Viajar na Tunísia • Guia de Viagem

Mapa da Tunísia no Mundo
Mapa da Tunísia no Mundo

República Tunisina

  • Capital: Tunes (Tunis).
  • Língua oficial: Árabe.
  • Presidente: Béji Caïd Essebsi.
  • População 2007: 10.216.000 habitantes.
  • Moeda: Dinar tunisiano.
  • Área Total: 163.610 km.²
  • Fuso horário: UTC +1, +2.
  • Código telefónico internacional: +216.
  • Clima: Mediterrânico, Saara.
  • Visto: Não é preciso visto para a Tunísia.
  • Fronteiras: Argélia, Líbia.
Viajar na Tunísia • Guia de Viagem 1

Locais a não perder numas férias na Tunísia: Tunes, Sousse, El Jem, Kairouan, Sidi Bou Said, Cartago, Tozeur, Ong Jemal, Mos Espa, Sfax, Ilhas Kerkannahh, Dougga, Kalibia, Kerkouwane.


Quando viajar na Tunísia


Para saber quando ir de férias na Tunísia você precisa de se informar um pouco melhor acerca das suas estações e clima. A melhor altura para visitar a Tunísia é durante os meses da Primavera, entre os meses de Março e Junho e no Outono, durante os meses de Setembro e Outubro.

O clima da Tunísia divide-se em três categoria climáticas. Na zona da costa apresenta um clima mediterrâneo, ou seja, tem Verões quentes e Invernos com uma temperatura amena e bastante chuvosos, na zona mais ao Sul, o clima é mais seco, logo semi-árido e no extremo sul, apresenta um clima desértico.

A Tunísia é um país fascinante para passar férias. Adorei viajar na Tunísia e aproveitar um pouco a sua cultura, história e gastronomia. Visitei este país depois dos atentados no Museu Bardo, e por isso não vi praticamente nenhum turista. Os hotéis e hostels onde fiquei alojado estavam sempre vazios, os mercados sem ninguém estrangeiro – foi uma experiência estranha.


História da Tunísia


Kairouan Tunisia


A história da Tunísia remonta ao tempo do povo fenício, durante o século XII a.C.. Esta civilização encontrava-se instalada no Norte de África. Fundaram o Reino de Cartago, o qual representa grande parte da Tunísia que conhecemos hoje em dia. Foi um território que teve imensos domínios, passando por aqui o Império Romano, conquistados pelos árabes mais tarde, os quais transformaram esta região num grande centro religioso islâmico. Outro império que dominou este país foi o Império Turco-Otomano, sendo governado pelos turcos até ao final do século XIX. Na Segunda Grande Guerra a Alemanha envia para a Tunísia imensos militares, sob forma de marcarem uma posição política perante a França, país colonizador. A Tunísia consegue a sua independência em 1956, entrando para a presidência o líder nacionalista, Habib Bourguiba. Hoje em dia é um país bastante estável economicamente, devido ao Turismo e respectivos complexos turísticos aqui construídos.


Geografia da Tunísia


A geografia da Tunísia conta com uma área territorial de 163 610 Km2, sendo Tunes a capital deste país. É um país banhado pelo Mar Mediterrâneo ao Norte e a Leste, fazendo fronteira também a Oeste com a Argélia e a Sudeste com a Líbia. No Norte, encontramos o Atlas, uma grande cadeia montanhosa, a qual ocupa um terço da área total da Tunísia. O restante cenário paisagístico é composto por planaltos, sendo que no Sul, encontramos uma grande quantidade de lagos pouco profundos e zonas áridas, que integram o Deserto do Sahara. O Monte Ashsha Nabí é ponto mais alto deste território, próximo da Argélia, que conta com 1544 metros de altitude.


Cultura da Tunísia



A cultura da Tunísia é bastante interessante, uma vez que tem início com a vinda do povo nómada do Norte de África, os Bérberes. Começaram por viver no Egipto, mas rapidamente foram viver para a Tunísia, um local mais agradável para se estabelecerem. Este lugar recebeu muitas influências devido às vagas migratórias o que, culturalmente, revelou-se bastante enriquecedor. Hoje em dia o povo tunisino é constituído por árabes e berberes, sendo que a sua religião é o islamismo sunita e a língua oficial é o Francês. Este país apesar de ser árabe tem muita influência europeia, bastante visível na sua cultura, tal como na arte em geral e na arquitectura, que de forma equilibrada, funde-se com a cultura árabe. O lenço Hijab, é um adereço bastante vulgar, usado pela mulher tunisina, considerada das mulheres mais bonitas do mundo. Existem alguns costumes que devemos ter em conta quando visitamos este país: na Tunísia não é permito beijar na boca ou andar de mãos dadas em público, acções que podem dar até dois meses de cadeia.


Turismo na Tunísia



TOP 7 Tunísia


Apesar de quase todos os locais que visitei na Tunísia serem fantásticos, tenho a minha lista de favoritos. Vamos descobrir!

Antiga cidade romana de Dougga

Antiga cidade romana de Dougga, na Tunísia
Antiga cidade romana de Dougga, na Tunísia

Dougga é uma antiga cidade romana. Depois de andar 5km para lá chegar, este fantástico complexo arqueológico deixou-me sem palavras. Este é, possivelmente, um dos melhores e mais bonitos locais da lista da UNESCO onde já estive. Chamo-lhe agora “A Machu Picchu do Norte de África”.

Medina de Kairouan

Kairouan medina in Tunisia
Kairouan medina in Tunisia

Kairouan representa tudo aquilo que uma verdadeira Medina árabe tem para oferecer. As ruas estreitas e tranquilas fazem-nos render ao seu charme, e os inúmeros monumentos antigos são fabulosos para visitarmos e para vaguearmos a descobrir a cidade.

A cidade antiga de Tozeur

Cidade antiga de Tozeur, na Tunísia
Cidade antiga de Tozeur, na Tunísia

Adorei o bairro antigo de Tozeur. Refiro-me principalmente à arquitectura do deserto um misto que me faz lembrar um bocado Bukhara no Uzbequistão e Timbuktu no Mali. Rodeada de um palmeiral sem fim, Tozeur tem uma certa personalidade de deserto e de entreposto no oásis.

O oásis de montanha de Chebika

O oásis de montanha de Chebika, na Tunísia
O oásis de montanha de Chebika, na Tunísia

Chebika maravilhou-me pela sua impressionante beleza. Depois de uma subida pela montanha rochosa, cheguei finalmente ao curso de água e às cascatas rodeadas de palmeiras. É impressionante como pode nascer um oásis tão verde no meio do deserto, num terreno tão árido como este.

Medina de Sfax

Medina de Sfax, na Tunísia
Medina de Sfax, na Tunísia

Achei Sfax muito exótica e cheia de personalidade. A cidade antiga (medina) é magnífica, uma autêntica cidade árabe. Felizmente arranjei um hotel simpático, mesmo ao lado da mesquita antiga, onde pude desfrutar de uma das melhores vistas de toda a minha viagem.

Medina de Tunes

Cidade de Tunes, na Tunísia
Cidade de Tunes, na Tunísia

Tenho de admitir que Tunes surpreendeu-me. Pode-se ver um pouco da alegria do mediterrâneo nas cores da Medina da cidade. De facto, cheia de carácter, a antiga Medina de Tunes é um lugar espectacular para se passar algum tempo a explorar as lindíssimas vielas labirínticas e lojas de souvenirs. Entre os séculos XII e XVI Tunes foi uma das cidades mais ricas do mundo. Mais de 700 monumentos, palácios, mesquitas, mausoléus e fontes testemunham o passado próspero da cidade e a mistura de influências Andaluzes, Hafsids e Otomanas.

Anfiteatro de El Jem

Anfiteatro de El Jem, na Tunísia
Anfiteatro de El Jem, na Tunísia

Antes de visitar El Jem, não sabia muito bem o que esperar de um anfiteatro romano. Mas a partir do momento em que o avistei no horizonte, fiquei deslumbrado com a sua beleza colossal. O Anfiteatro de El Jem tem de constar do top de destinos a visitar na Tunísia. O museu El Jem é também um dos melhores no país.


Visto para a Tunísia


Carimbo da Tunísia no passaporte
Carimbo da Tunísia no passaporte

A Tunísia é um país fácil para se entrar. Não é necessário visto para a maior parte das nacionalidades.

Cidadãos de 90 países e territórios podem visitar a Tunísia até 90 dias sem visto. Inclui cidadãos da União Europeia, Austrália, Brasil, Canadá, Japão, Coreia do Sul, Nova Zelândia, Rússia e África do Sul. Leia mais acerca da política de vistos da Tunísia.

Quando se chega ao aeroporto só temos de apresentar à polícia fronteiriça o passaporte e um formulário “cartão internacional de embarque e partidas” devidamente preenchido para carimbar. Lembre-se de que há uma taxa de saída no valor de 30 TND a ser paga antes da partida.


Roteiros na Tunísia


Algumas ideias de roteiros para você preparar as suas férias na Tunísia de maneira independente. Itinerários de turismo na Tunísia para 1 semana.

Roteiro 7 Dias Tunísia: Um pouco de tudo MIX
  • Dia 1 – Tunis – Sidi Bou Said
  • Dia 2 – Cartagena
  • Dia 3 – Kairouan – Museu Bardo
  • Dia 4 – Tozeur
  • Dia 5 – Matmata
  • Dia 6 – Sousse – El Jem
  • Dia 7 – Tunis
Roteiro 7 Dias Tunísia: Circuito do Deserto
  • Dia 1 – Sousse
  • Dia 2 – Matmata – El Jem
  • Dia 3 – Kebili
  • Dia 4 – Tozeur
  • Dia 5 – Eco-Parque Sahara
  • Dia 6 – Eco-Parque Sahara
  • Dia 7 – Sousse