Aprender Japonês: Lição 2, Alfabetos Hiragana Katakana e Kandji

Aprender Japonês: Lição 2

O alfabeto japonês apresenta-se em três alfabetos de escrita diferentes. Na verdade, não é completamente correcto a utilização da palavra “alfabeto”, sendo que “sistema de escrita japonesa” é a forma correcta de caracterizar estes três sistemas. Cada um deles, possui um nome, diferenciando-se uns dos outros. Eles são HIRAGANA, KATAKANA e KANJI e são utilizados em simultâneo.

Nesta página você encontra:

  1. Alfabeto Japonês – Hiragana
  2. Vídeo Hiragana – Curso Básico de Japonês
  3. Tabela de Combinações em Hiragana
  4. Alfabeto Japonês – Katakana
  5. Vídeo Curso de Japonês
  6. Alfabeto Japonês – Kanji

Alfabeto Japonês – Hiragana

Alfabeto Japonês Hiragana
Alfabeto Japonês Hiragana
Neste sistema de escrita, cada símbolo representa um som, o que podemos equivaler a cada sílaba em Português. O símbolo em si não tem necessidade de se juntar a outro para ter um só, pois por si só, já o tem, embora seja possível juntar a outros, os quais provocarão outros sons, mas isso será uma parte da aprendizagem da língua bastante mais aprofundado. Ao todo são 46 letras, e ao nível teórico, é possível escrever todas as palavras só com este sistema de escrita. É usado principalmente para conjugar verbos. Este é sempre o primeiro sistema de escrita, pelo o qual deve começar a aprender, pois serve como uma base para os outros sistemas de escrita.

O japonês é uma língua fácil de aprender, mas a sua escrita é já complicada para se aprender. Nesta primeira lição, quero dar um pouco algumas ideias para aprender Hiragana.

Hiragana é um dos alfabetos silábicos da língua japonesa. É usado para todas as palavras para as quais não existe kanji ( outra das escritas existente), e terminações dos verbos e adjectivos. É também usado para escrever a pronunciação literal de um kanji, caso se espere que o receptor não o conheça (neste caso chama-se furigana).

No japonês, e uma das coisas fáceis (não como o português por exemplo), é que não têm tons, ou ditongos, e as suas vogais são só 5. Em português, temos o a aberto (da palavra buraco), e o a fechado (da palavra aberto). No Brasil, e daí ser mais fácil aprender o português do Brasil, os “a” são todos iguais, sendo todos abertos. Os sons fechados em português de Portugal, são chamadas vogais ou sons invisíveis, pois são ditos, mas quase não ouvidos.

Em japonês as vogais são só: a, e, i, o , u – ou, na sua ordem japonesa: a, i, u, e, o.

Tabela de Hiragana - Aprender Língua Japonesa
Tabela de Hiragana – Aprender japonês

O hiragana é a escrita principal no Japão, e, existem outras escritas de caracteres como o Kandji (caracteres chineses) e o Katakana (utilizado para palavras estrangeiras).

Vídeo Hiragana – Curso Básico de Japonês

Há então 5 vogais em japonês: (a), pronunciada “ahh”, (i), pronunciada “i” em “figo”, (u), pronunciada “u” in “cú” (hehe bom exemplo não é?), (e), pronunciada “é” como “pé”, e (o), pronunciada “ohh”. Todos os caracteres de Hiragana acabam com uma destas vogais, com a excepção de (n). A única consoante que não é parecida com o português, é o “r”, que é um tanto rolada de língua, vocês já ouviu como um chinês diz restaurante? hehe, que não consegue dizer o “r” e fica uma coisa tipo “lestaulante”??. É mais ou menos assim também, mas aqui mistura um rolar de língua e combinação de letras como “d”, “r”, e “l”.

Excepções
1.ha em japonês (ha) é pronunciado “wa” quando se segue imediatamente ao sujeito. É normalmente pronunciado “ha” quando faz parte de uma palavra.

2.he em japones (he) é pronunciado “é” quando se segue imediatamente um lugar ou uma direcção.

Tabela de Combinações em Hiragana

Tabela de Combinações em Hiragana Japonesa
Tabela de Combinações em Hiragana – Aprender japonês

Alfabeto Japonês – Katakana

Alfabeto Japonês - Katakana
Alfabeto Japonês – Katakana

Este sistema de escrita também conta com 46 símbolos, utilizado essencialmente para estrangeirismos ou palavras oriundas de outras línguas – nomes de países, por exemplo. Para cada letra de KATAKANA, precisa de usar usar uma letra de HIRAGANA, associando sempre a este sistema. Este é o segundo “alfabeto” que devemos aprender.

Vídeo Curso de Japonês

Este curso explicativo está muito bom. A senhora do vídeo fala baixinho por isso aconselho a levantar o som. Apesar disto, tem uma explicação muito boa e fácil para aprender.

Alfabeto Japonês – Kanji

O sistema de escrita KANJI, é o último de todos que, por norma, deve ser ensinado. É um alfabeto que não é fonético, de maneira que cada letra não representa um som, mas sim uma ideia com um significado. Mesmo que se escreva imenso com este sistema de escrita, precisa sempre que o HIRAGANA o descreva foneticamente.

Alfabeto JAlfabeto Japonês - Kanjiaponês - Kanji
Alfabeto Japonês – Kanji

Quer aprender mais? Veja ainda as outras páginas que tenho disponíveis para aprender japonês facilmente e sem mestre.

Procura um Hotel em Tokyo?: veja a página Hotéis em Tokyo do Booking.com

João Leitão VIAGENS no Instagram

Instagram Joao Leitao