Entrevistas a Viajantes

Rafael Polónia – Rubrica: Quem viaja

Nesta entrevista temos o viajante Rafael Polónia.
Vamos conhecer um pouco mais sobre quem viaja e explora o mundo. Nesta rubrica “QUEM VIAJA“, proponho dar a descobrir várias pessoas que viajam o mundo à sua maneira, cada um de forma diferente. Tento criar assim, um perfil de viajante, rápido e fácil de ler sobre vários viajantes portugueses e brasileiros.

Rafael Polónia – Perfil de Viajante

    Rafael Polonia - Rubrica: Quem viaja

  • Nome completo: Rafael Almeida Polónia Graça
  • Profissão: Director de Cena freelancer e Líder de Viagens da Papa-Léguas
  • Data de nascimento: 1976
  • Local de nascimento: Ovar – Portugal
  • Local de residência: Ovar – Portugal
  • Quantos países já visitou: 40
  • Quantos continentes já visitou: 4
  • Maneira preferida de viajar: Bicicleta, sem dúvida!
  • Comida preferida: Vegetariana
  • Cor preferida: Vermelho
  • Banda preferida: Muitas. Mas se tivesse que escolher uma agora? Beach House!
  • Fruta preferida: Manga
  • Livro de viagem preferido: Não é um livro de viagens normal: Uma Viagem à Índia, do Gonçalo M. Tavares
  • Já se apaixonou por alguém em viagem? Quase todas as vezes que viajo
  • Você vive para viajar ou viaja para viver? Vivo e aproveito para Viajar!
  • Próximas viagens: Iémen, Arménia, Geórgia
  • Países onde não voltaria: Não posso fugir ao cliché de dizer que voltaria a todos
  • Países onde voltaria: Irão, claramente, Índia, claramente, Laos, claramente!
  • Países com melhor comida: Numa vertente vegetariana, Portugal, Tailândia, Bulgária!
  • Qual o país com mulheres / homens mais bonitos: Mulheres: Irão e Camboja. Homens: norte do Paquistão, sem dúvida!
  • Hotel preferido: Não sou muito de hotéis, por isso a dificuldade, mas se tivesse de escolher um sítio, Hotel Bahodir, em Samarkand, no Uzebequistão!
  • Site / blog: www.2numundo.com e www.mapa-meu.com

Rafael Polónia – Rubrica: Quem viaja – Falar com o viajante

Fotografia Viagem de Rafael Polónia
Fotografia Viagem de Rafael Polónia

Rafael Polónia Entrevista Viagens
Rafael Polónia Entrevista Viagens
Qual é a sua relação com as viagens? O que pretende encontrar enquanto está a conhecer outros países?

Conhecer outros países. Pretendo fluir juntamente com o quotidiano. Fujo de um para me enfiar, mais do que nunca, noutro, noutra realidade! Num momento que não seja o meu!

Muitos viajantes ficam fortemente marcados por algumas viagens, certas pessoas, culturas diferentes e experiências especiais. Qual a viagem mais marcante para si e conte o porquê:

Sem dúvida o Irão! Porque apesar de sabermos que é diferente daquilo que imaginamos, nunca conseguimos esquecer tudo. É como não acreditar em fantasmas, mas ter medo de entrar numa casa fantasma! Depois, lá dentro, tudo é maravilhoso! Tudo!

Algumas pessoas precisam de ser incentivadas a sair de casa, a perder o medo de viajar. Que conselhos pode dar a alguém que quer começar a viajar mas não sabe como, quando e porquê?

O melhor conselho? Desliguem a televisão e o mundo é seguro! Optei por isso há 13 anos atrás e não tenho medo de ir a nenhum lado… No entanto, escolher o destino é como escolher a primeira peça de teatro que se vai ver. Se errarmos na escolha, nunca mais vamos querer ir. Há destinos de férias e há destinos de viagem!

Já viveu num país diferente mais do que seis meses? Se sim, onde foi e o que esteve a fazer. Diga-me também, o que retirou dessa sua experiência de viver no estrangeiro:

Não sei se foi viver, mas já estive na Índia 6 meses, da primeira vez que lá estive! Que retive? Um país fascinante, de extremos, cheio de contraste. Acho que deveria ser obrigatório viver-se fora por uns tempos, pois abre-nos os horizontes e deixamos de ser tão mesquinhos com algumas coisas.

Escolher uma paisagem preferida pode ser muito difícil. Mas tente escolher uma paisagem que ficou para sempre na memória. O que sentiu naquela altura?

Pamir Highway, no Tajiquistão! Como me senti? Muito pequenino.

Vídeo de Rafael Polónia no Irão