Viajar no Líbano • Guia de Viagem

Mapa do Líbano no Mundo
Mapa do Líbano no Mundo

República do Líbano

  • Capital: Beirute.
  • Línguas oficiais: Árabe.
  • Presidente: Michel Aoun.
  • População 2005: 6.184.701 habitantes.
  • Moeda: Libra Libanesa.
  • Área Total: 10.452 km².
  • Fuso horário: UTC +3.
  • Código telefónico internacional: +961.
  • Clima: Mediterrânico temperado.
  • Visto: Para portugueses não há visto, só carimbo à chegada, no aeroporto. Atenção que qualquer vestígio de uma visita prévia a Israel resultará na recusa de entrada no país.
  • Fronteiras: Síria e Israel.
Viajar no Líbano • Guia de Viagem 1

Locais a não perder numas férias no Líbano: Beirute, Baalbek, Anjar, Harrisa, Tyre.


7 coisas que gostei no Líbano


  1. As pessoas super simpáticas e acolhedoras
  2. A história ancestral do país
  3. O facto de não haver turistas
  4. Comida do Médio Oriente
  5. As impressionantes ruínas romanas em Baalbek
  6. Beber um milkshake no Bay Rock Café em Beirute
  7. Mercado antigo de Byblos

Quando viajar no Líbano


Para saber quando ir de férias no Líbano você precisa de se informar um pouco melhor acerca das suas estações e melhor clima. Para visitar o Líbano deverá estar preparado para enfrentar elevadas temperaturas que podem chegar aos 45 graus no pico do calor. Qualquer altura é boa para ir, mas a Primavera e o início do Outono oferecem condições mais favoráveis para explorar o país de forma confortável. Note que ao contrário da ideia comum que temos da região, chove com abundância durante boa parte do ano. Se a precipitação é um problema, tente visitar no Verão.

O clima do Líbano está sob a influência do Mediterrânico. O Líbano não é um país muito grande e seu clima não tem muita diferenças segundo as regiões, variando mais com a altitude. É marcadamente um clima Mediterrânico, temperado, com características muito próximas do clima de Portugal. Por exemplo, as regiões costeiras têm menos amplitude térmica, com Verões mais frescos e Invernos menos rigorosos, enquanto as montanhas são cobertas de neve e assim se mantêm por vezes até Junho.


História do Líbano


A história do Líbano fez o que o país é hoje, uma complexa sucessão de influências culturais e religiosas desde os tempos quase imemoriais em que ali por perto se levantou a poderosa civilização Egípcia e por aqui viviam os Fenícios, que tocaram com a sua cultura, tantas áreas costeiras da Europa. Depois vieram os Romanos e chegou o Cristianismo. Seguiram-se os árabes que trouxeram uma nova religião, o Islão, continuada por estas paragens pelos Otomanos que aqui governaram desde o início do século XVI até já ao século XX, quando cederam o que é hoje o Líbano à França, na sequência da derrota na I Guerra Mundial.

Inicia-se um novo ciclo na história da região, agora influenciada pelos franceses, que se manterão por ali até à independência do moderno Líbano, um processo iniciado em 1943 e concluído em 1946.

Durante boa parte da segunda metade do século XX o Líbano foi um país extremamente próspero. Sem os recursos petrolíferos de outras nações da região, tornou-se mesmo assim um centro financeiro e empresarial ganhando nos anos 60 o nome de “Suíça do Médio Oriente”.

Contudo a tensão crescente entre os vários grupos religiosos existentes no Líbano conduziu a uma complexa guerra civil, envolvendo diversas facções cristãs e muçulmanas, que entre 1975 e 1990 destruiu o país. Actualmente vive-se um equilíbrio que tem possibilitado a reconstrução da nação.


Geografia do Líbano


A geografia do Líbano assenta nas suas quatro grandes regiões: o planalto costeiro, a serra do Líbano, o vale de Bekah e a serra chamada de Antí-Líbano. Na primeira destas regiões vive a maioria da população, que usufrui da fertilidade das terras, deixando as montanhas quase intocadas. Mas o vale do Bekah, situado entre as duas cordilheiras indicadas, oferece também excelentes condições para a presença humana, com boas terras de cultivo. O ponto mais alto do país é o Mount Hemon, a 2.814 m.


Cultura do Líbano


A cultura do Líbano resulta de uma complexa conjugação de influências estrangeiras e de diferentes religiões, apresentando um mosaico de tradições provenientes dos cristãos maronitas, dos druzos e dos muçulmanos, xiitas e sunitas. Será talvez o país do mundo onde existe uma divisão quase a meio entre cristãos e muçulmanos.


Táxi privado


Uma dica sobre transportes: se quiser um táxi para visitar o país com base em Beirute, recomendo o Sr. Ali Mustafa Itani. Pode contactá-lo pelo Whatsapp, número +961 70690649. Se o contratar para um período de três dias consecutivos, espere pagar USD $100 pelo primeiro dia, USD $90 pelo segundo dia e USD $80 pelo terceiro dia. Ele fala algum inglês, é muito simpático e um excelente condutor. Se só precisar de transporte do ou para o aeroporto, o senhor Ali também pode tratar disso por 10 ou 15 Dólares. Uma excelente opção aos táxis de aeroporto que lhe pedirão USD $40 sem possibilidade de negociação.


Roteiros no Líbano


Algumas ideias de roteiros para você preparar as suas férias no Líbano de maneira independente. Itinerários de turismo no Líbano.

4 Dias: Líbano Express
Dia 1: Beirute
Dia 2: Beirute – Gruta de Jeita – Byblos – Harissa – Beirute
Dia 3: Beirute – Anjar – Byblos – Beirute
Dia 4: Beirute
7 Dias: Top Líbano a partir de Beirute
Dia 1: Beirute
Dia 2: Beirute – Gruta de Jeita – Harissa – Beirute
Dia 3: Beirute – Byblos – Beirute
Dia 4: Beirute – Anjar – Beirute
Dia 5: Beirute – Baalbek – Beirute
Dia 6: Beirute – Tyre – Beirute
Dia 7: Beirute
11 Dias: Um pouco de tudo no Líbano
Dia 1: Beirute
Dia 2: Beirute – Gruta de Jeita – Harissa – Beirute
Dia 3: Beirute – Byblos
Dia 4: Byblos – Anjar – Beirute
Dia 5: Beirute – Baalbek
Dia 6: Baalbek – Beirute – Tyre
Dia 7: Tyre – Beirute
Dia 8: Beirute – Anjar – Beirute
Dia 9: Beirute – Vale de Qadisha – Bcharre
Dia 10: Bcharre – Beirute
Dia 11: Beirute – Beit El Dein – Deir al-Qamar – Barouk Nature Preserve – Beirute


Vamos continuar a ler:

Categorias Líbano