Promocao de Viagem a Marrocos Verao 2021

O que fazer no Alentejo Portugal

O que fazer no Alentejo
O que fazer no Alentejo

O que fazer no Alentejo é uma pergunta básica para aqueles que querem passar férias em Portugal com interesse focado nesta região especifica. Vou tentar mostrar os principais pontos turísticos do Alentejo para que tenha uma ideia do que é possível fazer. Devido à quantidade de locais de interesse, visitar o Alentejo torna-se assim complicado sem organização prévia. Esta página faz parte da compilação dos 115 melhores destinos portugueses do artigo sobre o que fazer em Portugal.

Pontos turísticos do Alentejo

Santa Justa

Santa Justa
Santa Justa

Santa Justa é uma aldeia perdida no alto Alentejo. O que fazer no distrito de Évora é sempre uma boa questão, por isso pequenos lugares como estes são sempre fascinantes. Com uma população maioritariamente envelhecida, transmite a calma da vida numa aldeia típica alentejana. Em redor, os campos a perder de vista que na Primavera se cobrem de um bonito manto verde caracterizam as bonitas paisagens Alentejanas.

O que fazer em Santa Justa

  1. Igreja Velha de Santa Justa
  2. Antiga escola primária
  3. Aldeia do Vale Pereiro
  4. Povoação de Évora Monte

Pulo do Lobo

Cascata do Pulo do Lobo
Cascata do Pulo do Lobo

A Cascata do Pulo do Lobo é uma queda de água com 20 metros que fica na zona de Beja, no percurso do Rio Guadiana. É um fenómeno natural pouco frequente no sul do país.

O que fazer no Pulo do Lobo

  1. Cascata Pulo do Lobo
  2. Rio Guadiana
  3. Praia Fluvial Pulo do Lobo
  4. Parque Natural do Vale do Guadiana
  5. Vila de Mértola

Praia da Comporta

Praia da Comporta
Praia da Comporta

A Praia da Comporta é uma praia que conserva o seu estado mais selvagem, mas a afluência turística tem vindo a aumentar nos últimos anos com a construção de infra-estruturas de apoio ao turismo. É uma zona nobre perto de Lisboa.

O que fazer na Praia da Comporta

  1. Praia da Comporta
  2. Reserva Natural do Estuário do Sado
  3. Museu do Arroz
  4. Adega da Comporta
  5. Comporta

Monsaraz

Monsaraz
Monsaraz

A pequena vila de Monsaraz situa-se no Alentejo, junto à fronteira com Espanha. A brancura das suas casas destaca-se no alto do monte, dentro das muralhas do castelo.

O que fazer em Monsaraz

  1. Conjunto megalítico da Herdade do Xerez
  2. Menir do Outeiro
  3. Menir da Bulhoa
  4. Conjunto megalítico do Olival da Pêga
  5. Ermida de Santa Catarina de Monsaraz
  6. Ermida de São Bento
  7. Pelourinho de Monsaraz
  8. Atalaia de São Gens
  9. Igreja Matriz de Santa Maria da Lagoa
  10. Porta da Vila
  11. Castelo de Monsaraz
  12. Largo D. Nuno Álvares
  13. Novos Paços da Audiência
  14. Antigos Paços da Audiência
  15. Capela de São João Batista
  16. Capela de São José
  17. Ermida de São Bento
  18. Ermida de São Lázaro
  19. Ermida de Santa Catarina
  20. Antiga Cisterna
  21. Igreja de Santiago
  22. Barragem do Alqueva
  23. Torre de Menagem de Monsaraz

Mértola

Mértola
Mértola

Mértola é uma cidade Alentejana à beira do Rio Guadiana que separa Portugal da vizinha Espanha. No ponto mais alto da cidade ergue-se o castelo e em baixo estende-se a cidade de casas brancas ao estilo da região.

O que fazer em Mértola

  1. Castelo de Mértola
  2. Ermida de S. Barão
  3. Igreja Matriz de Mértola
  4. Convento de S. Francisco
  5. Torre Couraça
  6. Torre do Rio
  7. Réplica de Casa Islâmica
  8. Casa Romana
  9. Torre de Menagem
  10. Trilho pedestre O Grande Rio do Sul
  11. Trilho pedestre Os Canais do Guadiana
  12. Trilho pedestre As Margens do Guadiana
  13. Trilho pedestre Entre o Escalda e o Pulo do Lobo
  14. Trilho pedestre À Subida da Senhora do Amparo
  15. Basílica Paleocristã
  16. Necrópole e Ermida de S. Sebastião
  17. Azenhas do Guadiana
  18. Torre do Relógio
  19. Núcleo museológico do Hotel Museu de Mértola
  20. Oficina de Tecelagem
  21. Mina de São Domingos
  22. Parque Natural do Vale Guadiana
  23. Trilho pedestre À volta do Montado
  24. Trilho pedestre Ao Ritmo das Águas do Vascão
  25. Trilho pedestre Um Percurso Ribeirinho
  26. Trilho pedestre Rota do Minério

Marvão

Marvão
Marvão

Marvão é uma pequena vila situada no Alto Alentejo, junto da fronteira com Espanha. No pico mais alto da Serra de S. Mamede, avista-se uma povoação de casas típicas Alentejanas caiadas de um branco imaculado. Toda a povoação é protegida pela muralha do Castelo de Marvão.

O que fazer em Marvão

  1. Castelo e muralhas de Marvão
  2. Estação Arqueológica romana da Herdade dos Pombais
  3. Cruzeiro da Estrela
  4. Igreja de Santa Maria de Marvão
  5. Pelourinho de Marvão
  6. Convento de Nossa Senhora da Estrela
  7. Pousada de Santa Maria
  8. Cidade romana de Ammaia
  9. Caleiras de Escusa
  10. Ponte Quinhentista
  11. Percurso Pedestre de Marvão
  12. Torre da Menagem de Marvão
  13. Rio Sever
  14. Serra de São Mamede
  15. Palácio Bourbon e Valle
  16. Solar dos Mattos Mouzinhos
  17. Igreja do Espírito Santo
  18. Igreja de S. Tiago
  19. Igreja do Calvário
  20. Fornos de Cal
  21. Museu Municipal de Marvão
  22. Percurso do Contrabando do Café
  23. Percurso Pedestre de Galegos

Igrejinha

Igrejinha
Igrejinha

Igrejinha é uma aldeia no concelho de Arraiolos, Alentejo. É uma típica aldeia alentejana com as casas de um só piso, impecavelmente caiadas (actualmente, pintadas) de branco com barras azuis ou amarelas à volta das portas e janelas. A 4km da aldeia, em direcção a Azaruja há uma edificação romana em ruínas, que data possivelmente do século I a.C., chamada de Castelo do Mau Vizinho (ou Castelo de Pontega).

O que fazer na Igrejinha

  1. Igreja Matriz
  2. Castelo do Mau Vizinho
  3. Espaço Etnográfico e do Artesanato de Igrejinha
  4. Barragem do Divor

Évora

Évora
Évora

Évora é uma cidade muito rica em termos históricos e arquitetónicos, onde é visível a passagem de vários povos. A influência romana é a mais forte, que perdura até hoje em vários monumentos pela cidade. O centro histórico de Évora é considerado Património Mundial da UNESCO desde 1986.

O que fazer em Évora

  1. Capela dos Ossos
  2. Praça do Giraldo
  3. Sé Catedral de Évora
  4. Templo Romano
  5. Igreja de Santo Antão
  6. Cromeleques e Menir dos Almendres
  7. Palácio dos Duques de Cadaval
  8. Igreja de São Francisco
  9. Palácio de Dom Manuel
  10. Câmara Municipal
  11. Museu de Évora
  12. Paço de S. Miguel
  13. Igreja da Graça
  14. Igreja e Convento do Carmo
  15. Igreja da Misericórdia
  16. Alto de São Bento
  17. Antas do Barrocal
  18. Portas de Moura
  19. Quartel dos Dragões de Évora
  20. Arco romano de D. Isabel
  21. Aqueduto da Agua de Prata
  22. Porta de Aviz
  23. Anta Grande do Zambujeiro
  24. Convento da Cartuxa
  25. Casa de Garcia Resende
  26. Museu do Relógio
  27. Ruinas romanas
  28. Biblioteca publica de Évora
  29. Casa Cordovil
  30. Casa da Balança
  31. Chafariz das Portas de Moura
  32. Ermida de Nossa Srª do Ó
  33. Igreja de São Vicente
  34. Igreja de São Mamede
  35. Igreja do Senhor da Pobreza
  36. Igreja do Salvador do Mundo
  37. Museu Nacional Frei Manuel do Cenáculo
  38. Universidade de Évora
  39. Teatro Garcia de Resende

Cromeleque dos Almendres

Cromeleque dos Almendres
Cromeleque dos Almendres

O Cromeleque de Almendres é um sítio arqueológico que fica a cerca de 12 km de Évora. De facto a região de Évora é rica em monumentos pré-históricos que vão desde o Neolítico até à Idade do Ferro. O Cromaleque de Almendres é um círculo formado por 95 monólitos de pedra, sendo um dos monumentos megalíticos mais importantes da Península Ibérica pela sua dimensão e estado de conservação.

O que fazer no Cromeleque de Almendres

  1. Menires de Almendres
  2. Cromeleque de Almendres
  3. Castelo de Giraldo
  4. Anta Grande do Zambujeiro
  5. Cidade de Évora

Belver

Belver
Belver

Belver é uma pequena vila no interior centro do país, no distrito de Portalegre. É uma povoação tipicamente alentejana com as suas casas brancas e algumas conservam as típicas faixas amarelas e azuis em torno das portas e janelas. O Castelo de Belver fica no cimo do monte e proporciona uma vista magnífica sobre o rio Tejo e sobre a aldeia em baixo. Sendo a beleza natural da paisagem um dos maiores atractivos da zona, há ainda o Miradouro do Outeirinho e um observatório de Avifauna onde se poderá apreciar toda a paisagem envolvente e observar aves.

O que fazer em Belver

  1. Ponte de Belver sobre o Tejo
  2. Miradouro do Outeirinho
  3. Capela de Nossa Srª do Pilar
  4. Igreja Matriz de Belver
  5. Castelo de Belver
  6. Museu de Domingos da Vinha
  7. Museu do Sabão
  8. Capela de São Brás
  9. Rio Tejo
  10. Anta do Penedo Gordo
  11. Barragem de Belver
  12. Caminho da Fonte Velha
  13. Núcleo Museológico das Mantas e Tapeçarias de Belver

Beja

Beja
Beja

Beja é capital de distrito que ocupa toda a largura do território de Portugal e que separa o Algarve, a Sul e Setúbal e Évora a Norte. A cidade terá sido fundada pelos Celtas no século I a.C., depois dominada pelos Cartagineses até serem expulsos pelos Romanos nos séculos III e II a.C.. Beja (Pax Julia) foi uma importante cidade Romana, como comprova a passagem de uma via romana pela cidade. Com a queda do Império Romano, chegaram os povos bárbaros do Norte da Europa que dominaram a cidade até à chegada dos Mouros em 714. O domínio árabe na região duraria até 1162, aquando do reinado de D. Afonso Henriques foi definitivamente para o reino de Portugal. Sendo o Alentejo uma região plana, ao contrário da maioria das cidades, em Beja o castelo fica integrado na própria cidade que se estende numa planície.

O que fazer em Beja

  1. Castelo de Beja
  2. Colégio dos Jesuitas
  3. Convento de Nossa Srª da Conceição
  4. Convento de São Francisco
  5. Igreja da Misericórdia
  6. Igreja de Nossa Senhora da Piedade
  7. Igreja de Nossa Senhora dos Prazeres
  8. Igreja de Santa Maria
  9. Igreja de Santo Amaro
  10. Igreja do Salvador
  11. Palácio dos Maldonados
  12. Museu Regional de Beja
  13. Museu do Brinquedo
  14. Museu do Seminário
  15. Monumento ao Prisioneiro politico desconhecido
  16. Pelourinho de Beja
  17. Sé Catedral
  18. Museu Rainha D. Leonor
  19. Núcleo Museológico da Rua do Sembrano
  20. Ruinas romanas dos Pisões
  21. Museu Episcopal
  22. Parque da Cidade
  23. Casa das Artes
  24. Centro de Arqueologia e Artes
  25. Igreja Matriz
  26. Museu da Farmácia
  27. Museu Botânico

Avis

Avis
Avis

Avis é uma vila no Interior do Alto-Alentejo, distrito de Portalegre. Avis foi o berço da Ordem Militar com o mesmo nome – Ordem de Avis – e aqui edificaram o seu castelo. Segundo a lenda, quando os cavaleiros procuravam a localização perfeita para o castelo, avistaram duas águias em cima de uma azinheira. Interpretaram esse sinal como bom augúrio e assim surgiu o castelo e consequentemente a vila de Avis (que significa “ave” em latim). A vila mantem a sua arquitectura de casas brancas dentro da muralha do castelo e a Porta do Arco, que marca a entrada para a vila propriamente dita, é um dos ex-libris da vila. Ao redor a paisagem é deslumbrante com a Albufeira do Maranhão a seus pés.

O que fazer em Avis

  1. Castelo de Avis
  2. Pelourinho
  3. Mosteiro São Bento de Avis
  4. Albufeira da Barragem do Maranhão
  5. Torre de São Roque
  6. Igreja Matriz
  7. Castelo e Muralhas de Avis
  8. Museu Rural da Fundação Abreu Callado
  9. Museu Municipal
  10. Capela de Nossa Senhora D’entre águas
  11. Largo Cândido dos Reis

Arraiolos

Arraiolos
Arraiolos

Arraiolos é uma típica vila Alentejana a 25 km da sede de distrito Évora. Arraiolos é conhecida pela imensa fama dos tapetes artesanais feitos nesta região: os tapetes de arraiolos.  O Castelo de Arraiolos destaca-se com a sua forma circular no cimo de um Outeiro e em baixo dispõe-se a vila com as suas casas típicas bem cuidadas. A Igreja da Misericórdia, que fica no centro da vila é local de paragem obrigatória para apreciar os bonitos painéis de azulejos azuis e brancos que datam do século XVIII, apesar da igreja ser mais antiga.

O que fazer em Arraiolos

  1. Convento dos Loios
  2. Castelo de Arraiolos
  3. Fonte da Pedra
  4. Casa do Capitão-Mor
  5. Igreja Paroquial de São Gregório
  6. Igreja da Misericórdia
  7. Pelourinho de Arraiolos
  8. Centro Interpretativo do Tapete de Arraiolos
  9. Paços do concelho
  10. Monumento à Tapeteira de Arraiolos
  11. Antigo Convento de São Francisco

Barragem do Alqueva

Barragem do Alqueva
Barragem do Alqueva

A Barragem do Alqueva foi das obras públicas mais controvérsias em Portugal nas últimas décadas. Foram precisos 30 anos para a obra estar concluída, desde a aprovação do projecto em 1975 até ao fecho das comportas e início do enchimento da barragem em 2002 foram muitas as polémicas que fizeram parar a obra. A Barragem, situada em pleno Alentejo e aproveitando as águas do Rio Guadiana, era a solução para culturas de regadio numa zona tão árida e para produção de energia eléctrica. Como esta obra implicava o desaparecimento de uma aldeia (Aldeia da Luz), a polémica levantou-se e a questão só ficou resolvida com a construção de uma nova aldeia para onde se mudaram os habitantes da antiga Aldeia da Luz. A Barragem do Alqueva é actualmente a maior em Portugal tendo sofrido mais recentemente ampliação da capacidade da sua central hidroeléctrica. A barragem veio oferecer também novas possibilidades de desenvolvimento ligadas ao turismo.

O que fazer na Barragem de Alqueva

  1. Rio Guadiana
  2. Barragem do Alqueva
  3. Aldeia da Estrela
  4. Aldeia de Alqueva
  5. Aldeia de Amieira
  6. Monsaraz
  7. Mourão
  8. Cromeleque do Xerez
  9. São Pedro do Corval
  10. Moura
  11. Miradouro do Montede São Sebastião
  12. Miradouro de Barrancos
  13. Miradouro de São Pedro
  14. Miradouro do Alto de São Gens
  15. Herdade da Contenda
  16. Miradouro do Monte
  17. Passeios de barco
  18. Aldeia da Luz

Pontos Turísticos Portugal

Escolha uma região para descobrir Portugal!

Instagram JoaoLeitaoViagens