juba
1 semana no Sudão do Sul
Dia 1 Juba
Dia 2 Parque Nacional Bandinglio
Dia 3 Parque Nacional Bandinglio
Dia 4 Bor
Dia 5 Parque Nacional Boma
Dia 6 Parque Nacional Boma
Dia 7 Juba
8 dias no Sudão do Sul
Dia 1 Juba
Dia 2 Bor
Dia 3 Rumbek
Dia 4 Parque Nacional do Sul
Dia 5 Parque Nacional do Sul
Dia 6 Wau
Dia 7 Aweil
Dia 8 Juba
Locais UNESCO no Sudão do Sul
Estes são todos locais que vale a pena visitar no Sudão do Sul. Os locais UNESCO Património Mundial são locais protegidos pela sua importância cultural ou natural de determinado país.

Locais inscritos na Lista do Património Mundial no Sudão do Sul:

  • O Sudão do Sul não tem sítios UNESCO Património Mundial da Humanidade.

Deixe o seu comentário aqui:

João Leitão - O autor do blog:

VIVA! Sou o João - blogger de viagens. Com 20 anos de experiência como viajante independente, explorei mais de 128 países em África, Antártica, Ásia, Europa, América do Norte e Central, América do Sul e Oceânia. Bem-vindos ao meu blog de viagens, onde partilho informação prática de viagem para o motivar a sair de casa! Siga nas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram, Pinterest e YouTube.

Kit de Viagem:

  • Onde eu reservo alojamento? Encontre os melhores hotéis e promoções através do Booking.com
  • Eu reservo sempre o meu carro online através do Rentalcars.com
  • Quer estar prevenido? Faça o seu seguro de viagem através do Worldnomads.com
  • 7 dias em Marrocos 430 euros desde Marrakech até ao Deserto do Saara através do Marrocos.com
  • Quer viajar e ter sempre Internet? Faça como eu e compre o aparelho da SkyRoam.com
* Esta página tem links de afiliados. Quando você reserva algo através deste blog, eu retenho uma pequena comissão que não altera o preço final. Obrigado!

Blog de viagens mencionado em:

Blog de viagens nos Media

« Seguir @joaoleitaoviagens no Instagram »