Antártida Continente

Qual a melhor altura para visitar a Antártida?

Quando Visitar a Antártida

Quando Visitar a Antártida?
Quando Visitar a Antártida?

A Antárctida não pode ser visitada ao longo de todo o ano. Existe uma janela de tempo relativamente apertada, que vai de Novembro a Março, o período que por ali é considerado Verão. Apenas nessa altura do ano o gelo permite a passagem dos navios, existindo contudo algumas partida ainda em Outubro.

Dentro deste intervalo de tempo a melhor altura será uma questão de preferências pessoais. Os dias longos são garantidos, especialmente em Dezembro e Janeiro, quando os dias de sol são frequentes  e o astro-rei brilha durante cerca de vinte horas.

Qual a melhor época para visitar a Antártida

Novembro

Como é visitar a Antártida em Novembro?

Como é visitar a Antártida em Novembro?
Como é visitar a Antártida em Novembro?

Se tem um fascínio por icebergs, visitar a Antártida em Novembro é para si! É nesta altura que os poderá ver na sua forma mais imponente e é também por esta altura que os glaciares estão no seu melhor, sem os sinais de lama que mais tarde surgirão. Dezembro e Janeiro também não são maus para a observação destas imensas massas de gelo, mas nada bate Novembro.

É também neste mês, a par com Março, que encontrará os preços mais baixos, especialmente se for logo no início.

Por outro lado o frio poderá ser intenso e a fauna não é muito abundante. Terá provavelmente oportunidade de observar crias de leões-marinhos e muitos pinguins, que nesta altura estão em plena época de acasalamento.

O gelo é ainda espesso, inviabilizando a ida a alguns locais que se tornarão acessíveis com o avançar do Verão. Por outro lado, os locais onde os visitante tocam em terra estão limpos e intocados, algo que se vai perdendo com o avançar da época, tornando-se lamacentos e cheios de pegadas.

Por isso é a melhor época para quem pretenda fazer expedições por terra, por exemplo, a subida ao Monte Vinson (4.892 m) ou acampamentos em busca do Pinguim Imperador.

Dezembro

Como é visitar a Antártida em Dezembro?

Como é visitar a Antártida em Dezembro?

Como é visitar a Antártida em Dezembro?

Com a chegada de Dezembro as temperaturas elevam-se lentamente e os termómetros sobem acima de zero. Mesmo assim, os icebergs são ainda espectaculares e os dias tornam-se mais longos, alargando o período útil para a observação da natureza envolvente.

A partir do meio do mês os jovens pinguins começam a aparecer. As probabilidades de avistar aumentam em Dezembro e ainda se podem ver algumas crias de leões-marinhos.

Muita gente considera Dezembro a melhor altura do ano para visitar a Antárctida, especialmente a segunda quinzena, quando o frio intenso basicamente desaparece, o que significa que os preços sobem e reservas de última hora podem ser inviáveis. Haverá mais pessoas, mais navios no mar.

Janeiro

Como é visitar a Antártida em Janeiro?

Como é visitar a Antártida em Janeiro?
Como é visitar a Antártida em Janeiro?

Viajar na Antártida neste mês é uma boa escolha. Em Janeiro pode contar ainda com a observação de icebergs imponentes. As crias de pinguim tornam-se mais visíveis e provavelmente verá também jovens focas. Boas probabilidades de avistar baleias, que sulcam as águas em grandes grupos.

As temperaturas costumam andar acima dos zero graus e há cerca de vinte horas de sol por dia. O gelo raramente perturba a navegação e os principais locais de interesse podem ser alcançados sem problemas.

Janeiro é dos meses em que os preços para visitar a Antártida são mais elevados, já que a par com Dezembro é considerada a melhor altura para vir até esta parte do mundo.

Os pontos em que se vai a terra começam a ficar saturados e a fervilhante vida animal também deixa as suas marcas. O cheiro será intenso, devendo considerar este factor se for sensível a aromas desagradáveis.

Fevereiro

Como é visitar a Antártida em Fevereiro?

Como é visitar a Antártida em Fevereiro?
Como é visitar a Antártida em Fevereiro?

Em Fevereiro começa-se a sentir a aproximação do final do verão Antárctico, inicia-se a época de transição, o virar da página para um novo ano. Os dias começam a ficar mais curtos, o frio vai chegando, especialmente na segunda metade do mês.

Fevereiro é fabuloso para observar pinguins e as focas-leopardo. Os novos elementos das colónias requerem toda a atenção dos progenitores, que andam numa azáfama de recolha de alimentos para as suas crias. Também para os amantes das baleias este mês é adequado. Na realidade é provavelmente o melhor período para ver os grandes cetáceos, antes do início da sua longa rota migratória. Boa altura para avistar focas, cujas crias deliciam os visitantes com as suas brincadeiras.

Quem fizer questão de atravessar o círculo polar antárctico terá a vida facilitada neste mês, quando tipicamente se reúnem as melhores condições para o fazer.

Março

Como é visitar a Antártida em Março?

Como é visitar a Antártida em Março?
Como é visitar a Antártida em Março?

Este é o último mês em que uma visita à Antártida é viável. Depois, tudo se altera: o frio insuportável cai sobre o continente gelado, a noite substitui o dia e a luz escasseia, enquanto o fervilhar da vida animal se reduz até praticamente se deter.

Mas é ainda assim uma altura possível. Os custos de uma viagem são dos mais baixos que poderá conseguir e pelo menos o avistamento de baleias é praticamente garantido. Na realidade, a observação de cetáceos está nesta altura no seu melhor e é mesmo possível até Abril.

Como é o Clima da Antártida

Clima na Antártida

Clima na Antártida
Clima na Antártida

Muitas pessoas sentem um pouco de receio embarcar numa aventura devido à ideia que têm das condições climatéricas da Antártida, mas é preciso esclarecer que no Verão o tempo pode ser muito agradável por estas paragens e definitivamente é bastante tolerável pela maioria das pessoas.

Nas zonas costeiras da Antártida, aquelas que visitará, a temperatura média anual é de dez graus negativos. Mas não se esqueça de que este valor é uma média, influenciada pelos -40 graus que se fazem sentir no Inverno e por valores registados bem mais a sul do que irá visitar.

Além disso, só se fazem expedições nos meses do Verão antárctico, e nessa época chegam a estar uns amenos 12 graus, sendo pouco frequentes valores negativos.

Os dias são longos e por vezes cheios de sol, mas isso é uma questão que vai depender da sua sorte. Na realidade, quanto mais se avança para o interior do continente mais limpos se encontram os céus da Antártida e como as expedições se mantêm nas áreas costeiras é de esperar dias bastante encobertos, se bem que o azul do céu se deva também descobrir e oferecer uma luz espectacular aos visitantes.

Uma característica agradável da Antártida, que se prende com o clima, é a elevada visibilidade. Se não existir nevoeiro nem outras condições temporárias, chega a ser possível avistar montanhas localizadas a mais de 500 km de distância! Isto deve-se às baixas temperaturas e ventos fortes, que mantêm a atmosfera limpa, o que cria também condições acústicas excepcionais.

Só por curiosidade, no interior do continente, nos pontos mais altos, a média anual é de -60 graus! Em média, imagine-se! Já agora, pertence à Antártida a marca máxima de registo de temperatura negativa. Aconteceu na estação polar Antártida de Vostok, onde no dia 21 de Julho de 1983 os termómetros marcaram a bonita temperatura de -89,2 graus.