Promocao de Viagem a Marrocos Verao 2021

O que fazer no Centro de Portugal

O que fazer no Centro de Portugal
O que fazer no Centro de Portugal

O que fazer no Centro de Portugal é uma pergunta básica para aqueles que querem passar férias em Portugal com interesse focado nesta região especifica. Vou tentar mostrar os principais pontos turísticos do Centro de Portugal para que tenha uma ideia do que é possível fazer. Devido à quantidade de locais de interesse, visitar o Centro de Portugal torna-se assim complicado sem organização prévia. Esta página faz parte da compilação dos 115 melhores destinos portugueses do artigo sobre o que fazer em Portugal.

Pontos turísticos do Centro de Portugal

Vilar Maior

Vilar Maior
Vilar Maior

O castelo da vila de Vilar Maior foi um importante ponto estratégico na defesa de fronteiras do Reino de Leão (antes de ser designado de Portugal). O castelo medieval fica no ponto mais elevado da vila que é agora pouco povoada.

O que visitar em Vilar Maior

  1. Castelo de Vilar Maior
  2. Igreja Matriz
  3. Ponte medieval
  4. Pelourinho
  5. Igreja de Santa Maria do Castelo
  6. Solar dos Rebochos

Vale Glaciar do Zêzere

Vale Glaciar do Zêzere
Vale Glaciar do Zêzere

O Vale Glaciar do Zêzere é o maior vale glaciar da Europa e fica em pleno Parque Nacional da Serra da Estrela. Ideal para quem aprecia o turismo de natureza.

O que visitar no Vale Glaciar do Zêzere

  1. Centro Interpretativo do Vale do Zêzere
  2. Covão d’ Ametade
  3. Nave de Santo António
  4. Rota do Glaciar
  5. Estância Termal das Caldas de Manteigas
  6. Rota dos Poios Brancos
  7. Palácio do Maciço Central
  8. Rota do Javali
  9. Rota das Quartelas
  10. Rota do Poço do Inferno
  11. Rota da Reboleira

Tomar

Tomar
Tomar

Tomar é conhecida por cidade dos Templários, pois foi oferecida à Ordem dos Templários por Afonso D. Henriques após a conquista aos Mouros em 1147. O Castelo dos Templários e o Convento de Cristo (com a famosa janela em estilo Manuelino) são dos monumentos mais importantes da história de Portugal.

O que visitar em Tomar

  1. Convento de Cristo
  2. Castelo de Tomar
  3. Igreja de São João Baptista
  4. Sinagoga de Tomar
  5. Igreja de Santa Maria dos Olivais
  6. Aqueduto dos Pegões
  7. Mata Nacional dos Sete Montes
  8. Núcleo de Arte Contemporânea
  9. Monumento com Brasão Nacional
  10. Barragem do Castelo de Bode
  11. Ermida de Nossa Senhora da Conceição
  12. Casa dos Cubos
  13. Museu Hebraico Abraão Zacuto
  14. Palácio de Alvaiázere
  15. Largo do Pelourinho
  16. Parque do Mouchão

Praia de Vieira de Leiria

Praia de Vieira de Leiria
Praia de Vieira de Leiria

A Praia de Vieira de Leiria fica na região do famoso Pinhal de Leiria. A antiga vila piscatória dá à praia o seu ar pitoresco, pois ainda se podem ver na praia as pequenas embarcações e os equipamentos de uma pesca artesanal que ainda subsiste. Este tipo de pesca é chamada de arte xávega e é feita com rede de cerco.

O que visitar em Vieira de Leiria

  1. Igreja Matriz
  2. Capela da Passagem
  3. Capela Praia de Vieira
  4. Casas Tipicas
  5. Monumento à Arte Xávega
  6. Monumento ao Pescador
  7. Monumento aos Vidreiros
  8. Ribeiro da Tábua
  9. Rio Lis
  10. Fonte do Sardão

Serra da Estrela

Serra da Estrela
Serra da Estrela

A Serra da Estrela é, para a maior parte dos portugueses, sinónimo de neve, uma vez que é a única estância de ski do país. Na verdade a neve é um grande atractivo e durante os meses de Inverno, quando a serra está coberta de um manto branco, oferece uma paisagem deslumbrante.

O que visitar na Serra da Estrela

  1. Torre da Serra da Estrela
  2. Estância de Esqui
  3. Monumento a Nossa Senhora da Boa Estrela
  4. Casais de Folgosinho
  5. Covão d’ Ametade
  6. Cântaro Magro
  7. Cabeço do Velho
  8. Cabeça da Velha
  9. Povoação de Folgosinho
  10. Povoação de Valezim
  11. Povoação de Pêro Soares
  12. Povoação de Vide
  13. Souto e praia fluvial de Lapa dos Dinheiros
  14. Nascente do Mondego
  15. Pedra do Urso
  16. Rosa Negra
  17. Penhas Douradas
  18. Penhas da Saúde
  19. Povoação da Barriosa
  20. Povoação de Cabeça
  21. Povoação de Casal de Travancinha
  22. Vila de Manteigas
  23. Caldeirão
  24. Vale Glaciar do Zêzere
  25. Socalcos da Loriga
  26. Lagoa Escura
  27. Lagoa do Urso
  28. Lagoa Redonda

Sabugal

Sabugal
Sabugal

O Sabugal é uma pequena vila do interior, perto da Serra da Estrela. Tem um bonito castelo medieval, o único com 5 quinas e lugar onde segundo a lenda se terá dado o milagre das rosas, celebre episódio da história de Portugal.

O que visitar no Sabugal

  1. Castelo e muralhas do Sabugal
  2. Pelourinho
  3. Cruzeiro dos Centenários
  4. Casa da Rainha
  5. Igreja de São João
  6. Museu do Sabugal
  7. Fonte Velha
  8. Ponte sobre o Côa
  9. Reserva Natural da Serra da Malcata
  10. Barragem do Sabugal

São Tiago Cellas

Ruinas Romanas do Parque de São Tiago Cellas
Ruinas Romanas do Parque de São Tiago Cellas

As Ruínas Romanas do Parque de São Tiago Cellas é um complexo arqueológico situa-se no Alto de Santo Antão, concelho de Belmonte, e tem sido alvo de várias lendas não havendo informação precisa sobre a sua história. A torre é o edifício mais emblemático.

O que visitar em São Tiago de Cellas

  1. Torre de São Cornélio
  2. Ruínas arqueológicas
  3. Aldeia de Belmonte

Centum Cellas

Torre de Centum Cellas
Torre de Centum Cellas

A Torre de Centum Cellas também conhecida por Torre de São Cornélio, é a edificação mais bem conservada do complexo arqueológico e por isso é o que salta à vista. Pensa-se que a torre terá sido parte de uma villa romana pertencente a um cidadão rico, edificada por volta do século I d.C..

O que visitar na Torre de Centum Cellas

  1. Torre de São Cornélio
  2. Ruínas arqueológicas
  3. Aldeia de Belmonte

Praia de São Bernardino

Praia de São Bernardino
Praia de São Bernardino

A Praia de São Bernardino fica na costa Oeste de Portugal, na zona de Peniche. Esta praia está incluída da “Rota dos Dinossauros” um percurso pedestre assinalado onde se podem ver pegadas destes gigantes que habitaram o nosso planeta há milhões de anos.

O que visitar na Praia de São Bernardino

  1. Praia de São Bernardino
  2. Convento de São Bernardino de Sena
  3. Capela de Santa Filomena
  4. Praia dos Frades
  5. Cidade de Peniche

Torre

Torre
Torre

A Torre é o ponto mais alto de Portugal continental. A Torre é um marco geodésico que marca o ponto mais alto da Serra da Estrela, que atinge naturalmente os 1993m de altitude, mas que contando com a torre chega aos 2000m.

O que visitar na Torre da Serra da Estrela

  1. Torre
  2. Estância de Esqui
  3. Marco Geodésico
  4. Parque Natural da Serra da Estrela
  5. Centro Comercial da Torre
  6. Capela de Nossa Srº do Ar
  7. Capela da Torre
  8. Srª da Boa Estrela

Porto de Mós

Porto de Mós
Porto de Mós

Porto de Mós é uma vila na região centro Oeste de Portugal. A paisagem da vila é dominada pelo castelo no cimo da colina à volta da qual se estende a povoação. O castelo tem um estilo medieval com duas torres em cone, revestidas a azulejos verdes, invulgar em Portugal. Visite ainda a página sobre o que fazer em Porto de Mós.

O que visitar em Porto de Mós

  1. Castelo de Porto de Mós
  2. Igreja de São Pedro
  3. Igreja de São João
  4. Capela de Santo António
  5. Capela de São Jorge
  6. Lagoas do Arrimal
  7. Praia Jurássica de São Bento
  8. Capela São Silvestre, Serro Ventoso
  9. Grutas de Mira de Aire
  10. Grutas de Alvados
  11. Grutas de Santo António
  12. Centro de Interpretação da Batalha de Aljubarrota
  13. Arco da Memória
  14. Fórnea (Chão das Pias)
  15. Pelourinho

Piódão

Piódão
Piódão

Piodão é uma pequena aldeia histórica situada na Serra do Açor, no concelho de Arganil. As casas são em xisto, com telhados em lajes e portas de madeira pintadas de azul. As casas dispostas em socalcos na encosta, fazem lembrar um presépio. Visite ainda a página sobre o que fazer em Piódão.

O que visitar em Piódão

  1. Igreja Matriz
  2. Capela de S. Pedro
  3. Capela das Almas
  4. Eira e forno comunitário
  5. Fonte dos Algares
  6. Núcleo Museológico
  7. Praia fluvial do Piódão
  8. Parque eólico de Açor
  9. Nicho das Almas
  10. Busto-monumento ao cónego M. F. Nogueira
  11. Capela de Santa Barbara

Peniche

Peniche
Peniche

O Cabo Carvoeiro em Peniche, é o extremo mais Oeste de Portugal a seguir ao Cabo da Roca. A Fortaleza de Peniche é um local de paragem obrigatória numa visita a esta cidade. Peniche é tradicionalmente uma zona de pescadores e conserva o carácter simples das suas gentes. Visite ainda a página sobre o que fazer em Peniche.

O que visitar em Peniche

  1. Fortaleza de Peniche
  2. Igreja de São Pedro
  3. Igreja de Nossa Senhora da Conceição
  4. Igreja da Misericórdia
  5. Capela de Nossa Senhora dos Remédios
  6. Igreja de São Leonardo
  7. Praça Forte
  8. Fonte Gótica
  9. Pelourinho de Atouguia da Baleia
  10. Igreja de Nossa Srª da Conceição
  11. Muralha de Peniche
  12. Museu Municipal de Peniche
  13. Farol do Cabo Carvoeiro
  14. Gruta da Furninha
  15. Praia da Consolação
  16. Praia da Gamboa
  17. Praia do Baleal
  18. Praia dos Supertubos
  19. Praia de Peniche de Cima
  20. Praia de Peniche de Baixo
  21. Ilha das Berlengas
  22. Forno Romano do Morraçal da Ajuda
  23. Sitio Arqueológico dos Cortiçais
  24. Falésias do Cabo Carvoeiro

Penhas Douradas

Penhas Douradas
Penhas Douradas

Penhas Douradas situa-se na região da Serra da Estrela e é uma zona muito rochosa, onde se podem ver grandes formações geológicas graníticas (de onde deriva o seu nome: penha que significa rochedo). As aldeias que se encontram nesta região são bastante dispersas e integradas na paisagem rochosa.

O que visitar nas Penhas Douradas

  1. Parque Natural da Serra da Estrela
  2. Miradouro do Fragão do Corvo
  3. Vila de Manteigas
  4. Penhas Douradas
  5. Penhas da Saúde

Penamacor

Penamacor
Penamacor

Penamacor é uma aldeia que fica no distrito de Castelo Branco. A povoação recebeu foral em 1189 por D. Sancho I e conserva alguns legados medievais como o Castelo de Penamacor, a Torre de Menagem, o Pelourinho e a Igreja da Misericórdia. Do cimo da muralha do castelo temos a melhor vista panorâmica sobre a vila.

O que visitar em Penamacor

  1. Castelo de Penamacor
  2. Museu Municipal de Penamacor
  3. Museu Dr. Mário Bento
  4. Capela de São Domingos
  5. Capela de Nossa Srª da Conceição
  6. Ermida de Santo Cristo
  7. Solares do Conde e dos Osórios
  8. Antiga Casa da Câmara
  9. Torre do Relógio
  10. Pelourinho
  11. Convento de Santo António de Penamacor
  12. Monumento aos Combatentes da Grande Guerra
  13. Fonte do Frade
  14. Lagar de Seninho
  15. Instituto Pina Ferraz
  16. Povoado pré-histórico do Ramalhão
  17. Busto-monumento a Ribeiro Sanches
  18. Cruzeiro
  19. Reserva Natural da Serra da Malcata
  20. Igreja de São Tiago
  21. Igreja da Misericórdia

Monumento Natural das Pegadas de Dinossáurios

Monumento Natural das Pegadas de Dinossáurios de Serra de Aire
Monumento Natural das Pegadas de Dinossáurios de Serra de Aire

O Monumento Natural das Pegadas de Dinossauros de Serra de Aire fica no Parque Natural da Serra de Aire e Candeeiros, a cerca de 10 km de Fátima. É um importante legado que chegou do período Jurássico até aos nossos dias. As pegadas de dinossauro ficaram marcadas num terreno pantanoso que mais tarde secou mas possibilitou a estes seres deixarem, literalmente, a sua pegada na história.

O que visitar no Monumento Natural das Pegadas de Dinossaurios

  1. Parque Natural da Serra de Aire e dos Candeeiros
  2. Jardim Jurássico
  3. Pegadas de Dinossaurios

Ourém

Ourém
Ourém

Ourém fica na zona centro perto de Fátima, distrito de Santarém. O Castelo de Ourém é o ex-libris da cidade. Ocupa isoladamente o cimo de um morro e tem uma arquitectura muito diferente dos castelos mais comuns em Portugal. Visite ainda a página sobre o que fazer em Ourém.

O que visitar em Ourém

  1. Santuário de Fátima
  2. Basílica da Santíssima Trindade
  3. Aldeia de Aljustrel
  4. Vila Medieval de Ourém
  5. Castelo de Ourém
  6. Miradouro do Terreiro de S. Tiago
  7. Ucharia do Conde
  8. Pelourinho de Ourém
  9. Igreja do Olival
  10. Cabeço dos Valinhos
  11. Percursos pedestres do Agroal
  12. Igreja Colegiada
  13. Galeria da Vila Medieval de Ourém
  14. Mata Municipal de Ourém
  15. Parque da Cidade António Teixeira
  16. Pegadas dos Dinossáurios (Monumento Natural)
  17. Nascente do Agroal
  18. Parque Natureza do Agroal
  19. Cine-teatro municipal
  20. Centro de Interpretação do Alto Nabão

Óbidos

Óbidos
Óbidos

Óbidos é uma vila encantadora, concentrada dentro das muralhas do castelo. É das cidadelas histórias mais bonitas de Portugal. Visite ainda a página sobre o que fazer em Óbidos.

O que visitar em Óbidos

  1. Castelo Óbidos
  2. Igreja de São João Baptista
  3. Porta da Vila
  4. Porta do Vale ou Sra. da Graça
  5. Rua Direita
  6. Igreja de São Pedro
  7. Capela de São Martinho
  8. Igreja da Misericórdia
  9. Igreja de Santa Maria
  10. Pelourinho e Telheiro
  11. Praia d’El Rei
  12. Praia de Rei Cortiço
  13. Praia do Bom Sucesso
  14. Igreja de São Tiago
  15. Ermida de N.Sra. do Carmo
  16. Ermida da Ordem Terceira
  17. Aqueduto
  18. Santuário do Sr. Jesus da Pedra
  19. Lagoa de Óbidos
  20. Percurso do Ninho da Cegonha
  21. Percurso dos Patos Reais
  22. Parque Cinegético de Óbidos
  23. Praia de Covões
  24. Eco-via da Várzea da Rainha

Necrópole Medieval de Fernão Joanes

Necrópole Medieval de Fernão Joanes
Necrópole Medieval de Fernão Joanes

A aldeia de Fernão Joanes fica no Parque Natural da Serra da Estrela, distrito da Guarda. Nos arredores da aldeia encontramos uma necrópole medieval com sepulturas algumas mais fáceis de identificar graças aos relevos.

O que visitar em Fernão Joanes

  1. Necrópole medieval de Fernão Joanes
  2. Igreja Matriz
  3. Capela de Nossa Srª do Soito
  4. Crossódromo das Lajes
  5. Barragem do Caldeirão

Nazaré

Nazaré
Nazaré

Nazaré fica na costa Centro-Oeste de Portugal e é das vilas piscatórias mais tradicionais do país. O traje típico da mulher da Nazaré é muito peculiar: sete saias sobrepostas, todas de padrão e cor diferentes. Ainda hoje é possível ver mulheres assim vestidas. Nazaré é uma praia muito procurada para a prática de surf. Visite ainda a página sobre o que fazer na Nazaré.

O que visitar na Nazaré

  1. Igreja de São Gião
  2. Conjunto monumental urbano e enquadramento paisagístico da Nazaré
  3. Casa na Rua dos Pescadores
  4. Teatro Chaby Pinheiro
  5. Antiga Casa da Câmara
  6. Fonte da Vila
  7. Capela de Nossa Senhora dos Anjos
  8. Forte de São Miguel Arcanjo
  9. Igreja de Nossa Senhora da Nazaré
  10. Igreja da Misericórdia da Pederneira
  11. Capela de Nossa Senhora da Nazaré
  12. Caminho Real
  13. Antiga Granja do Valado
  14. Canhão da Nazaré
  15. Praia da Nazaré
  16. Elevador da Nazaré
  17. Monte de São Bartolomeu
  18. Sítio da Nazaré
  19. Duna da Aguieira
  20. Pedralva ou Monte Branco
  21. Lagoa da Pederneira
  22. Serra da Pescaria
  23. Pelourinho-fóssil da Pederneira

Monsanto

Monsanto
Monsanto

Monsanto é uma aldeia histórica no concelho de Idanha-a-Nova, apelidada de “A aldeia mais portuguesa de Portugal”. Pequenas casas de pedra estão paredes-meias com rochedos que parecem ameaçar rolar a qualquer momento. As ruas são estreitas e empedradas. Visite ainda a página sobre o que fazer em Monsanto.

O que visitar em Monsanto

  1. Capela de Santo António
  2. Casa de Fernando Namora
  3. Cruzeiro de São Salvador
  4. Igreja da Misericórdia
  5. Igreja Matriz de Monsanto
  6. Porta do Espírito Santo
  7. Torre do Lucano ou do Relógio
  8. Castelo e Muralhas de Monsanto
  9. Capela de São João Baptista
  10. Capela da Srª da Azenha
  11. Capela de Santa Maria do Castelo
  12. Estação arqueológica romana de São Lourenço
  13. Casa seiscentista
  14. Casa dos Governadores
  15. Fonte Ferreiro
  16. Pelourinho
  17. Chafariz do Meio
  18. Forno
  19. Banco da paciência
  20. Antiga adega
  21. Pousada de Monsanto
  22. Solar dos Pinheiros
  23. Solar da Família Melo
  24. Solar da Família Pinheiro
  25. Solar dos Priores de Monsanto
  26. Capela de São Miguel do Castelo
  27. Capela de São Pedro de Vir à Corça
  28. Capela de Santo António

Manteigas

Manteigas
Manteigas

A cidade de Manteigas fica no coração da Serra da Estrela e pode ser o ponto de partida para explorar a região. Iniciando a subida a partir da cidade de Manteigas que fica num vale, podemos caminhar em direcção aos pontos mais altos da serra desfrutando da sua beleza natural.

O que visitar em Manteigas

  1. Covão dos Conchos
  2. Vale Glaciar do Zêzere
  3. Torre da Serra da Estrela
  4. Covão do Boi
  5. Cântaros
  6. Covão d’Ametade
  7. Nave de Santo António
  8. Fonte de Paulo Luís Martins
  9. Serra de Baixo
  10. Poço do Inferno
  11. Observatório Meteorológico
  12. Capela de Nossa Senhora da Estrela
  13. Capela de São Sebastião
  14. Capela de São Domingos
  15. Capela de Nossa Srª dos Verdes
  16. Igreja de São Pedro
  17. Igreja Matriz de Santa Maria
  18. Casa das Obras
  19. Pousada de São Lourenço

Janeiro de Cima

Janeiro de Cima
Janeiro de Cima

Janeiro de Cima é uma aldeia antiga no concelho do Fundão. As casas são construídas em xisto ponteadas por seixos do rio, mais claros e arredondados. A aldeia está incluída nas chamadas “Aldeias do xisto” e insere-se numa bonita paisagem rural à beira rio. Antigamente o barco era o único meio para se passar para o outro lado rio, hoje podemos utilizá-lo para um agradável passeio.

O que visitar em Janeiro de Cima

  1. Casa das Tecedeiras
  2. Capela de São Sebastião
  3. Igreja Velha
  4. Roda de Janeiro
  5. Tear Gigante
  6. A Barca
  7. Rio Zêzere
  8. Caminho do Xisto de Janeiro de Cima
  9. Igreja Nova
  10. Escola Primária
  11. Capela do Divino Espírito Santo
  12. Capela Nossa Srª do Livramento
  13. Edifícios particulares dos sécs. XVII e XVIII
  14. GeoPark NaturTejo

Janeiro de Baixo

Janeiro de Baixo
Janeiro de Baixo

Janeiro de Baixo fica mais abaixo de Janeiro de cima, como o próprio nome indica, mas na margem direita do Rio Zêzere, no concelho de Pampilhosa da Serra. Faz igualmente parte das Aldeias do Xisto, com as suas casas típicas. A envolvência da aldeia convida a fazer uma caminhada por um dos trilhos existentes.

O que visitar em Janeiro de Baixo

  1. Igreja Matriz
  2. Capela do Santo Cristo
  3. Fonte de Mergulho
  4. Antiga Escola Primária
  5. Capela de São Sebastião
  6. Alminha
  7. Moinho escavado na rocha
  8. Fornos tradicionais
  9. Tronco
  10. Rio Zêzere
  11. Barragem de Santa Luzia
  12. Garganta do Zêzere
  13. GeoPark NaturTejo

Idanha-a-Velha

Idanha-a-Velha
Idanha-a-Velha

Idanha-a-Velha fica no interior do país, no concelho de Idanha-a-Nova. A povoação teve uma grande importância aquando da ocupação romana que começou no século I a.C., foi depois alvo das invasões Bárbaras no século III e IV, tomada pelos mouros em 713 e finalmente recebeu foral em 1206 no reinado de D. Sancho I. A aldeia é formada por típicas casas de pedra e vários monumentos de interesse que relatam a história da aldeia, como é o caso do Castelo, a Torre dos Templários, a Catedral, a Ponte sobre o Rio Ponsul, ente outros. É classificada como uma das “Aldeias Históricas de Portugal”.

O que visitar em Idanha a Velha

  1. Arquivo epigráfico
  2. Capela de Espírito Santo
  3. Capela de São Dâmaso
  4. Capela de São Sebastião
  5. Forno Comunitário
  6. Sé Catedral de Idanha a Velha
  7. Igreja Matriz
  8. Posto de Turismo
  9. Palheiros de São Dâmaso
  10. Pelourinho
  11. Poldras sobre o rio Pônsul
  12. Ponte de origem romana
  13. Porta Norte
  14. Torre dos Templários

Grutas de Mira De Aire

Grutas de Mira De Aire
Grutas de Mira De Aire

As Grutas de Mira de Aire são o maior complexo de grutas de Portugal descobertas ocasionalmente em 1947 e abertas ao público em 1974. Actualmente foram descobertos 11 km de grutas, mas apenas 600m podem ser visitados. 600m debaixo de terra é já uma extensão considerável e que permite ver as lindas galerias com rios subterrâneos e enormes estalactites e estalagmites. As grutas de Mira de Aire ficam num maciço calcário. Sendo o calcário uma rocha altamente permeável, aqui a água não corre à superfície, ela infiltra-se quase imediatamente e corre pelos lençóis de água subterrâneos. Por outro lado, a água vai desgastando a rocha calcária, formando as galerias e esculpindo as paredes das grutas.

O que visitar nas Grutas de Mira de Aire

  1. Grutas de Mira de Aire
  2. Relógio de Sol
  3. Jardim das Rochas
  4. Moinho de Vento
  5. Exposição
  6. Coreto em Mira de Aire
  7. Parque Aquático
  8. Casas da Gruta
  9. Gruta de Moinhos Velhos
  10. Parque Natural das Serra de Aire e dos Candeeiros

Gravuras Rupestres de Ferradura em Vide

Gravuras Rupestres de Ferradura em Vide
Gravuras Rupestres de Ferradura em Vide

A vila de Vide situa-se no concelho de Seia. Na região há três locais arqueológicos com pinturas rupestres (as Ferraduras, os Carvalhinhos e as Fontes do Cid). As gravuras datam da pré-história e da proto-história (mais recente) no caso das gravuras na zona da Ferradura, coincidindo mais ou menos com a idade do Bronze.

O que visitar em Vide

  1. Igreja de Nossa Senhora da Assunção
  2. Ermida do Senhor do Calvário
  3. Ermida de Nossa Srª da Guia
  4. Capela da Senhora da Póvoa
  5. Capela de Nossa Srª de Fátima
  6. Fonte do Ribeiro
  7. Poço da Broca
  8. Poço dos Caneiros
  9. Ermida de São João Degolado
  10. Rua do Passadiço
  11. Ruinas do Pelourinho
  12. Varandas de Vide
  13. Ribeira do Alvoco
  14. Ribeira da Loriga
  15. Ponte Romana
  16. Açude da Varzea
  17. Açude dos Ferreiros
  18. Lugar de Covões
  19. Gravuras rupestres de Vide
  20. Povoados castrejos
  21. Ermida de São José

Foz d’Égua

Foz dÉgua
Foz d Égua

Foz d’Égua é uma aldeia típica de xisto que fica muito perto de Piodão (no concelho de Arganil), uma das “Aldeias Históricas de Portugal” mais conhecidas. A aldeia de Foz d´Égua é lindíssima, com as suas casas de xisto muito bem arranjadas e uma paisagem de cortar a respiração: uma ponte de madeira suspensa completa este cenário de aldeia perdida no meio de uma natureza quase selvagem.

O que visitar em Foz d’Égua

  1. Praia fluvial de Foz d’Égua
  2. Ribeira de Piódão
  3. Ribeira de Chão d’Égua
  4. Serra do Açor
  5. Aldeia de Foz d’Égua
  6. Aldeia do Piódão

Castelo Rodrigo

Castelo Rodrigo
Castelo Rodrigo

Castelo Rodrigo é uma aldeia histórica no interior de Portugal, distrito da Guarda, perto da fronteira com Espanha. Hoje integrada no município Figueira de Castelo Rodrigo, conserva uma pequena população dentro das muralhas do Castelo. As casas revelam influências distintas, como janelas manuelinas ou portas em arco de estilo árabe.

O que visitar em Castelo Rodrigo

  1. Casa da Câmara
  2. Casa da Misericórdia
  3. Castelo e muralhas
  4. Cisterna medieval
  5. Igreja Matriz
  6. Padrão da Restauração
  7. Palácio de Cristóvão de Moura
  8. Pelourinho
  9. Torre Albarrã
  10. Torre de menagem
  11. Bombardeiras cruzetadas
  12. Cubelos
  13. Porta do Sol
  14. Porta do Largo de São João
  15. Posto de Turismo

Caldas da Rainha

Caldas da Rainha
Caldas da Rainha

Caldas da Rainha é uma cidade na costa Oeste, no distrito de Leiria. Diz a lenda que a Rainha D. Leonor de passagem pelo local onde é hoje as Caldas da Rainha, no seu percurso entre Óbidos e a Batalha, terá visto os locais a banharem-se em águas de cheiro intenso. Ditas possuírem propriedades medicinais também a Rainha quis experimentar e comprovou os poderes curativos tendo ficado curada de uma doença que tinha, mas que não se sabe ao certo o que seria. A Rainha mandou então construir um Hospital e concedeu privilégios a quem se instalasse neste lugar. Durante o século XIX as Caldas da Rainha conheceram o seu apogeu, sendo uma estância termal muito procurada pelas famílias abastadas. As Caldas da Rainha são também conhecidas por ter sido um importante centro de produção de faianças (loiça produzida a partir de argila) como é o caso das famosas criações de Rafael Bordalo Pinheiro, iniciadas na Fábrica de Faianças das Caldas da Rainha, entre 1884 e 1907. Veja ainda a página sobre o que fazer nas Caldas da Rainha.

O que visitar nas Caldas da Rainha

  1. Igreja Matriz das Caldas da Rainha
  2. Praça de Touros
  3. Praça 25 de Abril
  4. Praça da Republica
  5. Balneário Termal
  6. Hospital Termal
  7. Paços do concelho
  8. Museu Barata Feyo
  9. Casa Museu Rafael Bordalo Pinheiro
  10. Centro Cultural e de Congressos de Caldas da Rainha
  11. Rota Bordaliana
  12. Roteiro da Agua
  13. Estação de Caminhos de Ferro
  14. Chafariz das Cinco Bicas
  15. Ermida do Espírito Santo
  16. Ermida de São Sebastião
  17. Edifício do Museu de José Malhoa
  18. Casa Museu de S. Rafael
  19. Chafariz da Rua Nova
  20. Museu do Ciclismo
  21. Museu de Cerâmica
  22. Estação Rodoviária
  23. Mata Rainha D. Leonor
  24. Parque D. Carlos I

Belmonte

Belmonte
Belmonte

Belmonte é uma vila portuguesa cheia de história. Situa-se no interior de Portugal no distrito de Castelo Branco. A vila recebeu foral por D. Sancho I em 1199 mas a sua história escreve-se ainda antes desta data. É impressionante que a história desta vila represente períodos tão diversos como o domínio romano (Torre romana de Centrum Cellas), os Descobrimentos (foi aqui que nasceu Pedro Álvares Cabral e é numa propriedade pertencente a familiares que se estabeleceu o Museu dos Descobrimentos Portugueses) e uma importante herança judaica (Museu Judaico de Belmonte e a Sinagoga Bet Eliahu de 1996). A ocupação judia nesta vila é um dos episódios mais importantes da sua história. Quando no século XVI os Reis Católicos expulsaram os judeus do país, um grupo de judeus (apelidados de “marranos”) refugiou-se em Belmonte e viveram durante 400 anos a camuflar as suas tradições judaicas para não serem descobertos. Foi só nos anos 70 que os judeus de Belmonte se revelaram e praticam agora livremente as suas tradições ancestrais.

O que visitar em Belmonte

  1. Antigos Paços do concelho
  2. Câmara Municipal
  3. Capela de Santo António
  4. Capela do Calvário
  5. Castelo de Belmonte
  6. Centum Cellas
  7. Ecomuseu do Zêzere
  8. Igreja de Santiago e Panteão dos Cabrais
  9. Igreja Matriz
  10. Museu dos Descobrimentos
  11. Museu Judaico
  12. Pelourinho
  13. Posto de Turismo
  14. Pousada Convento de Belmonte
  15. Sinagoga Bet Eliahu
  16. Solar dos Cabrais
  17. Villa da Quinta da Fórnea

Batalha

Batalha
Batalha

A cidade da Batalha situa-se a cerca de 12 km de Leiria e cresceu graças ao principal monumento da cidade: o Mosteiro da Batalha (poucos o conhecem pelo seu outro nome Mosteiro de Santa Maria da Vitória). O mosteiro foi mandado construir por D. João I como forma de agradecer o auxílio “divino” na batalha de Aljubarrota (14 de Agosto de 1385). A sua construção arrastou-se ao longo de dois séculos entre 1386 e 1517. O Mosteiro é Património Mundial da UNESCO.

O que visitar na Batalha

  1. Mosteiro da Batalha
  2. Grutas da Moeda
  3. Igreja de Nossa Srª dos Aflitos
  4. Igreja Matriz da Exaltação de Santa Cruz
  5. Ponte da Boutaca
  6. Museu da Comunidade Concelhia
  7. Museu Etnográfico da Alta Estremadura
  8. Rota da Vila Heróica
  9. Rota do Carso
  10. Rota da Fé
  11. Museu de Oferendas ao Soldado Desconhecido
  12. Centro da Primeira Posição do Exercito Português
  13. Pia do Urso
  14. Estátua Equestre de São Nuno de Santa Maria
  15. Maciço Calcário Estremenho
  16. Edifício Mouzinho de Albuquerque
  17. Solar da Quinta do Fidalgo
  18. Ponte da Boutaca
  19. Pelourinho da Batalha

Arquipélago das Berlengas

Arquipélago das Berlengas
Arquipélago das Berlengas

Berlengas é um arquipélago formado por 3 pequenas ilhas, mas só a maior é habitada. Situa-se ao largo de Peniche de onde saem barcos durante a época balnear. Veja ainda a página sobre o que fazer nas Berlengas.

O que visitar nas Berlengas

  1. Farol Duque de Bragança
  2. Forte de São João
  3. Praia do Carreiro do Mosteiro
  4. Centro de Visitantes
  5. Praia do Forte
  6. Praia Cova do Sonho
  7. Gruta do Brandal
  8. Gruta Azul
  9. Gruta da Muxinga
  10. Gruta da Lagosteira
  11. Gruta da Flandres

Aqueduto dos Pegões

Aqueduto dos Pegões
Aqueduto dos Pegões

O Aqueduto dos Pegões é uma infra-estrutura magistral é pouco conhecida apesar da sua imponência. Fica perto de Tomar sobre o Vale da Ribeira de Pegões. Foi construído para abastecer de água o Convento de Tomar. A sua construção começou em 1593 e ficou concluído em 1614. O aqueduto estende-se por 6 km, com 58 arcos de volta inteira sobre 16 arcos ogivais apoiados em pilares. Apresenta uma altura máxima de 30 metros. E o melhor é que se pode percorrer este aqueduto livremente, um passeio surpreendente e uma experiência única.

O que visitar no Aqueduto dos Pegões

  1. Mata Nacional dos Sete Montes
  2. Percurso do Aqueduto dos Pegões
  3. Cidade de Tomar
  4. Convento de Cristo em Tomar
  5. Rio Nabão
  6. Charolinha

Aljubarrota

Aljubarrota
Aljubarrota

Aljubarrota pertence ao concelho de Alcobaça e fica no centro de Portugal. Esta pequena vila tem um grande peso na história de Portugal. Foi nos arredores desta povoação que se deu a importante Batalha de Aljubarrota no dia 14 de Agosto de 1385 e que é vista como um símbolo de independência para Portugal. Também famosa ficou a padeira, chamada de Padeira de Aljubarrota, que tem um monumento erguido em sua homenagem. Segundo a lenda a mulher terá morto seis invasores castelhanos com a sua pá de padeira. A vila de Aljubarrota mantem um aspecto medieval com as suas casas brancas de um só piso e cantarias nas fachadas.

O que visitar em Aljubarrota

  1. Largo do Pelourinho
  2. Igreja da Misericórdia
  3. Igreja de Nossa Srª dos Prazeres
  4. Casa dos Capitães
  5. Casa dos Carvalhos
  6. Janelas manuelinas
  7. Arco da Memória
  8. Igreja de São Vicente
  9. Capela de Santo Amaro
  10. Poço Medieval
  11. Rua Direita
  12. Núcleo de Arte Sacra
  13. Capela de São João
  14. Biblioteca Municipal
  15. Ponte Romana do Carvalhal
  16. Circuito pedestre
  17. Centro de Interpretação da Batalha de Aljubarrota
  18. Ermida de Nossa Senhora das Areias
  19. Ermida de Santa Teresa
  20. Capela de S. Romão
  21. Capela da Boavista

Aldeia típica de José Franco

Aldeia típica de José Franco
Aldeia típica de José Franco

A Aldeia típica de José Franco, também apelidada de Aldeia Saloia, é uma criação do escultor e oleiro José Franco, que desde 1945 começou a recriar um cenário de aldeias típicas portuguesas e das ocupações tradicionais do início do século XX. Há reproduções em tamanho natural e também recriações em miniatura como é o caso das casas típicas de várias regiões de Portugal. Esta exposição etnográfica que começou no quintal da sua casa, ocupa agora uma área de 2500m2. Esta Aldeia fica na localidade de Sobreiro, no concelho de Mafra.

O que visitar na Aldeia Típica José Franco

  1. Castelo
  2. Carpintaria
  3. Ferraria
  4. Adega
  5. Escola
  6. Moinho

Aldeia de João Pires

Aldeia de João Pires
Aldeia de João Pires

Aldeia de João Pires é uma povoação com menos de 200 habitantes, na freguesia de  Penamacor. É uma aldeia típica, que conserva as suas casas em pedra que denotam um cuidado na sua preservação. No centro da aldeia destaca-se a bonita Igreja Matriz, impecavelmente branca a contrastar com os edifícios de pedra. Nos arredores da aldeia podemos subir ao ponto mais alto – Pena de Águia – e desfrutar da paisagem sobre a aldeia.

O que visitar na Aldeia de João Pires

  1. Igreja Matriz
  2. Casa dos Taborda
  3. Casa de Oliveira Monteiro
  4. Fonte de mergulho
  5. Estação arqueológica de Tapado Cabeço
  6. Cruzeiro do Espírito Santo
  7. Cruz do Rebolo
  8. Capela de São Miguel
  9. Museu Paroquial de Aldeia de João Pires
  10. Capela do Espírito Santo
  11. Casa Paroquial
  12. Sequóias

Alcobaça

Alcobaça
Alcobaça

Alcobaça fica no distrito de Leiria, na confluência dos rios Alcoa e Baça, dai provavelmente o seu nome Alcobaça. A cidade é essencialmente conhecida pelo Mosteiro de Santa Maria (Mosteiro de Alcobaça), um monumento majestoso construído entre 1148 e 1222 inicialmente em estilo gótico. O Mosteiro foi reconstruído diversas vezes ao longo dos séculos e por isso foi-lhe acrescentado outros estilos, como o Manuelino. No Mosteiro estão os túmulos do casal mais romântico da história de Portugal: D. Pedro e D. Inês de Castro. Os túmulos são verdadeiras obras-primas da escultura portuguesa.

O que visitar em Alcobaça

  1. Mosteiro de Alcobaça
  2. Castelo de Alcobaça
  3. Capela de Nossa Senhora da Conceição
  4. Cine Teatro
  5. Escola Adães Bermudes
  6. Challet da Fonte Nova
  7. Armazém das Artes
  8. Igreja da Nossa da Conceição
  9. Igreja da Misericórdia
  10. Jardins dos Paços do concelho
  11. Rio Alcobaça
  12. Lagoa Pataias
  13. Parque Natural da Serra de Aire e dos Candeeiros
  14. Sistema Hidráulico Cisterciense
  15. Palacete Bernardino Lopes Oliveira
  16. Palacete Araújo Guimarães
  17. Museu do Vinho
  18. Casa Museu Vieira Natividade
  19. Chalet Rhino
  20. Museu Raul da Bernarda
  21. Palacete Cova da Onça
  22. Museu da Faiança de Alcobaça
  23. Palacete do Pena
  24. Edificio Adães Bermudes
  25. Termas da Piedade

Descobrir Portugal

Escolha uma região para descobrir Portugal!

Instagram JoaoLeitaoViagens