Blog de Viagens em Modo Aventura
Promocao de Viagem a Marrocos Verao 2021
Blog de Viagens em Modo Aventura 1

O João Leitão VIAGENS é um blog de viagem escrito para inspirar viajantes independentes e mochileiros audaciosos através de narrativas exóticas e ideias de viagens e aventuras inesperadas.

Blog de Viagens em Modo Aventura 2

Olá, sou o João! Sejam bem-vindos ao meu blog de viagens, onde partilho consigo as minhas experiências de viagem, e aventuras em países menos conhecidos.

Poderá reparar que a intenção principal deste blog é de incentivar e motivar outros viajantes a descobrirem lugares interessantes pelo mundo fora.

Roteiro de 1 semana no Iémen

Roteiros e ideias exóticas para inspirar viajantes independentes. Sente-se preparado para descobrir destinos fora da caixa?

Blog com aventuras em mais de 130 países e territórios pela África, Antártida, Ásia, Europa, América do Norte e Central, América do Sul e Oceânia. A viajar desde 1999.

Alguns destaques de viagens aventura

2001 – Viagem de mochila e à boleia na Europa Central e de Leste em países como a República Federal da Jugoslávia, Roménia, Bulgária, Chéquia, Eslováquia e Polónia.

2003 – Viagem de mochila pela Europa de Leste e pelos países dos Balcãs, como a República jugoslava da Macedónia (ARJM), União Estatal de Sérvia e Montenegro, Bulgária, Turquia, Grécia e Polónia.

2003 – Viagem à boleia desde Portugal ao Senegal. Voltar para Lisboa num avião de carga de peixe desde a Mauritânia.

2004 -Expedição de carro de 13.000 km de Portugal ao Senegal e Gâmbia via Espanha, Marrocos e Mauritânia. Detido durante 2 dias pelas forças marroquinas perto de Gueltat Zemmur no muro que separa Marrocos das áreas controladas pela frente Polisário (Zona Franca, nominalmente República Árabe Democrática Saharaui).

2004 – Viagem de mochila pela Ásia Central, no Cazaquistão e no Uzbequistão. Evacuado para fora de Tashkent devido a um ataque terrorista suicida. Voar para o Irão, para praticar Kung-Fu To’a. Viagem para a Turquia de autocarro.

2005 – Viagem de 5000km de carro na Rússia durante o Inverno com temperaturas em torno dos -33ºC.

2007 – Viagem de 2900 km de carro em Cuba, explorando o interior da ilha e destinos menos conhecidos.

2008 – Viagem de mochila no Egito, Israel, Jordânia e Palestina.

2008 – Rally de 4000 km com um Moskvitch 2140 de 1986 da Hungria à Arménia cruzando as áreas disputadas de Nagorno-Karabakh durante a Guerra Russo-Georgiana.

2008 – Viagem de boleia no Mali – África Ocidental, a cruzar o deserto até a famosa cidade de Timbuktu.

2009 – Expedição de duas semanas em 4X4 no Deserto do Saara da Mauritânia nas áreas minadas do caminho de ferro entre Nouadhibou e Choum.

2009 – Viagem de mochila na Europa de Leste, pela Roménia, Moldávia, Ucrânia e Transnístria, um país que não existe.

2009 – Viagem de boleia e a conduzir pelo norte do Iraque.

2011 – Comemorar os dias da independência do recém-nascido país africano, sendo o primeiro viajante a cruzar a fronteira terrestre para visitar o Sudão do Sul. O polícia de fronteira disse-me: Congratulations you’re the first Portuguese to cross into the newest country in Africa. Sim, fui o primeiro português a entrar no Sudão do Sul.

2011 – Boleia do Sudão do Sul ao Uganda via a República Democrática do Congo, onde fui resgatado na selva pelas forças marroquinas de manutenção da paz da ONU após ser cercado por uma multidão segurando machetes. Além disso, na viagem, fui hospitalizado após contrair malária.

2011 – Viagem de 3000km de carro em Omã.

2012 – Rally de 6.500 km da Hungria ao Quirguistão durante a participação no Central Asia Rally.

2012Viagem de carro a solo no norte do Afeganistão para visitar Mazar-I-Sharif, Baghlan, Kholm e a infame cidade de Kunduz, simpatizante dos Talibãs.

2012 – Viagem de mochila durante 1 mês pelo Irão.

2013/2014Viagem Volta ao Mundo de 18 meses.

2013Viagem de mochila pela Guiana, Suriname e Guiana Francesa na América do Sul.

2013Rio Amazonas de barco » 550 horas do Brasil, ao Peru e Equador.

2014Quatro meses de viagem de carro de 13350 km na América do Sul, de Quito, no Equador, a Ushuaia, na Argentina.

2014Expedição à Antártica de duas semanas para cruzar os 66º do Círculo Polar Antártico.

2014 – Viagem de mochila por toda a América Central, do Panamá ao México.

2014 – Participação num tour temático sobre política para visitar a Coreia do Norte.

2015 – Viagem de mochila para visitar a Tunísia em duas semanas.

2015 – Viagem de carro de um mês – 9000 km na África Austral, a cruzar o Zimbábue, a África do Sul, a Suazilândia, o Lesoto, a Zâmbia, o Botswana e a Namíbia.

2015 – Subir a um vulcão ativo no arquipélago de Cabo Verde.

2016 – Viagem em Bagdade, Najaf, Karbala e Basra, alguns lugares incríveis para visitar o Iraque.

2017 – Egito ao Sudão de barco » 19 horas de Assuão a Wadi Halfa.

2017/2018 – Um ano de viagem em auto-caravana 4X4 com 38.000 km em Van Life pela Ásia Central e Médio Oriente em países como Quirguistão, Iraque, Cazaquistão, Irão, cruzando a Pamir Highway, etc …

2018Visitar Mosul no Iraque, seis meses após a sua libertação de grupos terroristas.

2018 – Viagem pela região de Hadramaute para visitar o Iémen.

2018 – Viagem de 3000km de carro na Arábia Saudita.

2020 – Viagem na Síria e cruzar a rodovia M5 através da província de Idlib durante ataques aéreos russos e bombardeio de tanques no Eixo Nairad em Idlib.

Países preferidos

Explorando o mundo

Planetas

1

Continentes

7

Países

128

Cidades

1297

Unesco

334

Mencionado

Mencionado

Historial de viagem

Países onde passei mais tempo:

  • Portugal 26 anos
  • Marrocos 14 anos
  • Polónia 16 meses
  • Turquia 11 meses
  • EUA 8 meses
  • Ucrânia 6 meses
  • Finlândia 6 meses
  • Irão 4 meses
  • Brasil 4 meses
  • Peru 2 meses
  • Rússia 2 meses
  • Iraque 2 meses
  • Uzbequistão 2 meses
  • Cazaquistão 2 meses
  • Tajiquistão 2 meses
  • Mauritânia 1,5 meses
  • Argentina 1 mês
  • Quirguistão 1 mês
  • Venezuela 1 mês
  • Bulgária 1 mês
  • Geórgia 1 mês
  • China 1 mês
  • Chile 1 mês
  • Grécia 1 mês
  • Alemanha 1 mês
  • França 1 mês

Países visitados mais de 6 vezes:

  • Polónia 23X
  • Turquia 14X
  • França 10X
  • Alemanha 10X
  • Mauritânia 7X
  • EAU 6X
  • Hungria 6X

Países visitados 4 e 5 vezes:

  • EUA 5X
  • Geórgia 5X
  • Roménia 5X
  • Eslováquia 5X
  • Uzbequistão 5X
  • Chéquia 5X
  • Bulgária 5X
  • Cazaquistão 4X
  • Tajiquistão 4X
  • África do Sul 4X
  • Finlândia 4X
  • Reino Unido 4X
  • Sérvia 4X
  • Irão 4X
  • Brasil 4X
  • Ucrânia 4X

Países visitados 3 vezes:

  • Iraque 3X
  • Suíça 3X
  • Egito 3X
  • Rússia 3X
  • Chile 3X
  • Peru 3X
  • Omã 3X
  • Croácia 3X
  • Líbano 3X
  • Grécia 3X
  • Itália 3X
  • Arménia 3X

Países visitados 2 vezes:

  • Argentina 2X
  • Colômbia 2X
  • Albânia 2X
  • Áustria 2X
  • Bélgica 2X
  • Holanda 2x
  • Senegal 2X
  • Etiópia 2X
  • Quénia 2X
  • Uganda 2X
  • Quirguistão 2X
  • Tailândia 2X
  • Nepal 2X
  • Israel 2X
  • Macedónia 2X
  • Dinamarca 2x
  • Estónia 2X
  • Letónia 2X
  • Lituânia 2X
  • Trinidad e Tobago 2X

Viajar na Síria durante a Guerra

A minha última aventura foi uma viagem à Síria, num altura em que o país ainda estava em conflito. Neste vídeo que podem ver em baixo, resolvi não colocar nenhuma imagem relativa a destruição, de modo a apresentar uma visão positiva do país.

Nesta aventura, consegui explorar vários locais famosos do país, como a cidade de Alepo, o castelo Crac des Chevaliers, Homs, Hama, e a capital da Síria, Damasco. Adorei visitar a Síria, e penso voltar brevemente.

Estive em Alepo no primeiro dia da libertação e em que oficialmente os terroristas já não estavam na cidade. Estando no topo da Cidadela de Alepo, tive a oportunidade de presenciar o primeiro voo Damasco-Alepo a aterrar no aeroporto da cidade, desde o início da guerra na Síria.

Fiz ainda o percurso que cruza toda a Província de Idlib pela famosa auto-estrada M5, que liga Alepo a Damasco, sob fogo cruzado entre russos, terroristas, forças sírias, e turcos. Esteve aberta durante uma semana até voltar a fechar por causa da nova tomada terrorista. Foi mesmo durante esses dias que eu consegui passar, mas pelo meio dos ataques.

Presenciei um autêntico cenário de guerra, com aviões a bombardearem a cidade de Idlib e arredores, homens a avançarem para a linha da frente, e a dada altura num pequeno desvio, um tanque a disparar a uns meros 30 metros do carro onde eu ia.

« Apesar de a maior parte da Síria estar segura, tive a oportunidade histórica de cruzar a estrada M5 após a sua reabertura. Cruzei desde Alepo até Damasco, através da província de Idlib durante ataques aéreos russos e bombardeio de tanques no Eixo Nairad em Idlib » in Público.

Tirando esta pequena situação de guerra presenciada, todo o resto da viagem na Síria passou-se tranquilamente e sem grandes complicações. No momento da minha visita só uma pequena parte do território estava em guerra. Todo o resto do país faz-sem problema, e com muitas cidades em plena reconstrução.

O meu roteiro de viagem na Síria foi: Damasco, Maaloula, Crac des Chevaliers, Homs, Hama, Alepo, Latakia, Fortaleza de Saladino, Kassab, Ugarit, Jableh, Castelo Marqab, Tartus, Ilha Arwad, Palmira, e Busra.

Porquê a Síria? Porque o país já está em recuperação, e é possível visitar os locais mais famosos em total segurança. Fui à Síria para preparar e organizar os meus tours para a minha adventure travel company. Há já disponíveis vários tours como por exemplo o de 10 Dias na Síria – Tour Clássico » Damasco, Palmira, Alepo, Krak des Chevaliers, Ilha Arwad. Quem sempre pensou em visitar este país, esta é uma oportunidade excelente.

Blog de Viagens em Modo Aventura 3

Este é o Templo de Baal em Palmira, depois da detonação de 12 toneladas de explosivos. O arco de entrada do templo resistiu à destruição.

O templo de Baal era um templo antigo localizado em Palmira, na Síria. As suas ruínas foram consideradas entre as mais bem preservadas de Palmira, até serem destruídas pelo grupo militante terrorista islâmico do Daesh em Agosto de 2015.

Muitas pessoas perguntam-me se Palmira foi toda destruída.

NÃO, a maior parte da cidade antiga está bem preservada e, de fato, o Leão de Al-lat, o Templo de Baalshamin, o Templo de Bel, a Torre de Elahbel, os três pilões e parte do teatro foram destruídos, mas o resto dos 80 hectares de ruínas no interior do complexo arqueológico não foram destruídos e continuam impressionantes como sempre foram.

Palmira foi finalmente recapturada pelo exército sírio com a ajuda do exército russo a 2 de Março de 2017, antes que os terroristas pudessem destruir outros monumentos também muito importantes.

Palmira continua a ser uma das cidades antigas mais carismáticas e impressionantes do mundo. Um dos destaques da viagem que fiz à Síria em Fevereiro de 2020.

1 ano na estrada em Modo #VanLife

Há uns anos atrás fiz uma parceria com a Mercedes-Benz, durante uma viagem de 35.000 km percorridos numa auto-caravana Sprinter 4×4 modificada por mim.

Esta aventura por estrada que demorou um ano, levou-me a países como a Rússia, a Arménia, o Tajiquistão, o Irão, o Iraque, a Turquia, o Quirguistão, o Cazaquistão, o Azerbaijão, a Geórgia, a Ucrânia, etc.

Primeiro turista na Arábia Saudita

Vou contar um pouco da minha viagem na Arábia Saudita, num altura que o país ainda não estava aberto ao turismo.

Nesta viagem, aluguei um carro na cidade de Jeddah e guiei até Riade, a capital do país, num roteiro improvisado com mais de 3000 km.

Visitei alguns locais históricos e andei à descoberta das antigas estações da Linha ferroviária do Hejaz, e de gravuras rupestres no deserto do norte do país.

Fui o primeiro viajante a entrar no aeroporto de Jeddah com o novo visto de eventos Sharek.

Quando cheguei à zona de controlo do passaporte e entreguei o documento impresso, o polícia não sabia o que fazer e chamou o superior.

Fui levado para uma outra secção do aeroporto, e o senhor que me acompanhou fez questão em me dizer que eu era o primeiro viajante a entrar naquele aeroporto com aquele tipo de visto de turismo.

Desde o primeiro momento que cheguei, pude logo notar a simpatia e o acolhimento cordial do povo saudita.

Quem é o autor deste Blog de Viagens?

O meu nome é João Leitão. Nasci em Lisboa em 1980, e sou artista visual de formação. Gosto de viagens aventura, fotografia e culinária.

JOÃO LEITÃO

O contacto humano e a comunicação são muito importantes para mim, por isso interagir com os povos autóctones durante as minhas viagens é primordial.

Sou uma pessoa que se define com curiosa. Sempre fui assim, desde pequeno.

Basicamente sou uma esponja, uma criança a explorar o mundo, absorvendo experiências novas diariamente.

Países e pessoas diferentes exercem sobre mim um imenso fascínio. Eu quero é ver, aprender. Arquitectura do Mundo, traços do passado, crenças religiosas, sabores, aromas, línguas e dialectos, expressões musicais. Viajar encaixa perfeitamente na minha personalidade.

Agora estou aqui, a dar-lhe as boas vindas ao meu blog de viagem, onde reuni material com muita informação útil e que pretende motivá-lo a sair de casa e conhecer o nosso maravilhoso Planeta!

Blogger da Equipa Pathfinders

Blogger da Equipa Pathfinders na Lonely Planet

Parcerias

Clientes
Instagram JoaoLeitaoViagens