Somalilândia

5 coisas para fazer na Somalilândia

Paisagem em Laas Gaal na Somalilândia
Fotografia da paisagem em Laas Gaal na Somalilândia
Praia de Baathela Beach
Praia de Baathela Beach

Turismo na Somália?

Pois eu entendo que este não seja o primeiro local que lhe venha à mente quando pensa em viajar.

Porém, e como todos os locais do mundo têm coisas interessantes para ver, esta zona da Somália que se auto-proclama República da Somalilândia também não escapa, podendo então eu fazer uma pequena lista de coisas para visitar.

Eu passei uma semana na Somalilândia, explorando a sua capital Hargeisa, as fantásticas pinturas rupestres de Las Geel e descansando na Praia de Berbera, onde aproveitei para repor as minhas forças, escrever todos os meus textos de viagens em atraso, organizar fotos, lavar toda a roupa, nadar um pouco e ver as notícias na TV.

1 – Pinturas rupestres de Laas Gaal

Pinturas rupestres de Las Geel na Somalilândia
Pinturas rupestres de Las Geel na Somalilândia

Uma das coisas mais lindas que alguma vez presenciei na vida.

Um conjunto de pinturas rupestres com mais de 9000 anos, que representam a figura humana e animais tais como vacas, cães e girafas.

As pinturas estão em muito bom estado de conservação e praticamente a “céu aberto”.

Este local fica a mais ou menos 50km de Hargeisa e é preciso um guarda armado para nos acompanhar.

De certeza que se a Somalilândia fosse um país reconhecido internacionalmente, este local de Las Geel estaria inserido na lista UNESCO de Património Mundial da Humanidade.

2 – Mercados em Hargeisa

Mercado no centro de Harseisa na Somalilândia
Mercado no centro de Harseisa na Somalilândia

Em Hargeisa há dois mercados para se visitar.

Para quem gosta de dromedários então o mercado de gado é fantástico.

É aqui que se faz negócio de camelos todos os dias.

Pelo que me disseram, é aqui também que muitos árabes dos países do Golfo vêm para fazer negócio e levar alguns camelos para as Arábias. O mercado fica a uns 3km do centro da cidade, pode apanhar um táxi e volta a pé.

No centro da cidade, a Sul da Independence Road, começando desde o edifício da Telesom, há um grande mercado de rua – o
Suuqa Bacadlaha.

Aqui, no meio das ruas há centenas de barracas de roupa, fruta, legumes, carne, sapatos, utensílios de casa, tecidos e tapetes.

3 – Viagem de táxi desde a fronteira até à capital

Taxi de Wajaale até Hargeisa na Somalilândia
Taxi de Wajaale até Hargeisa na Somalilândia

Para amantes de poeira, fronteiras longínquas e países ditos “difíceis”, então esta viagem é genial.

A fronteira da Somalilândia com a Etiópia na cidade de Wajaale, é um caos.

Uma mistura de lixo e poeira, carros velhos e ferrugentos, militares armados e multidões a transportarem sacos com vários mantimentos.

O táxi desde a fronteira em Wajaale até à cidade de Hargeisa é uma viagem de 3 horas pelo meio do deserto, poeira, com 10 pessoas dentro de um carro (sim um carro que normalmente leva 5 pessoas), e pelo meio de postos de polícia que controlam o passaporte pelo menos de 50 em 50km.

4 – Trocar 1 nota de 200 Euros e receber 1620 notas de 500 shillings

Monte de dinheiro da Somalilândia
Monte de dinheiro da Somalilândia

Quer sentir-se cheio da massa pelo menos uma vez na vida?

Pois imagine-se que por causa da desvalorização da moeda shilling da Somalilândia, quando se troca uma simples nota de 10 Euros, recebemos 81 notas de 1000 shillings da Somalilândia.

Ou seja, se trocar uma nota de 200 Euros, então recebemos 1620 notas.

Fantástico.

Não perca trocar dinheiro nas ruas de Hargeisa, onde o dinheiro é transportado em carrinhos-de-mão até às bancas de câmbio.

5 – Praia de Berbera – Baathela Beach

Praia de Baathela na Somalilândia
Praia de Baathela na Somalilândia
Não espere uma praia estilo Varadero.

Nada disso.

Mas, se você busca locais longe de tudo, praias onde nenhum turista vai, água morna, tubarões, zona de piratas e traficantes, então, este é o seu local para nadar.

Fiquei alguns dias na praia na cidade de Berbera, no famoso Golfo de Áden, onde aproveitei para repor forças e me organizar antes de voltar para mais 2 semanas de viagem na Etiópia.

Apanhei o avião de Berbera até Addis Ababa, a capital da Etiópia usando a Ethiopian Airlines.