O que fazer em Talas no Quirguistão

Categorias Quirguistão Etiquetas
O que fazer em Talas
O que fazer em Talas

Talas é uma das cidades do Quirguistão a visitar. Remota e isolada, tem uma magia especial, com o cenário idílico que a rodeia… o rio Talas e as montanhas em redor. Aqui nasceu o grande herói quirguize Manas e apesar da moderna Talas ter sido fundada apenas em 1877, a região foi ponto de passagem da histórica Rota da Seda.

Visitar Talas Quirguistão

Visitar Talas - O importante a saber

A pequena cidade de Talas conta com cerca de 32 mil habitantes e localiza-se no noroeste do Quirguistão, junto ao rio Talas, que corre entre dois sistemas montanhosos. Foi fundada em 1877, então com o nome de Dmitrievskoye, por colonos eslavos. Sofreu com o colapso da União Soviética, pois apesar de se localizar no Quirguistão estava funcionalmente ligada ao Cazaquistão, do qual ficou separada pelas estritas políticas de fronteira impostas após a independência destes países, até porque as montanhas tornam difíceis a ligação ao resto do Quirguistão. Talas é conhecida sobretudo como o local de nascimento de Manas, um herói mítico do Quirguistão. Trata-se de uma cidade que vê poucos turistas. Encontra-se fora das rotas naturais para os viajantes, apesar de ter alguns motivos de interesse, como petróglifos e locais associados à antiga Rota da Seda, para além, claro, do suposto mausoléu de Manas e de locais naturais.

Melhores atrações de Talas

 Mausoléu de Manas
  1. Mausoléu de Manas
  2. Parque Nacional Besh-Tash
  3. Lago de Sary Chelek
  4. Lago de Kirov
  5. Pico de Manas
  6. Campos arqueológicos de Kulan Sai, Terek Sai e Tash Kurgan
  7. Arco de Entrada em Talas
  8. Igreja Russa

Dicas de Viagem

  1. Acorde cedo e seja o primeiro a entrar nos monumentos, museus ou outros locais de interesse.
  2. Apesar de ficar fora do centro da cidade, não perca o Mausoléu de Manas.
  3. Os habitantes da região são muito simpáticos e é muito normal ser convidado para um chá em casa de alguém.
  4. Em Manas Ordo, dentro do complexo do mausoléu, é o local onde os jovens da região treinam o jogo nacional chamado de kokboru. Se tiver sorte pode ser que visite o lugar durante os treinos.
  5. O mercado central de Talas enche pela manhã. Não perca.

Lugares para visitar em Talas

1. Mausoléu de Manas

Também conhecido como Manas Ordo, é o pretenso local da sepultura de Manas, mas eventualmente trata-se apenas de um túmulo falso, criado com a intenção de confundir os inimigos de Manas que procurassem profanar os restos mortais do herói quirguize. A viúva terá mandado colocar no mausoléu uma inscrição alusiva a uma princesa, mas quando o túmulo foi aberto encontrou-se o esqueleto de um homem. A dúvida subsistirá para sempre. O bonito mausoléu terá sido construído por volta de 1334, decorado com inscrições de cariz religioso no alfabeto kufic, e  localiza-se a 12 km a leste de Talas. No Verão realizam-se aqui jogos tradicionais a cavalo, um espectáculo inesquecível para qualquer visitante. Para além do mausoléu existe no local um museu dedicado à vida e obra de Manas e uma colina a que se pode subir, usufruindo-se de grandes vistas desde o seu topo. Já agora, Manas distinguiu-se pela unificação do povo Quirguize e pela liderança da luta pela independência.

2. Parque Nacional Besh-Tash

O que fazer em Talas no Quirguistão 1

O Parque Nacional Besh-Tash, criado em 1996, estende-se por uma área de 13.600 hectares, incluindo uma zona de protecção rigorosa que ocupa 5.567 hectares. Segue o curso do rio Besh-Tash ao longo de 30 km, mas quem vem de Talas entra no Parque após viajar 13 km. Podem aqui ser encontrados excelentes exemplares de fauna e flora local. Mais de 800 espécies de plantas e de 2000 tipos de insectos. Com sorte serão avistados animais de maior porte como as Ovelhas de Montanha, o Lince do Turquistão, a Águia Dourada e acima de tudo o raro e esquivo Leopardo da Neve. Se visitar o Parque procure os petróglifos e as interessantes nascentes de água quente e não perca um dos melhores pontos do Parque: o lago Besh-Tash, de águas de tonalidade azul-turquesa, que tem uma profundidade máxima de 28 metros e se encontra a cerca de 3.000 metros de altitude.

3. Lago de Sary-Chelek

Este lago faz parte de uma Reserva da Biosfera da UNESCO, criada em 1978, que inclui um total de sete lagos na região. O lago tem uma largura máxima de 2 km e um comprimento de 7,5 km, localizando-se a cerca de 60 km a sul de Talas. As suas margens têm uma vegetação densa e viva, muito verde, e por vezes impressionantes falésias. Desde o parque de estacionamento pode o viajante aventurar-se nos trilhos de montanha, que levam até lagos secundários e a pontos de onde pode usufruir excelentes vistas do lago principal.

4. Lago de Kirov

Trata-se de um lago artificial, uma albufeira relacionada com a barragem que ali foi construída em 1976. A sua actividade funcional é intensa, com a sua água a ser usada para irrigar campos de cultivo não só no Quirguistão como também no vizinho Cazaquistão. O lago é alimentado pelas águas do rio Talas, ocupando uma área de 27 km2. Do ponto de vista lúdico, que é afinal o que interessa o viajante, a orla do lago é uma excelente opção para relaxar um pouco. A área é muito apreciada pelos locais que ali se deslocam para pescar, podendo-se ali apanhar trutas e vários tipos de carpas, ou fazer picnics, nadar nas águas do lago ou fazer desportos aquáticos. É também uma boa opção para fazer campismo.

5. Pico de Manas

Este pico é o ponto mais alto das montanhas Talas Ala-Too, situando-se a 4.488 metros de altura, sendo um dos e sendo um dos locais mais altos do Tien-Shan Ocidental. É considerada uma das montanhas mais bonitas do Quirguistão mas a ascensão pode ser complicada, não sendo recomendada a iniciados, existindo diversas faces rochosas com ângulos de 50 graus. O seu nome é obviamente inspirado no herói quirguize Manas, uma excelente escolha, considerando que tal como o próprio Manas o pico se eleva entre os que o rodeiam, servindo de ponto de orientação e simbolizando grande poder e invencibilidade.

Fotos de Talas

Celebrações e Feriados

  • 1 de Janeiro – Dia de ano novo
  • 7 de Janeiro – Dia de Natal
  • 23 de Fevereiro – Dia do Defensor da Pátria
  • 8 de Março – Dia Internacional da Mulher
  • 21 de Março – Feriado de Nooruz
  • 7 de Abril – Dia das Pessoas da Revolução de Abril
  • 1 de Maio – Dia do trabalhador
  • 5 de Maio – Dia da Constituição
  • 9 de Maio – Dia da vitória
  • 15 de Junho – Orozo Ait
  • 21 de Agosto – Kurman Ait
  • 31 de Agosto – Independência
  • 7 de Novembro a 8 de Novembro – Dias da Comemoração dos Antepassados

Roteiros em Talas

Algumas ideias de roteiros para você preparar as suas férias no Quirguistão de maneira independente. Itinerários de turismo em Tala na Quirguistão. Melhores atrações de Chisinau para passear na cidade.

1 Dia em Talas (24 horas)

  • Dia 1 Manhã: Passear pelo mercado no centro da cidade. Depois ir à praça principal com a estátua de Chinghiz Aitmatov, reconhecidamente um dos maiores nomes da literatura do Quirquistão.
  • Dia 1 Tarde: Visitar o complexo de Manas Ordo, local da sepultura de Manas. Há um museu, um cemitério, e o mausoléu principal que data do século XIV.

2 Dias em Talas (48 horas)

  • Dia 1 Manhã: Passear pelo mercado no centro da cidade. Depois ir à praça principal com a estátua de Chinghiz Aitmatov, reconhecidamente um dos maiores nomes da literatura do Quirquistão.
  • Dia 1 Tarde: Visitar o complexo de Manas Ordo, local da sepultura de Manas. Há um museu, um cemitério, e o mausoléu principal que data do século XIV.
  • Dia 2 Manhã: Lago de Kirov.
  • Dia 2 Tarde: Passear pelo mercado no centro da cidade.

3 Dias em Talas (72 horas)

  • Dia 1 Manhã: Passear pelo mercado no centro da cidade. Depois ir à praça principal com a estátua de Chinghiz Aitmatov, reconhecidamente um dos maiores nomes da literatura do Quirquistão.
  • Dia 1 Tarde: Visitar o complexo de Manas Ordo, local da sepultura de Manas. Há um museu, um cemitério, e o mausoléu principal que data do século XIV.
  • Dia 2 Manhã: Lago de Kirov.
  • Dia 2 Tarde: Passear pelo mercado no centro da cidade.
  • Dia 3 Manhã: Parque Nacional Besh-Tash.
  • Dia 3 Tarde: Parque Nacional Besh-Tash.
Instagram JoaoLeitaoViagens