5 coisas para fazer na Somalilândia

Paisagem em Laas Gaal na Somalilândia
Fotografia da paisagem em Laas Gaal na Somalilândia
Praia de Baathela Beach
Praia de Baathela Beach

Turismo na Somália?

Pois eu entendo que este não seja o primeiro local que lhe venha à mente quando pensa em viajar.

Porém, e como todos os locais do mundo têm coisas interessantes para ver, esta zona da Somália que se auto-proclama República da Somalilândia também não escapa, podendo então eu fazer uma pequena lista de coisas para visitar.

Eu passei uma semana na Somalilândia, explorando a sua capital Hargeisa, as fantásticas pinturas rupestres de Las Geel e descansando na Praia de Berbera, onde aproveitei para repor as minhas forças, escrever todos os meus textos de viagens em atraso, organizar fotos, lavar toda a roupa, nadar um pouco e ver as notícias na TV.

1 – Pinturas rupestres de Laas Gaal

Pinturas rupestres de Las Geel na Somalilândia
Pinturas rupestres de Las Geel na Somalilândia

Uma das coisas mais lindas que alguma vez presenciei na vida.

Um conjunto de pinturas rupestres com mais de 9000 anos, que representam a figura humana e animais tais como vacas, cães e girafas.

As pinturas estão em muito bom estado de conservação e praticamente a “céu aberto”.

Este local fica a mais ou menos 50km de Hargeisa e é preciso um guarda armado para nos acompanhar.

De certeza que se a Somalilândia fosse um país reconhecido internacionalmente, este local de Las Geel estaria inserido na lista UNESCO de Património Mundial da Humanidade.

2 – Mercados em Hargeisa

Mercado no centro de Harseisa na Somalilândia
Mercado no centro de Harseisa na Somalilândia

Em Hargeisa há dois mercados para se visitar.

Para quem gosta de dromedários então o mercado de gado é fantástico.

É aqui que se faz negócio de camelos todos os dias.

Pelo que me disseram, é aqui também que muitos árabes dos países do Golfo vêm para fazer negócio e levar alguns camelos para as Arábias. O mercado fica a uns 3km do centro da cidade, pode apanhar um táxi e volta a pé.

No centro da cidade, a Sul da Independence Road, começando desde o edifício da Telesom, há um grande mercado de rua – o
Suuqa Bacadlaha.

Aqui, no meio das ruas há centenas de barracas de roupa, fruta, legumes, carne, sapatos, utensílios de casa, tecidos e tapetes.

3 – Viagem de táxi desde a fronteira até à capital

Taxi de Wajaale até Hargeisa na Somalilândia
Taxi de Wajaale até Hargeisa na Somalilândia

Para amantes de poeira, fronteiras longínquas e países ditos “difíceis”, então esta viagem é genial.

A fronteira da Somalilândia com a Etiópia na cidade de Wajaale, é um caos.

Uma mistura de lixo e poeira, carros velhos e ferrugentos, militares armados e multidões a transportarem sacos com vários mantimentos.

O táxi desde a fronteira em Wajaale até à cidade de Hargeisa é uma viagem de 3 horas pelo meio do deserto, poeira, com 10 pessoas dentro de um carro (sim um carro que normalmente leva 5 pessoas), e pelo meio de postos de polícia que controlam o passaporte pelo menos de 50 em 50km.

4 – Trocar 1 nota de 200 Euros e receber 1620 notas de 500 shillings

Monte de dinheiro da Somalilândia
Monte de dinheiro da Somalilândia

Quer sentir-se cheio da massa pelo menos uma vez na vida?

Pois imagine-se que por causa da desvalorização da moeda shilling da Somalilândia, quando se troca uma simples nota de 10 Euros, recebemos 81 notas de 1000 shillings da Somalilândia.

Ou seja, se trocar uma nota de 200 Euros, então recebemos 1620 notas.

Fantástico.

Não perca trocar dinheiro nas ruas de Hargeisa, onde o dinheiro é transportado em carrinhos-de-mão até às bancas de câmbio.

5 – Praia de Berbera – Baathela Beach

Praia de Baathela na Somalilândia
Praia de Baathela na Somalilândia
Não espere uma praia estilo Varadero.

Nada disso.

Mas, se você busca locais longe de tudo, praias onde nenhum turista vai, água morna, tubarões, zona de piratas e traficantes, então, este é o seu local para nadar.

Fiquei alguns dias na praia na cidade de Berbera, no famoso Golfo de Áden, onde aproveitei para repor forças e me organizar antes de voltar para mais 2 semanas de viagem na Etiópia.

Apanhei o avião de Berbera até Addis Ababa, a capital da Etiópia usando a Ethiopian Airlines.

Visitar Somalilândia – Roteiros e Dicas de Viagem

Visitar Somalilândia – Roteiros e Dicas de Viagem
Visitar Somalilândia – Roteiros e Dicas de Viagem

Guia de Viagem da Somalilândia

Viajar na Somalilândia – informação de viagem.

Tudo sobre visitar os melhores locais e destinos da Somalilândia. Ideias de roteiros e itinerários com informação de alojamento, transporte, muitas galerias de fotografias, restaurantes, vídeos e mapas.

Organize as suas férias na Somalilândia. Alguma pergunta ou opinião deixe um comentário no fim da página.

Nesta página você encontra:

  1. República da Somalilândia – Informação prática
  2. Turismo na Somalilândia – Apresentação
  3. História, Geografia e Cultura
  4. Clima e Quando ir
  5. Vídeo da Somalilândia
  6. Resumo de viagem à Somalilândia
  7. Guia de Viagem: artigos para consultar
  8. Roteiros na Somalilândia
  9. Locais UNESCO na Somalilândia
  10. Kit de Viagem

Obrigado.

República da Somalilândia

Bandeira Somalilandia
Bandeira da Somalilândia
  • Capital: Hargeisa.
  • Língua oficial: Somali, inglês e árabe.
  • Presidente: Ahmed Mahamoud Silanyo.
  • Vice-presidente: Abdirahman Saylici.
  • População 2008: 3.500.000 habitantes.
  • Moeda: Shilling da Somalilândia.
  • Área Total: 137.600 km².
  • Fuso horário: UTC +3.
  • Código telefónico internacional: +252.
  • Clima: Desértico, montanhoso.
  • Visto: O visto pode ser feito na chegada ao aeroporto se vier de avião, ou nas embaixadas da Somalilândia em Addis Ababa e Londres.
  • Fronteiras: a oeste com o Djibuti, ao norte com o Golfo de Aden, a sul com a Etiópia e a leste com a Somália (Puntlândia).
  • Locais a não perder: Hargeisa, Las Geel, Berbera.
  • Quando visitei a Somalilândia: Fevereiro 2013.

Turismo na Somalilândia, Roteiros de Viagem

Vendedores de dinheiro em Hargeisa, Visitar a Somalilândia
Vendedores de dinheiro em Hargeisa, Visitar a Somalilândia

A Somalilândia é um país fascinante para passar férias.

Não conhece este país?

Bem, é porque na verdade ele não existe.

Mas, tem as suas fronteiras, os seus militares, moeda, presidente, polícia, e que organiza eleições democráticas desde 1991.

A Somalilândia é um país auto-proclamado, que tecnicamente e segundo as Nações Unidas fica situado na região mais a Noroeste da Somália.

Basicamente, este país que não existe, funciona melhor que 2/3 do resto dos países de África. Mas mesmo assim as Nações Uniaos não o reconhecem.

Faz fronteira com a Etiópia, o Djibouti e outra região da Somália chamada de Punt Land, famosa por haver mais de 400 pessoas sequestradas e mantidas prisioneiras pelos piratas do Golfo de Áden.

Dito isto, você agora já deve estar cheio de vontade para viajar à Somalilândia não é? (ironia…)

Mas olhe, eu passei uma semana muito tranquila aqui, sem problemas.

Aproveitei para conhecer a sua capital Hargeisa, as fantásticas pinturas rupestres de Las Geel e a cidade costeira de Berbera, de onde apanhei o avião de volta para a Etiópia.

Apresentação da História, Geografia e Cultura:

Rapazes simpáticos nas ruas de Hargeisa Somalilândia
Rapazes simpáticos nas ruas de Hargeisa Somalilândia
A história da Somalilândia começa por uma crise de identidade, uma vez que não é um país reconhecido mundialmente. É um território que,oficialmente, pertence à Somália, cuja independência foi reclamada em 1991, ao que passou a ser, efectivamente um Estado. Foi colónia do Reino Unido desde o final do século XIX, unindo-se à Somália Italiana nos anos 60 com o objectivo de formar a Somália. Constantemente disputada pelas várias potências europeias, foi palco de sucessivos golpes de estado e guerras, gerando uma guerra civil, ao que, mesmo independente, este facto ainda não é reconhecido internacionalmente. Estas guerras devastaram completamente esta República, deixando danos irreversíveis, tanto nas cidades como socialmente falando, grandes índices de pobreza e de fome na população. O povo lutou contra a ditadura de Siad Barre, momento importante da história do país, tornando o mesmo numa verdadeira anarquia. Ainda hoje se luta pela sobrevivência e pelo estado político do país, a fim de sair do estado caótico que aqui se encontra.

A geografia da Somalilândia conta com uma área territorial de 637 657 Km2, localizado na África Oriental, mais propriamente, no “Chifre da África”. Este país faz fronteira a Norte com o Golfo do Áden, a Noroeste com Djibouti, a Oeste com a Etiópia, a Sudoeste com o Quénia, e a Leste, ou no litoral, com o Oceano Pacífico. Normalmente é chamada de Costa Ajan, à zona Nordeste deste país. A sua capital é Mogadíscio (com o significado de “Assento do Xá”) e tem cerca de 10 milhões de habitantes.

Caminho até Las Geel na Somalilândia
A cultura da Somalilândia é inédita – este lugar vive uma crise de identidade, uma vez que vive como se fosse este país que não existe. Apesar de possuir um governo, cidadãos, serviço militar e uma própria moeda, e para além de a população ser fiél às suas tradições e costumes, este lugar não é reconhecido como um país independente ao nível internacional. Este lugar e as suas gentes foram bastante massacradas e subjugadas pelas colónias inglesas, italianas e americanas, mas que ainda assim têm um grande orgulho e lutam sempre por aquilo que são de uma forma bastante activista. São um povo bastante anfitrião e simpático e as cidades são calmas. Em dias muito quentes, têm por hábito o mascar a folha Khat (uma droga leve) à sombra. Grande parte da população são crentes do islamismo e é possível desfrutar de maravilhosas mesquitas, especialmente nas grandes cidades.

Clima e Quando ir:

Para saber quando ir à Somalilândia você precisa de se informar um pouco melhor acerca das suas estações e clima. A melhor altura para visitar a Somalilândia é durante o ano todo, pois o calor está presente sempre; no entanto, tenha em atenção que no Norte as temperaturas são bastante elevadas, sendo que na costa Leste o tempo é mais agradável e menos sufocante.

O clima da Somalilândia é muito quente, devido à sua proximidade da linha do Equador. As temperaturas máximas variam entre os 30ºC e os 40ºC. As épocas chuvosas são chamadas de Gu e Dayr, onde a primeira tem início no mês de Abril, terminando no mês de Julho, e o Dayr, ocorre entre o mês de Outubro e Novembro.

Vídeo do mercado de camelos em Hargeisa

O que visitei / Resumo de viagem à Somalilândia

Por ordem de visita.

Wajaale, Somalilândia
Wajaale, SomalilandiaWajaale: cidade da fronteira entre a Etiópia e a Somália. Sim, é mesmo o que você imagina. Lixo, poeira, pobreza, policias e militares armados e, … gente muito simpática e curiosa.


Top 10 locais a visitar em Wajaale:


  1. Mesquita Central de Wajaale
Hargeisa, Somalilândia
Hargeisa, SomalilandiaHargeisa: capital da Somalilândia. Cidade cheia de vida nas ruas, com um povo fortemente muçulmano onde a lei sharia prevalece. Hargeisa é uma mistura de mulheres completamente tapadas com roupas coloridas, poeira, areia e lixo, carros japoneses, dromedários e cabritas a pastarem livremente nas ruas, vendedores de dinheiro com kgs de notas na sua banca e, muitos altifalantes a recitarem o Alcorão praticamente durante todo o dia e noite. A cidade tem muitas bancas e lojas abertas 24 horas por dia.


Top 10 locais a visitar em Hargeisa:


  1. Memorial de Guerra
  2. Museu de Hargeisa
  3. Complexo de grutas Laas Gaal
  4. Mesquita Jama
  5. Mercado Central
  6. Mercado de gado
  7. Monumento da Independência
  8. Mesquita Central de Hargeisa
  9. Mesquita Masjid Al-Huda
  10. Centro de Negócios Dahabshiil
Laas Gaal, Somalilândia
Laas Gaal, SomalilandiaLaas Gaal: Pinturas rupestres em muito bom estado de conservação situadas a 50km da cidade de Hargeisa. Em Laas Gaal há várias zonas de pedras com pinturas murais feitas à mais de 9000 anos. Humanos e animais retratados com cores barrentas. É um espectáculo, adorei e foi o auge da minha viagem a esta zona do Corno de África.


Top 10 locais a visitar em Laas Gaal:


  1. Grutas com arte rupestre Laas Gaal
Praia de Baathela, Somalilândia
Praia de Baathela, SomalilandiaPraia de Baathela: A Praia Baathela vale a pena visitar e, se quer uns dias para repor forças e voltar à carga da viagem, então faça como eu que fiquei aqui vários dias. Esta praia fica a 5 km de distância de Berbera. Tem água azul, areia amarela e praticamente ninguém vai à praia, a não ser algumas famílias que vêm aqui durante o fim de semana. Na praia pode avistar golfinhos e fazer companhia aos caranguejos e aos grupos de ibis que passeiam à beira mar.


Top 10 locais a visitar na Praia de Baathela:


  1. Praia de Baathela
Berbera, Somalilândia
Berbera, SomalilandiaBerbera: Cidade costeira do Golfo de Áden. No centro de Berbera há vários edifícios destruídos, o porto de pesca, a mesquita antiga e a zona do mercado. Há ainda uma zona no porto que tem vários barcos velhos, presos na areia e abandonados.


Top 10 locais a visitar em Berbera:


  1. Praia de Baathela
  2. Mesquita Otomana
  3. Grutas Laas Gaal
  4. Praia Batalaale
  5. Mesquita Central de Berbera
  6. Antiga Pista da NASA
  7. Porto de Pesca
  8. Mesquita Indiana
  9. Mercado matinal
  10. Edifícios no centro da cidade
Guia de Viagem: artigos e relatos para você consultar
Locais UNESCO na Somalilândia
Estes são todos locais que valem a pena visitar na Somália. Os locais UNESCO Património Mundial são locais protegidos pela sua importância cultural ou natural de determinado país.

Locais inscritos na Lista do Património Mundial na Somalilândia:

  • A Somalilândia não tem sítios UNESCO Património Mundial da Humanidade.

João Leitão VIAGENS no Instagram

Instagram Joao Leitao