Descobrir Portugal - 100 Lugares Especiais para Visitar
Portugal Favoritos

Descobrir Portugal: 100 Locais para Visitar Portugal

106- Aqueduto dos Pegões

Aqueduto dos Pegões
Aqueduto dos Pegões

O Aqueduto dos Pegões é uma infra-estrutura magistral é pouco conhecida apesar da sua imponência. Fica perto de Tomar sobre o Vale da Ribeira de Pegões. Foi construído para abastecer de água o Convento de Tomar. A sua construção começou em 1593 e ficou concluído em 1614. O aqueduto estende-se por 6 km, com 58 arcos de volta inteira sobre 16 arcos ogivais apoiados em pilares. Apresenta uma altura máxima de 30 metros. E o melhor é que se pode percorrer este aqueduto livremente, um passeio surpreendente e uma experiência única.


O que visitar no Aqueduto dos Pegões:


  • Mata Nacional dos Sete Montes
  • Percurso do Aqueduto dos Pegões
  • Cidade de Tomar
  • Convento de Cristo em Tomar
  • Rio Nabão
  • Charolinha

107- Alvor

Alvor
Alvor

A vila de Alvor fica no Barlavento Algarvio, perto de Portimão. Alvor esteve sob o domínio árabe desde 716 até 1250 com a conquista do Algarve por D. Afonso III. Do castelo árabe só restam vestígios da sua muralha. É uma vila tradicionalmente piscatória e mantem esse caracter simples e muito pitoresco, com as pequenas embarcações dispostas no areal da praia mais próxima do centro histórico. Alvor é um paraíso para quem gosta de aliar férias de praia com um ambiente mais tradicional, fora dos destinos turísticos massificados do Algarve.


O que visitar em Alvor:


[row] [one_half]
  • Igreja Matriz de Alvor
  • Castelo de Alvor
  • Morabito de São Pedro
  • Morabito de São João
  • Ria de Alvor
[/one_half] [one_half]
  • Complexo Torralta Alvor
  • Igreja da Misericórdia
  • Edifício da Antiga Lota
  • Praia do Vau
  • Praia dos Três Irmãos
[/one_half] [/row]

108- Região Vinhateira do Alto Douro

Região Vinhateira do Alto Douro
Região Vinhateira do Alto Douro

A Região Vinhateira do Alto Douro é uma região demarcada no Nordeste de Portugal classificada como Património Mundial da UNESCO pela sua paisagem ímpar. O Alto Douro Vinhateiro foi a primeira região demarcada do mundo em 1756 por iniciativa do governo de Marquês de Pombal. De facto nesta região produz-se vinho há mais de 2000 anos, sendo o mundialmente célebre vinho do Porto um dos principais produtos. A tradição vitícola moldou a paisagem da região, com as encostas da margem do Rio Douro cobertas de socalcos onde as videiras estão cuidadosamente dispostas criando um cenário magnífico.


O que visitar na Região Vinhateira do Alto Douro:


[row] [one_half]
  • Vila do Pinhão
  • Miradouro de São Leonardo de Galafura
  • Miradouro de Casal de Loivos
  • Miradouro de São Salvador do Mundo
  • Miradouro da Srª das Neves
  • Miradouro de Santo António
  • Miradouro de Nossa Srª da Piedade
  • Miradouro do Penedo Durão
  • Parque Arqueológico do Vale do Côa
  • Cidade de Lamego
  • Torre de Moncorvo
  • Solar de Mateus
  • Antiga Linha do Tua
  • Museu do Vinho
  • Circuito Arqueológico de Freixo de Numão
  • Parque Natural do Douro Internacional
[/one_half] [one_half]
  • Torre de Ucanha
  • Mosteiro de Salzedas
  • Vila de Miranda do Douro
  • Mosteiro São João de Tarouca
  • Aldeia Vinhateira de Trevões
  • Aldeia Vinhateira de Favaios
  • Aldeia Vinhateira de Prevosende
  • Aldeia Vinhateira de Barcos
  • Cruzeiros no Douro
  • Cidade de Peso da Régua
  • Museu do Douro
  • Solar do Vinho do Porto
  • Barca d’Alva
  • Estrada Panorâmica EN222
[/one_half] [/row]

109- Almeida

Almeida
Almeida

Almeida é uma vila histórica no interior Norte do país, na fronteira com Espanha. Esta localização valeu-lhe sempre ser um importante ponto de defesa fronteiriça. Foi só em 1297, no reinado de D. Dinis que a vila passa definitivamente para a posse portuguesa. A fortaleza medieval deu lugar a uma estrutura mais complexa construída no século XVII – a Praça-forte de Almeida que fazia frente ao Real Fuerte de la Concepción que fica exactamente em frente, mas já em território espanhol. A Praça-forte de Almeida é dos mais importantes exemplos de arquitectura militar em Portugal, uma fortaleza em planta hexagonal irregular, com um baluarte em cada ângulo e um fosso escavado a toda a volta. A vila de Almeida situa-se dentro das muralhas desta fortaleza. Almeida fez parte da rota das invasões francesas que pretendiam chegar a Lisboa. Aqui deu-se um importante episódio da história de Portugal – o Cerco de Almeida – investida que decorreu em 1810 por parte das tropas de Napoleão.


O que visitar em Almeida:


[row] [one_half]
  • Casa Brasonada António Pereira Fontão Júnior
  • Casa Brasonada Brigadeiro Vicente Delgado Freire
  • Casa da Roda dos Expostos
  • Palácio dos Leitões
  • Casa dos Vedores Gerais
  • Casa João Dantas da Cunha
  • Casamatas
  • Casa Nobre
  • Praça Alta
  • Terreiro Velho
  • Hospital de Sangue
[/one_half] [one_half]
  • Casa Quinhentista
  • Castelo de Almeida
  • Corpo da Guarda Principal
  • Igreja da Misericórdia
  • Paços do concelho
  • Paiol e Casa da Guarda
  • Picadeiro d’El Rei
  • Portas de Santo António
  • Portas de São Francisco da Cruz
  • Quartel das Esquadras
  • Vedoria Geral
  • Torre do Relógio
[/one_half] [/row]

110- Aljubarrota

Aljubarrota
Aljubarrota

Aljubarrota pertence ao concelho de Alcobaça e fica no centro de Portugal. Esta pequena vila tem um grande peso na história de Portugal. Foi nos arredores desta povoação que se deu a importante Batalha de Aljubarrota no dia 14 de Agosto de 1385 e que é vista como um símbolo de independência para Portugal. Também famosa ficou a padeira, chamada de Padeira de Aljubarrota, que tem um monumento erguido em sua homenagem. Segundo a lenda a mulher terá morto seis invasores castelhanos com a sua pá de padeira. A vila de Aljubarrota mantem um aspecto medieval com as suas casas brancas de um só piso e cantarias nas fachadas.


O que visitar em Aljubarrota:


[row] [one_half]
  • Largo do Pelourinho
  • Igreja da Misericórdia
  • Igreja de Nossa Srª dos Prazeres
  • Casa dos Capitães
  • Casa dos Carvalhos
  • Janelas manuelinas
  • Arco da Memória
  • Igreja de São Vicente
  • Capela de Santo Amaro
  • Poço Medieval
  • Rua Direita
[/one_half] [one_half]
  • Núcleo de Arte Sacra
  • Capela de São João
  • Biblioteca Municipal
  • Ponte Romana do Carvalhal
  • Circuito pedestre
  • Centro de Interpretação da Batalha de Aljubarrota
  • Ermida de Nossa Senhora das Areias
  • Ermida de Santa Teresa
  • Capela de S. Romão
  • Capela da Boavista
[/one_half] [/row]

111- Aldeia típica de José Franco

Aldeia típica de José Franco
Aldeia típica de José Franco

A Aldeia típica de José Franco, também apelidada de Aldeia Saloia, é uma criação do escultor e oleiro José Franco, que desde 1945 começou a recriar um cenário de aldeias típicas portuguesas e das ocupações tradicionais do início do século XX. Há reproduções em tamanho natural e também recriações em miniatura como é o caso das casas típicas de várias regiões de Portugal. Esta exposição etnográfica que começou no quintal da sua casa, ocupa agora uma área de 2500m2. Esta Aldeia fica na localidade de Sobreiro, no concelho de Mafra.


O que visitar na Aldeia Típica José Franco:


  • Castelo
  • Carpintaria
  • Ferraria
  • Adega
  • Escola
  • Moinho

112- Aldeia de João Pires

Aldeia de João Pires
Aldeia de João Pires

Aldeia de João Pires é uma povoação com menos de 200 habitantes, na freguesia de  Penamacor. É uma aldeia típica, que conserva as suas casas em pedra que denotam um cuidado na sua preservação. No centro da aldeia destaca-se a bonita Igreja Matriz, impecavelmente branca a contrastar com os edifícios de pedra. Nos arredores da aldeia podemos subir ao ponto mais alto – Pena de Águia – e desfrutar da paisagem sobre a aldeia.


O que visitar na Aldeia de João Pires:


[row] [one_half]
  • Igreja Matriz
  • Casa dos Taborda
  • Casa de Oliveira Monteiro
  • Fonte de mergulho
  • Estação arqueológica de Tapado Cabeço
  • Cruzeiro do Espírito Santo
  • Cruz do Rebolo
[/one_half] [one_half]
  • Capela de São Miguel
  • Museu Paroquial de Aldeia de João Pires
  • Capela do Espírito Santo
  • Casa Paroquial
  • Sequóias
[/one_half] [/row]