Museus em Londres: Lista de 12 museus a não perder

MUSEUS EM LONDRES
MUSEUS EM LONDRES

Para visitar os museus em Londres, é essencial programar bem a sua visita, para poder aproveitar ao máximo. Os Museus na cidade de Londres são imensos, e muito grandes. Mesmo que veja tudo a correr, vai ficar completamente esgotado ao final do dia. No entanto, além destes três maiores museus existem muitos outros que merecem uma visita em Londres. Veja a lista que preparei para si. 

Dos inúmeros museus de Londres, destacam-se três, considerados os mais relevantes desta cidade. São estes o Museu Britânico (British Museum), o Museu de História Natural (Natural History Museum) e o Museu da Ciência (Science Museum). Em qualquer um deles precisaria de vários dias (há quem entenda que levaria meses meses!) para ficar a conhecer tudo o que têm exposto. 

DICA IMPORTANTE: Compre o London Pass para ter descontos em monumentos, museus, utilização gratuita da rede de transportes públicos e evitar longas filas para comprar bilhetes – compre o London Pass aqui.

Lista de Museus em Londres


1- British Museum


Fachada do Monumento das Nereidas no British Museum
Fachada do Monumento das Nereidas no British Museum

É um dos museus mais antigos do mundo e um dos mais visitados, chegando a receber mais de seis milhões de visitantes em um ano. O seu acervo conta com mais de 8 milhões de peças provenientes de todo o mundo que ilustram a evolução da civilização, desde os seus períodos mais remotos. O Museu Britânico abriu portas ao público pela primeira vez em 1759 e tem a honra de ser o primeiro museu do mundo com carácter secular, nacional, público e gratuito.

Foi criado, na sua fase inicial, a partir do espólio do médico e antiquário Sir Hans Sloane (falecido, anos antes, em 1753) e da colecção de manuscritos medievais do Conde de Oxford, Robert Harley. Ao longo dos anos foram acrescentadas peças e tesouros oriundos de todo o mundo e representando a história humana conhecida, desde a pré-história, ao Antigo Egipto, à Civilização Helénica ou ao período das Descobertas.

No entanto, a recolha de artefactos provenientes de todo o mundo não foi feita sem, por vezes, ignorar e ferir as sensibilidades locais e nacionais e, desde 1980, o Museu Britânico vem sendo envolvido numa disputa entre os governos do Reino Unido e da Grécia, que exige a devolução dos mármores de Elgin, um conjunto de peças em mármore que foram removidas em 1806 do Pártenon pelo embaixador britânico no Império Otomano, Thomas Bruce.

Está aberto todos os dias das 10h às 17h30, e à sexta-feira fica aberto até às 20h30. Entrada grátis.
 


2- Natural History Museum


Neste museu, de entrada gratuita, encontra mais de 80 milhões de espécimes e itens ligados à vida na Terra, muitos de deles de espécies já extintas.

É célebre pelas suas colecções de ossadas e esqueletos completos de dinossauros, dos quais se destaca o esqueleto de Diplodocus que domina o seu hall central. A sua arquitectura muito elaborada faz com que seja apelidado de Catedral da Natureza (ou Cathedral of Nature). Não admira que consiga atrair mais de quatro milhões de visitantes por ano.

O museu foi inaugurado em 1881 e está dividido em cinco colecções principais: zoologia, paleontologia, botânica, mineralogia e entomologia (a ciência que estuda os insectos). Charles Darwin e Joseph Banks, mais conhecido por ser o botânico do Capitão Cook, foram os responsáveis pela recolha de muitas das espécies que hoje aqui encontrámos.

Entre muitas outras coisas, possui um simulador de sismos, explica o ciclo da água, mostra meteoritos e simula uma viagem pelo globo terrestre. Os mais novos costumam adorar este museu. Está aberto todos os dias das 10h às 17h50 (última entrada às 17h30) e na última sexta-feira do mês fica aberto até às 22h30. 


3- Science Museum


É um museu interactivo que explica a ciência e o seu desenvolvimento ao longo dos séculos. Neste museu encontra referências à Revolução Industrial inglesa, às máquinas a vapor, até aos primeiros avanços da aeronáutica. Os temas científicos são também abordados num simulador com projecção de filmes. O Museu da Ciência de Londres ocupa sete andares e está aberto todos os dias das 10h às 18h (última entrada às 17h15). A entrada é gratuita, mas algumas exibições temporárias podem cobrar uma taxa de admissão. Tem perto de três milhões de visitantes, anualmente. 


4- Victoria and Albert Museum


Exposições de arte, com pinturas, esculturas e gravuras, mas também de moda, joalharia e têxteis. Com peças de tesouros de vários cantos do mundo, o Museu Vitória e Alberto alberga mais de 4,5 milhões de objectos. Surgiu em 1852 e mostra artigos artísticos e de design com 5.000 anos de história. Está aberto todos os dias das 10h às 17h45 e à sexta-feira alarga o horário para das 10h às 22h. Entrada grátis.
 


5- Museum of London


Se há museu que conta a história de Londres é este. Desde os tempos remotos, da pré-história, até aos dias de hoje. Uma das maiores atracções é o modelo que recria o grande incêndio de 1666. O espaço foi inaugurado em 1976 e tem variadas colecções desde os tempos pré-históricos, romanos, da governação dos Tudor e Stuart, passando por roupas de diferentes épocas, fotografias antigas, pinturas e outras obras de arte que marcaram certas épocas. Está aberto todos os dias das 10h às 18h, com entrada livre. 


6- National Maritime Museum


Localizado em Greenwich, em Londres, é o maior museu marítimo do mundo. Uma das principais atracções é o simulador do naufrágio do Titanic, outra é a da reconstituição da batalha de Trafalgar, em 1805. Possui ainda muitos retratos de homens celebrizados pela sua carreira ligada à navegação, como James Cook, entre outros. O Museu Nacional da Marinha inaugurado em 1937 pela mão do rei George VI e está aberto todos os dias das 10h às 17h (última entrada às 16h30). Às quintas-feiras encerra mais tarde, às 20h, com a última entrada marcada para as 19h30. A entrada é gratuita, podendo haver exposições com entrada paga. 


7- Imperial War Museum


Aqui pode observar desde aviões de guerra pendurados no tecto a submarinos prontos a serem descobertos. Retrata a vida nas trincheiras e nos abrigos das casas, durante as guerras mundiais. No Museu Imperial de Guerra, inaugurado em 1917, existe desde 2000 uma exposição sobre o Holocausto, onde seis milhões de judeus foram mortos às mãos dos nazis. O museu encerrou em 2 de Janeiro de 2013 para obras de beneficiação. Reabriu em Julho de 2014, com uma nova exposição sobre espiões de guerra. Está aberto todos os dias das 10h às 17h (última entrada às 16h30). A entrada é gratuita. 


8- Design Museum


Ao lado da Tower Bridge, está o Design Museum. No interior encontra exposições sobre design dos séculos XX e XXI, em diversas áreas como moda, arquitectura, decoração, design gráfico, automobilismo, entre outras. O Museu do Design está aberto todos os dias das 10h às 17h45 (última entrada às 17h15). Bilhetes: 11,85£/adulto. 
 


9- London’s Transport Museum


Os transportes londrinos foram pioneiros em diversas áreas. No Museu dos Transportes de Londres pode observar exposições com fotografias e cartazes que mostram os primeiros autocarros e metro da cidade assim como, recuando um pouco mais no tempo, as carruagens a cavalo que circularam na capital até ao início do século XX. O museu está instalado num edifício em aço e vidro, que fazia parte do antigo mercado de frescos de Covent Garden. Está aberto de segunda a quinta e sábado e domingo das 10h às 18h  e à sexta-feira das 11h às 18h (última entrada às 17h15). Bilhetes: £15 (individual); £9,50 (grupos). 


10- Sir John Soane’s Museum


O nome deste museu vem do arquitecto que viveu nesta casa: Sir John Soane. Virou museu no início do século XIX (1837) e exibe pinturas, esculturas, objectos, mobiliário e desenhos da época. Está aberto de terça-feira a sábado, das 10h às 17h (última entrada às 16h30). Entrada grátis. 


111- Museum of London Docklands


Existe desde 2003 e conta a história do rio Tamisa e das Docklands. Fazem parte do museu arquivos que pertencem ao porto de Londres. Nesses documentos antigos – em fotografias, quadros e filmes – pode ver-se a evolução da cidade junto das margens do rio Tamisa, desde tempos antigos até aos dias de hoje. Este museu está aberto todos os dias das 10h às 18h (começa a fechar às 17h40). Entrada grátis.


12- Tate Gallery


Interior do museu de arte moderna Tate Modern
Interior do museu de arte moderna Tate Modern

É o museu de arte moderna do Reino Unido, com quatro galerias no país, duas em Londres, outra em Cornwall e uma Liverpool. A Tate Britain é a mais antiga das quatro galerias e o centro da arte britânica desde o século XVI – encontra-a junto ao Tamisa, entre as pontes Lambeth e Vauxhall no burough de Pimlico. A Tate Modern, mesmo junto à Millennium Bridge, é um grande centro internacional de arte moderna e contemporânea. Se fizer uma viagem mais alargada ao Reino Unido pode ainda visitar a Tate St. Ives, mesmo junto à praia de Porthmeor, em Cornwall e, no noroeste de Inglaterra, o Tate Liverpool, nas docas.

João Leitão VIAGENS no Instagram

Instagram Joao Leitao