Guia de Cidades Tajiquistão

Visitar Duchambé, Tajiquistão: Roteiro e Guia Prático de Viagem

Duchambé City Guide – Guia de Cidade – Visitar Duchambé

VISITAR DUCHAMBÉ
Visitar Duchambé, Tajiquistão: Roteiro e Guia Prático de Viagem

Dushanbe é a capital do Tajiquistão, localizando-se no vale de Hissar, a leste do país. A sua história não é gloriosa, tendo passado, em 1924, de uma simples aldeia a capital da República Soviética do Tajiquistão. Tem uma série de pontos de interesse que poderão manter o visitante ocupado durante alguns dias. Visitar o Tajiquistão e não passar por Duchambé (Dushanbe), é deixar para trás um destino importante que vale a pena conhecer.

Visitar Duchambé – O importante a saber

DUCHAMBÉ TAJIQUISTÃO
DUCHAMBÉ TAJIQUISTÃO

O nascimento de Dushanbe está ligado ao mercado que se realizava às Segundas-feiras numa confluência de estradas. O nome da cidade advém da sua origem, já que Dushanbe significa “Segunda-feira”. Apesar de existirem vestígios de ocupação humana remontando ao século V a.C. a primeira referência histórica à povoação data de 1676 e em 1875 existia no local uma fortaleza, e até ao início do século XX não passava de uma pequena aldeia. A Revolução Bolchevique vem mudar isso, transformando Dushanbe na capital da República Soviética do Tajiquistão e mudando-lhe o nome para Stalinabad. Como parte da União Soviética, a região foi transformada num centro produtor de algodão e seda e dezenas de milhares de pessoas foram trazidas para a cidade para trabalhar nessas áreas. Hoje em dia tem cerca de 780.000 habitantes e é um ponto incontornável de qualquer visita ao Tajiquistão.

Dicas rápidas para Duchambé

  • Acorde cedo e seja o primeiro a entrar nos monumentos, museus ou outros locais de interesse
  • Apesar de ser muito cliché, terá de andar ir assistir a um espectáculo de ópera
  • Ao fim da tarde toda a gente vai passear no Parque Rudaki, aproveite para ir também a esta hora
DUSHANBE TAJIQUISTÃO
DUSHANBE TAJIQUISTÃO

Para saber quando ir a Duchambé você precisa de se informar um pouco melhor acerca das suas estações e clima. A melhor altura para visitar Duchambé é entre os meses de Abril e Outubro, uma vez que apresentam temperaturas excelentes para fazer turismo no Tajiquistão.

Vídeo com imagens aéreas de Duchambé

Vídeo muito bom para podermos ver as diferentes partes turísticas desta cidade.

Principais Pontos Turísticos e Monumentos em Duchambé

  1. Museu das Antiguidades
  2. Forte Hissar
  3. Museu Gruminj de Instrumentos Musicais
  4. Praça Dusti
  5. Parque da Victória
  6. Ópera Ayni
  7. Bazares de Dushanbe
  8. Museu de Etnografia
  9. Museu Nacional
  10. Lago Nurek
  11. Galeria de Arte Noor
  12. Mesquita Mevlana Yakub Charki
  13. Palácio da Nação
  14. Parque Boghi Poytakht
  15. Colónia dos Artistas
  16. Igreja Ortodoxa de São Nicolau
  17. Jardins Botânicos e Zoo

O que visitar em Duchambé

VISITAR DUCHAMBÉ TAJIQUISTÃO
VISITAR DUCHAMBÉ TAJIQUISTÃO

Duchambé no Tajiquistão tem imenso para ver, por isso é conveniente organizar um pouco a sua visita para conseguir ver o máximo possível, de forma mais organizada, contribuindo assim para usufruir de umas férias mais proveitosas.

1. Forte Hissar

FORTE HISSAR TAJIQUISTÃO
FORTE HISSAR TAJIQUISTÃO

O Forte Hissar localiza-se cerca de 30 km a oeste de Dushanbe. Foi construído no século XVIII e arrasado em 1924 por um exército russo. Das estruturas originais só chegou aos nossos dias o pórtico, com duas torres, recentemente renovado. Nos tempos que antecederam a União Soviética, o forte era a residência do “Bek”, um delegado do Emir. As paredes originais tinham um metro de espessura, com abundantes frestas para que os defensores pudessem usar armas de fogo contra qualquer atacante. O que sobrou do forte original está integrado num complexo que abrange uma mesquita, o mausoléu de Mahdumi Abzam (século XVI), uma antiga hospedaria (1808), um registan (praça ampla que antecede o pórtico) e duas madraças, uma construída no século XVI e uma segunda mais recente. Existe ainda um museu de história que se encontra instalado na madraça mais antiga.

2. Praça Dusti

PRAÇA DUSTI DUCHAMBE
PRAÇA DUSTI DUCHAMBE

Esta praça é o coração de Dushanbe, significando o seu nome “Praça da Amizade”. O espaço é muitas vezes designado apenas como Estátua de Somoni, devido à enorme escultura que domina a sua área central. Esta representação honra Ismail Somoni, que reinou nos finais do século IX e que é considerado o pai da Nação. A estátua, com 13 m de altura, encontra-se sob um arco de 43 m. Encontra-se também na praça a Estela da Independência, um monumento criado em 2011 para celebrar os 20 anos da independência do Tajiquistão. Por fim, destaca-se a bandeira gigante do país, um rectângulo de 60×30 m elevado a 165 m e pesando 420 kg. Ao serão, as fontes existentes na praça deliciam a audiência, com um espectáculo de som e luz. Da Praça Dusti pode o visitante passar para o Parque Rudaqui, que lhe é adjacente, usufruindo dos bonitos espaços verdes que ali se encontram.

VISITAR DUCHAMBÉ TAJIQUISTÃO
VISITAR DUCHAMBÉ TAJIQUISTÃO

3. Parque da Victória

Do Parque da Victória usufrui-se de excelentes vistas sobre Dushanbe. Existia uma gôndola para transportar as pessoas ao seu cume, construída na era soviética, mas há alguns anos que se encontra desactivada. Aconselha-se o café que existe no local e que é ideal para apreciar o pôr-do-sol com uma bebida. Também no Parque da Victória encontra-se um monumento soviético em honra dos que tombaram na Segunda Guerra Mundial, ou Grande Guerra Patriótica, como é conhecida nas áreas que constituíram a União Soviética. Ali existe uma chama eterna e estão gravados os nomes dos militares Tajiques agraciados com a condecoração de Herói da União Soviética. O Parque abriu oficialmente para comemorar os 40 anos do final do conflito, mas já existia desde 1975. Para chegar ao Parque será melhor tomar um táxi a partir do centro de Dushanbe.

4. Ópera Ayni

ÓPERA AYNI DUCHAMBE
ÓPERA AYNI DUCHAMBE

A Ópera Ayni foi construída no início dos anos 40, em plena Segunda Guerra Mundial , localizando-se na artéria central de Dushanbe, a Avenida Rudaki. Desde a sua abertura que aqui têm estado em cena óperas em russo e em tajique. O seu bonito edifício foi renovado em 2009 e os jardins que o envolvem foram requalificados em 2013. Um serão na ópera é uma excelente alternativa para o visitante da cidade, sendo fácil adquirir os ingressos na bilheteira. Os preços são geralmente baixos, mas ainda mais nas frequentes ocasiões em que as óperas são patrocinadas por embaixadas estrangeiras ou grandes companhias. É preciso contudo vestir com alguma solenidade para assistir ao espectáculo.

5. Bazares de Dushanbe

Como em toda a Ásia Central, os bazares são um local de visita indispensável. Na capital do país existem alguns mercados que poderão interessar os visitantes com destaque para o de Shah Mansur ou Bazar Verde, o maior de todos, localizado no centro da cidade, onde se podem adquirir todos os tipos de produtos alimentares e que vale também pela arquitectura do seu edifício principal. O Bazar de Korvon situa-se num ponto mais afastado da cidade, sendo necessário apanhar uma marshruktas ou um táxi. Mas por outro lado os preços tendem a ser aqui mais baixos e existe uma vasta área para produtos têxteis. Existem muitos outros, claros, com uma personalidade mais local, mais pequenos mas com um sabor mais natural.

6. Lago Nurek

Este lago artificial surgiu com a construção da segunda barragem mais alta do mundo, localizando-se a cerca de 80 km a sudeste da capital tajique. A superfície de água estende-se por 70 km, com uma tonalidade lindíssima de azul, que convida a grandes passeios pela orla do lago. É uma área muito popular para construir casas de campo e podem ser vistas inúmeras casas flutuantes nas margens do Nurek. Pode haver alguns problemas de segurança, uma vez que a área, considerada de importância estratégica, só pode ser visitada com uma autorização especial. A situação pode ser resolvida recorrendo aos serviços do AquaClub, uma espécie de resort que oferece uma série de programas, incluindo transporte de barco desde Dushanbe e toda uma série de desportos aquáticos.

Museus em Dushanbe

1. Museu das Antiguidades

MUSEU DAS ANTIGUIDADES DUCHAMBE
MUSEU DAS ANTIGUIDADES DUCHAMBE

O Museu Nacional das Antiguidades é algo obsoleto, mas isso só lhe traz um charme acrescido, quase que o transformando numa peça da sua própria colecção. A sua génese histórica remonta a 1934, quando abriu na delegação local da Academia das Ciências da URSS uma exposição com cerca de quinhentas peças. Com o tempo o espólio cresceu, centrando-se em artefactos arqueológicos recolhidos em campanhas por toda a Ásia Central, e após a independência, em 1996, foram canalizadas verbas para a criação de um museu próprio, instalando-se num edifício de dois andares no centro da cidade. A exposição está organizada por períodos históricos, com as peças mais antigas a datarem de cerca de 4.000 a.C.. O destaque vai para o enorme Buda, com 13 metros de comprimento, encontrado nos anos 60 durante as escavações em Ajina-Tepe.

2. Museu Gruminj de Instrumentos Musicais

Este museu foi fundado em 1990 por Gurminj Zavkibekov, um músico e actor. O seu criador faleceu em 2003 e a administração do museu passou para as mãos do filho, Iqbol Zavkibekov, também ele músico. Existem cerca de cem instrumentos musicais na exposição, especialmente de cordas, retratando a tradição musical de Pamiri e Badakhshani. O grosso da colecção foi adquirido pelo fundador do museu durante as suas viagens pela região, mas existem instrumentos de outras partes do mundo. Infelizmente não existem explicações ou qualquer tipo de legendas. O museu organiza também eventos e recitais.

3. Museu de Etnografia

Este museu partilha as instalações do mais famoso Museu de Antiguidades. Na realidade o Museu de Etnografia é bastante mais pequeno, mas dotado de uma colecção lindíssima. O destaque vai para os trajes tradicionais, para algumas peças de joalharia e para os tecidos conhecidos como “atlas”, produzidos ainda de forma tradicional e decorados com tintas obtidas através de pigmentação natural. Infelizmente não são permitidas fotografias no interior do museu.

4. Museu Nacional

Um dos elementos mais impressionantes do Museu Nacional é precisamente o edifício onde se encontra hospedado, moderno, com um telhado em elipse e um imenso átrio. A exposição divide-se em três áreas: História Natural, Arqueologia e Belas Artes. Na primeira parte, destaque para os modelos de ovelhas da espécie Marco Polo, de grandes dimensões. Depois, distingue-se a réplica do Buda extraído das escavações arqueológicas de Ajina Tepe. Os tempos da União Soviética resumem-se a umas quantas notas de banco e a era pós-independência, apesar de mais documentada, fica-se por uma colecção de fotografias. É permitido fotografar o museu mediante o pagamento de uma pequena taxa adicional.

Mapa de Dushanbe, Tajiquistão

Nesta página você tem um mapa de Dushanbe, a capital do Tajiquistão.

Clique na imagem do mapa para abrir maior.

Mapa de Dushanbe, Tajiquistão

Roteiros em Duchambé

ROTEIRO DUCHAMBE
ROTEIRO DUCHAMBE

Algumas ideias de roteiros para você preparar as suas férias em Duchambé de maneira independente. Itinerários de turismo em Duchambé no Tajiquistão.

1 Dia em Duchambé: passo-a-passo

  • Manhã: Brevemente…
  • Tarde: Brevemente…

2 Dias em Duchambé: passo-a-passo

  • Dia 1 Manhã: Brevemente…
  • Dia 1 Tarde: Brevemente…
  • Dia 2 Manhã: Brevemente…
  • Dia 2 Tarde: Brevemente…

Guia de Viagem ao Tajiquistão

Procura um Hotel em Dushanbe?
Hotéis em Dushanbe