Geórgia

Cáucaso – a maior densidade etnolinguística do mundo, 100 etnias para 21 milhões de habitantes

Nesta página você tem um Mapa dos grupos etno-linguísticos da região do Cáucaso.

Ao longo da história, a região do Cáucaso – várias repúblicas da Rússia europeia, além da Geórgia, a Arménia e o Azerbaijão – foi ponto de encontro entre Oriente e Ocidente. A sua posição estratégica favoreceu a chegada de vários povos.

As montanhas e vales serviram de refúgio para as mais variadas minorias étnicas, que, protegidas da perseguição a que eram sujeitas pelas mais variadas razões, mantiveram intactas a sua cultura, religião e língua originais.

Iniciou-se, assim, a maior diversidade etno-linguística do planeta: cem etnias para 21 milhões de habitantes. Um exemplo são as diferentes famílias linguísticas: indo-europeias, uralianas e caucasianas.

Mapa dos grupos etno-linguísticos da região do Cáucaso

Clique na imagem para abrir maior.

Mapa dos grupos etno-linguisticos da regiao do Caucaso

Outra singularidade é a riqueza étnica: o Cáucaso acolhe, entre tantos povos, chechenos, georgianos, azeris, arménios, ossetianos e inguches.

A religião também os separa. E há catóicos, ortodoxos, sunitas, xiitas e budistas. Como as fronteiras dos países não traduzem necesariamente essa enorme diversidade, a região é fonte interminável de conflitos.

Com a chegada dos antigos gregos, o Cáucaso foi palco de invasões e submetido aos mais variados domínios. Depois da presença dos persas e bizantinos, no século VII, a Geórgia e a Arménia foram invadidas pelos árabes. No século XI a região assistiu À chegada dos turcos e tornou-se cenário de lutas entre otomanos e persas (do século XV ao XVIII). Apesar da repressão para tentar uniformizar a população, nem o posterior domínio russo (século XIX) nem a “sovietização” (século XX) conseguiram unificar os povos da região.

Durante a Segunda Guerra Mundial, o Cáucaso foi um alvo alemão. Depois, centenas de milhares de chechenos e inguches foram deportados para a Sibéria, acusados pelo então líder soviético José Estaline, que era georgiano, de colaboracionismo com os invasores nazis.

Com o fim da União Soviética, em 1991, explodiram os conflitos nacionalistas: inguches contra ossetianos, ossetianos contra georgianos, chechenos contra russos, arménios contra azeris, fundamentalistas contra as autoridades do Daguestão, e movimentos independentistas em diversas repúblicas da ex-URSS.

Imagens da Guerra no Cáucaso

Cáucaso

O Cáucaso é uma região da Europa de leste da Ásia ocidental, entre o mar Negro e o mar Cáspio, que inclui a cordilheira de mesmo nome e as planícies adjacentes. Aquela região marca uma das fronteiras entre a Europa e a Ásia, fazendo com que alguns de seus países sejam considerados transcontinentais.

Mapa do Cáucaso

Mapa do Cáucaso

Procura um Hotel em Tbilisi? Hotéis em Tbilisi