Roteiro de 1 semana no Iémen

Bem-vindos à página onde disponibilizo informação detalhada sobre como visitar o Iémen. Focar-me-ei em locais onde eu estive para que fiquem rapidamente com uma noção do que ver no no país.  

Partilharei convosco o meu itinerário de viagem de uma semana pelo Iémen, que será composto por alguns dos locais mais impressionantes do país. Esta nação do Médio-Oriente combina destinos encantadores com um povo muito hospitaleiro.

VIAJAR PARA O IÉMEN
VIAJAR PARA O IÉMEN

Durante os últimos anos o Iémen tem estado nas notícias pelo infeliz facto de se encontrar em guerra civil. O país tem vindo a ser extremamente afetado por conflitos, fome e um terrorismo crescente.

Apesar de algumas regiões se encontrarem sob conflitos constantes, ainda é possível entrar no Iémen durante a guerra, e há mesmo alguns locais que se podem visitar com um risco reduzido. 

Um dos itens na minha lista de desejos de viajante era visitar a cidade velha de Sanaa, a capital do Iémen. Infelizmente, durante o período em que eu podia visitar o Iémen (Setembro de 2018), não foi possível fazê-lo devido a questões de segurança.  

vídeo da minha viagem de uma semana no Iémen

Roteiro de uma semana no Iémen:

  1. Poznan a Salalah: via Varsóvia » Doha
  2. Salalah a Shihr: via fronteira de Sarfait » Jodab » Damghut » Al Ghaydah » Dunas de Haswayn » Ras Lqab
  3. Shihr a Haed Aljazil: via Al Mishqaah » Taulabah » Hufah » Haid Al Jazil
  4. Haed Aljazil a Seyun: via Qarn Majid » Sif » Al Hajarayn » Al Mashhad » Al Ghaybun » Shibam
  5. Seyun – Seyun: via Qabr Ahmad Al Habashi » Tarim
  6. Seyun a Rumah: via Hisn Al’Ud
  7. Rumah a Salalah: via fronteira de Al-Mazyunah
  8. Salalah a Poznan: via Doha » Varsóvia

NOTA: Viajar para o Iémen é difícil porque não é um destino seguro. Está, no entanto, cheio de pessoas extremamente afáveis, orgulhosas e hospitaleiras.  Algumas regiões do Médio-Oriente estão muito instáveis, e devem saber que viajar para esta zona não é seguro a 100%. Este blog apenas partilha informação de viagem. Não sou responsável por qualquer informação errada ou algo que vos possa acontecer. Sejam conscientes e viajem de forma segura e responsável.


O que visitar no Iémen 


A Costa iemenita

A dramática costa rochosa com uma combinação de água verde e azul. Este efeito dá origem a um cenário magnifico com vastas extensões de dunas de areia a entrar pelo mar adentro.  Algumas partes da costa misturam águas esverdeadas com rochas vulcânicas pretas. O trânsito automóvel é extremamente reduzido na estrada que vai da fronteira até Mukkala. As tropas emiradenses e sauditas estabeleceram alguns check-points nas estradas do sul.

ESTRADA COSTEIRA DO IÉMEN
ESTRADA COSTEIRA DO IÉMEN

Mercados de Khat

Este popular narcótico é um costume social datado de milhares de anos atrás. Cerca de 70% dos iemenitas entre os 16 e os 50 anos mastigam khat (qat). Os mercados que vendem khat no Iémen são locais animados que permitem entender este fenómeno social. Eu tive a sorte de visitar mercados de khat em Al Ghaydah, Seiyun e Tarim. As pessoas nestes mercados ficam um pouco desconfiadas quando alguém chega e começa a tirar fotografias e gravar vídeos, mas um sorriso genuíno, um audível “salam aleikum” e um forte aperto de mão são suficientes para quebrar o gelo.

MERCADO DE KHAT NO IÉMEN
MERCADO DE KHAT NO IÉMEN

Cidade velha de Shibam – UNESCO

Este incrível Património Mundial da UNESCO deixou-me estonteado com a sua incrível beleza. Shibam é uma cidade de argila do século XVI e a mais antiga metrópole do mundo a recorrer a construção vertical. Os edifícios de argila chegam a atingir os 16 pisos. Não há palavras para descrever um local assim. O número total de edifícios em Shibam é 444. O edifício mais alto atinge os 29 metros de altura. 

SHIBAM IÉMEN
SHIBAM IÉMEN

À beira de uma extensão desolada de deserto, conhecida como o a “quarta parte vazia”, a cidade murada de Shibam, datada do século XVI, continua a ser a metrópole mais antiga do mundo a usar a construção vertical. Em tempos uma relevante paragem nas rotas das especiarias e do incenso no plateau do sul da Arábia, a exploradora britânica Freya Stark apelidou a cidade de lama de “Manhattan do deserto” na década de 1930.

Citação « This Ancient Mud Skyscraper City is the Manhattan of the Desert » na National Geographic

O que visitar em Shibam:

  • Portão Principal
  • Mesquita de sexta-feira 
  • Praça Al-Husn 
  • Casa Maruf Ba-Jammal
  • Palácio do Sul
  • Casa Jarhum
  • Palácio do Norte
  • Al-Khoqa Mosque
  • Mesquita Maruf
  • Souq
  • Escola Al-Harah

Dar Al-Mustafa

Mais conhecido entre os estrangeiros como o local de nascimento do pai de Osama bin Laden, a cidade de Tarim dá-nos a oportunidade de visitar uma das madrassas islâmicas mais importantes do mundo.

Este famoso centro de Sufismo, uma vertente mística dentro do Islamismo, foca-se maioritariamente na personalidade, sujeitos intelectuais e tolerância religiosa (nada a ver com Bin Laden).

A Escola Dar Al-Mustafa de Estudos Islâmicos foi, sem dúvida, um dos pontos altos da minha viagem pelo Iémen. Visitei a escola e fui extremamente bem recebido por estudantes de vários países. Eles vêm para Dar Al-Mustafa para estudar a lei islâmica, gramática árabe, memorização corânica e teologia islâmica.

TARIM IÉMEN
TARIM IÉMEN

Sif e Al-Hajarayn

Para além de Shibam, estas cidades do deserto foram as minhas favoritas em termos de arquitetura. A forma como estes locais foram construídos é incrível. Pude explorar as duas cidades sozinho. As pessoas são extremamente afáveis e fizeram questão de me mostrar alguns pontos mais escondidos ou miradouros apenas conhecidos pelos locais. 

O que visitar em Al-Hajarayn:

  • Miradouro na Montanha
  • Portas e janelas de madeira
  • Mesquita principal
  • Portão de entrada

O que visitar em Sif:

  • Miradouro na Montanha
  • Mesquita Jahlan
  • Cidade velha
  • Casa Al-Amoudi Musnaah
  • Casa Mohammad Ba-Ali
  • Casas Al-Mshaekh A’al Hasan Ben Badr 

Caminhar nas dunas

A ideia de explorar livremente o Iémen surge durante uma caminhada de alguns kms nas dunas da costa iemenita. Vastas áreas de areia terminam no mar árabe, oferecendo vistas inesquecíveis de grande beleza. 

DESERTO DE DUNAS NO IÉMEN
DESERTO DE DUNAS NO IÉMEN

O que fazer:

  • Subir dunas
  • Apreciar a vista sobre o mar
  • Avistar camelos
  • Aldeias de pescadores

Wadi Dawan

Este belo vale é famoso pela sua beleza, com uma vasta área aberta de deserto, montanhas rochosas e pitorescas aldeias de argila. 

WADI DAWAN IÉMEN
WADI DAWAN IÉMEN

O que visitar em Wadi Dawan:

  • Aldeia Sif 
  • Al-Hajarayn
  • Aldeia Al Mishqaah 
  • Aldeia Taulabah
  • Aldeia Hufah
  • Aldeia Haid Al Jazil
  • Ruínas de Al-Mashhad e Al-Ghaybun

Santuário Nabi Hud

A visita a este local foi extremamente importante para perceber a forma como alguns iemenitas estão ligados às suas crenças religiosas. Provavelmente um dos locais de peregrinação mais importantes do país, todo o complexo foi construído à volta de sepulturas e do santuário do profeta Hud. A vista panorâmica do topo da montanha é de tirar o fôlego e vale a pena a subida. 

SANTUÁRIO NABI HUD IÉMEN
SANTUÁRIO NABI HUD IÉMEN

O que fazer:

  • Visitar o complexo do cemitério
  • Vista do topo da montanha
  • Santuário Nabi Hud

Haid Al-Jazil

O colorido Hotel Buqshan Khaila em Al Mishqaa estava fechado por isso não sabíamos onde encontrar um lugar para dormir. Tudo mudou quando eu descobri um miradouro solitário na app maps.me. Descobrimos um hotel muito simpático com uma vista incrível sobre Wadi Qaradah com a aldeia de Haid Al Jazil localizada no topo de um rochedo. O diretor do hotel disse que normalmente não aceita estrangeiros por medo de ataques. Este foi o melhor local onde fiquei durante a minha viagem pelo Iémen.

HAID AL JAZIL IÉMEN
A descoberta inesperada de um hotel com uma vista magnífica sobre Haid Al Jazil

O que fazer:

  • Admirar o por do sol e o nascer do sol
  • Vista incrível sobre a aldeia de Haid Al-Jazil
  • Jantar no restaurante do hotel
  • Piscina com vista
  • Hotel de arquitetura local

Al-Mishqaah, Taulabah e Hufah

Ter contacto com a população local quando viajo é sempre muito importante para mim. Visitar as aldeias de Wadi Dawan por conta própria deu-me não só a oportunidade de descobrir as coisas sozinho, mas também de ter sempre iemenitas dispostos a mostrar-me os locais e a convidar-me para uma chávena de chá nas suas casas. Taulabah e Hufah são locais extremamente fotogénicos. O famoso colorido Palácio de Buqshan em Al Misshqah estava fechado, mas podem sempre vê-lo do exterior e tirar boas fotografias. Visitar as aldeias de Al-Mishqaah, Taulabah, e Hufah foi fantástico.

Al-Mashhad e Al-Ghaybun

Parei em Al-Mashhad para visitar o santuário do Imã Ali Bin Hassen Al-Attas, destruído pela Al-Qaida.

Lá foi-me dito por um homem local que, a cerca de 2km da aldeia, existia uma cidade pré-islâmica chamada Al-Ghaybun, que significa literalmente “as pessoas más”.

Eu pedi ao homem para me levar a esse local, e enquanto me dizia que nunca iria lá sozinho porque a zona era assombrada por espíritos, caminhámos deserto adentro para explorar as interessantes velhas ruínas. O meu condutor fugiu assustado assim que lá chegámos. Parece que esta velha cidade foi amaldiçoada por Deus porque ali viviam pessoas más.

A lenda diz que um fogo destruiu completamente a cidade e, curiosamente, se se olhar com atenção, vê-se argila e vários objetos queimados. Descobrir o Santuário do Imã Ali Bin Hassen Al-Attas e as velhas ruínas de Al-Ghaybun em Al-Mashhad foram uma parte importante da minha viagem.

O que visitar em Al-Mashaad:

  • Santuário
  • Aldeia Al-Mashhad
  • Ruínas Al-Ghaybun

Santuário Ahmad Al-Habashi

Santuário Ahmad Al-Habashi
Santuário Ahmad Al-Habashi

Visitar o santuário Qabr Ahmad Al-Habashi é possível. A vista que se encontra após subir as várias escadas até ao topo do santuário Sufi é incrível. As pessoas mostraram alguma desconfiança em relação a mim porque grupos de militantes muçulmanos Salafi destruíram outros santuários na região. 

Castelo Al’Ur

HISN AL UR YEMEN

Este foi outro local inesperado na viagem. A caminho da fronteira com Omã, vi uma fortaleza no topo de uma colina, a alguns kms de distância da estrada. Caminhei até lá, explorei a área e captei algumas fotos interessantes.

Vamos continuar a ler:

Categorias Iémen